Candice Salerno Gonçalves

É natural de Porto Alegre/RS, onde reside até hoje. Filha de João José Oliveira Gonçalves e Maria Olimpia Salerno Gonçalves e irmã de Karina Salerno Gonçalves. Amante e defensora da natureza, possui graduação em Ciências Biológicas, Licenciatura e Bacharelado Ambiental pela UFRGS (2003), e mestrado em Ecologia também pela UFRGS (2006).
Atualmente, é colaboradora da Associação Periódico Torre de Pedra e do programa televisivo Torre de Pedra Cultural – Canal 6, POA TV - e também desenvolve trabalhos voluntários junto à Associação de Defesa Animal e Ambiental do Campus do Vale da UFRGS (ADAAC/UFRGS).

Confreira Efetiva.






Humanidade Desumana...

Candice Salerno Gonçalves


A humanidade é desumana. Nosso legado patriarcal e o machismo histórico que está incutido em nossa sociedade em nada contribuíram para que construíssemos um mundo sustentável, de convivência harmônica. Para que tenhamos um futuro de paz e de amor, teremos que trazer à tona o nosso lado feminino, matriarcal, sensível e de amor incondicional, pois feminina é a natureza e a nossa Mãe Terra. Em tempos em que muito se fala em educação, direitos humanos e ecologia, devemos lembrar que a verdadeira educação começa em casa – e que os direitos humanos começam com o respeito a toda e qualquer forma de vida. Descartes enganou-se quando criou seu famosos provérbio antropocêntrico: “Penso, logo existo”, pois “Sinto, logo existo” seria muito mais natural e humano. A dor do próximo, seja ele homem, animal ou vegetal, também pode doer tanto quanto a nossa.












Confraria Artistas e Poetas pela Paz - Todos os direitos reservados
Formatação e layout por Rosângela Coelho