Carlos Reinaldo de Souza

Médico, professor e acadêmico. Aparentemente calmo, procura conciliar as contradições entre seu mundo interior, romântico e solitário, e o universo exterior, eivado de realismo e carente de sonhos. Sonetista várias vezes premiado em concursos nacionais. Seu estilo é simples e romântico, às vezes, intimista. É Diretor Científico da Academia de Ciências e Letras de Conselheiro Lafayette e Diretor de Cultura da União Brasileira de Trovadores – UBT, Regional de Conselheiro Lafaiete. Amante da poesia, participou das antologias Lafaiete em prosa & verso, volumes I a XIII; Felicidade em prosa & verso (ALBA, 2003). Foi o vencedor, em 2007, do Concurso Nacional Brasileiros em Prosa & Verso, na categoria soneto. Reside em Conselheiro Lafaiete.

Confrade Efetivo.





O PODER DA PAZ
Carlos Reinaldo de Souza


Ela está muito distante da Terra,
foi expulsa pelos seres humanos...
Essência que o filho de Deus encerra,
onde estás, ó PAZ, que tanto almejamos?

Sabemos que nos deixaste, humilhada.
Retorna, ó PAZ, transforma a escuridão
em luz, numa bela e tenaz cruzada,
trazendo o amor, o sonho e a mansidão!

Seja bem-vinda promessa bendita,
dá luz aos homens, ampara nações,
elimina a guerra, herança maldita!

De todos os homens, em um segundo,
convertei para sempre os corações.
PAZ, só tua luz ilumina o mundo!












Confraria Artistas e Poetas pela Paz - Todos os direitos reservados
Formatação e layout por Rosângela Coelho