A Guisa de Introdução

PRIMAVERA PARA A VIDA!

Caríssimos confrades e confreiras...
Aqui estamos mais uma vez, na laboriosa luta pela vida, pelo bem.
Nossa arma? A escrita, a palavra em verso e prosa e através das artes - de forma geral.
Brindemos, festejemos a chegada da “Primavera!”
A estação das flores, de mil odores e de poder estimulante.., para a gestação, para a vida!

Geratriz de um mundo multicor, alegre, encantador... perfumado!
É a estação da renovação e reprodução da natureza; dos vegetais e de todos os seres vivos;o reino animal busca o acasalamento na estação das flores, do amor, da vida!
A ela..,os pássaros entoam o seu canto de louvor. Impossível é ficar indiferente a paisagem...Transbordemos de amor,poetizemos...absorvamos o cheiro das flores... Façamos a nossa parte, louvemos ao amor, pois ele é uma arte!

EstherRogessi
Presidente Regional e
1ª Vice-Presidente Nacional
CAPPAZ Recife/PE-BR
Recife,22/09/10 às 19h43min



Encerramento

Parabéns a todos nós: Cirandeiros da Irmã-Primavera - filha colorida e perfumada da Mãe-Natureza!!!!
Salve, CAPPAZ!!!

Abraço franciscano, JJotaPoeta!
Presidente de Honra CAPPAZ

Porto Alegre, 25 de setembro de 2010.


01.
Primavera e sua Metamorfose...
Marco A. Amado


Metamorfose...
Sopra o vento...
Ondulam as flores
Abundam as cores...
Sementes germinam...
São margaridas,
Hortênsias, rosas
E infinidade de flores...
Frutas no pomar.
Sorriso no olhar
Inverno a findar.

Cheiros aos milhares...
Aves trinando
E ao coração encantando

É a mãe natureza
Em todo seu esplendor
Trazendo renovação...

Cheia de vigor
Fascinando a visão
Com singular beleza
Que desponta com força e graça
Instigando novos sonhos

O gosto da esperança
Renasce com a primavera
São novos tons...
Novos sons...
Novos sabores...
E novos amores...
Que expurgam a saudade
Dando espaço a felicidade
Que anseia penetrar
Em nossa alma
Com graça e calma

Primavera renova e seduz
Iluminando nosso caminho
Com doce luz
Levando-nos a devanear
Vida nova... Vamos festejar!

(Ocram 10/09/10)



02.
Primavera e Vida...
Joyce-Lu@zul


Ah! Primavera chegou sua hora!
Primavera vem aos poetas inspirar
Poemas e canções a embalar...
Sim, a poesia da vida flui agora.

Eterna melodia do coração!
Pássaros e animais a festejar...
Ela com suas flores a perfumar.
Quando vem, recebe nossa saudação.

Quando se vai, deixa-nos seu olor,
Pra lembrar que retornará um dia...
Ao voltar, semeará vida e poesia.
Momento dos poemas de amor!

Deixará saudades por onde passar...
Primavera: Volátil tempo de vida!
Vida poderá, em breve, ser perdida.
Primavera e Vida: Tempo de Pazear!

“In” – A Volta da Lu@zul- 1ªEdição
-pág. 49-Ed. Alcance-2007
Releitura pela autora em

Balneário Camboriú 19/09/2010-19 horas



03.
Lambeção
Vanda Ferreira


Este ar primaveril,
beijado por beija-flores,
perfuma versos,
tinge de verde-esperança,
rima coração e canção,
passarinho e ninho;
alegria, cantoria, folia, formação de familia.

Este ar primaveril
refaz sucumbida morte,
valente desejo de semente;
processa desfolhamento
para plascentear,
nutrir embriões no exposto útero
fecundado em lambeção de vento.



04.





05.
Manhã Primaveril
EstherRogessi


É manhã, linda manhã...
O sol tênue dá brilho ao meu jardim e, as muitas flores se abrem para receber os seus raios cândidos, a esta hora, de início de dia. O orvalho da noite as umedeceu numa rega sutil e feminina... É primavera!
Margaridas, petúnias, rosas e jasmins.., colorem a minha paisagem; lindas borboletas a sobrevoam, dando maior beleza ao quadro e, um esbelto beija-flor baila e para no ar... Suga o néctar de uma rosa prazerosa em servi-lo.
A umidade da noite refletida nesse cenário multicor... Faz-nos ver o viço existente em cada uma delas... Do meu quarto... sinto o cheiro dos jasmins que, embranquecem o canto do jardim...
Bendigo ao Criador; bendigo a natureza...É primavera!

EstherRogessi
Presidente Regional CAPPAZ Recife-PE;
1ª Vice-Presidente Nacional CAPPAZ.

Recife,20/09/10 às 5h38min





06.
Estação das Cores
Akasha De Lioncourt


As flores se abrem aos borbotões,
São cores diversas, em vários tons,
Fragrâncias se espalham, ao vento.
Primavera, chegando a qualquer momento.

Um festival de aromas e flores,
Verdes são as folhas, viçosas e únicas.
Até a poesia tem mais rimas, mais amores,
Não há espaço para tristezas e dores.

Deixa a estação perfumada entrar,
Invadir seus sentidos, polinizar.
Não dá pra não se permitir contagiar.

São três meses de completa magia,
Cores e aromas, flores e paixões.
Primavera: arrebatando os corações.



07.
Primavera
BRita BRazil


É sabor de mel
das abelhas nas flores.
São beija-flores batendo suas asa

são cheiros de tantos perfumes,
nas flores,
é generosidade da terra, a brotar.

É primavera na sua esperança,
que a humanidade se sinta melhor
que a magia de todos odores
transmute o a dor, em beleza e em paz.



08.
Ela é prima
Nena Sarti


Flor é parenta.
Também mulher é flor,
brota em todas as primaveras,
desabrosa, perfuma,
exala beleza...
Sem cuidados murcha
e desaba ante a
acidez da indiferença...
Mas, tem esperança,
e em cores
sempre renasce,
por isso é prima,
obra de Deus!

- 20/09/10 -



09.
Diante da Primavera
Fernando Alberto Salinas Couto


Os campos estão mais alegres.
O céu se encontra mais limpo.
Cisnes, aos lagos, entregues
e aves cantam o novo tempo.

Nas praças, crianças a brincar.
Nas avenidas, canteiros floridos.
Jovens namorados a se amar
e poemas jamais declamados.

Não se trata de uma quimera,
mas somente uma temporada.
Estamos diante da primavera;
das estações, a mais venerada.

SP – 14/04/10



10.
Primavera e suas perspectivas
Lenir Castro


Primavera que deixa para
Trás os indícios do fog,
Da bruma mal construída No fim das manhãs,
Que dissipa os ventos que
Sopram e machucam os corações desavisados.
Primavera que constroi
A limpidez do dia e
Renasce em cada cantar dos pássaros
Livremente e
Principia as novas perspectivas de amor,
De fundir de corpos em sentimento
Único e pagão!
Primavera que traduz os sonhos
De otimismo e bem querência,
Que embota o pessimismo,
Fazendo renascer em nós,
A esperança traduzida em
Paz, Confiança e Fé.
Que venha a nós, rica primavera,
Que desfaça em nós,
A desconfiança do inverno
E deposite em nossas mãos,
A beleza embriagadora e plena
De todo o alvorecer!

Niterói, 20/09/2010



11.
Cores das Flores
Sidney Santos


No início deste enredo
Exaltando a pureza
Rosas brancas segredo
Paz por natureza

Para teu sorriso franco
Luz que sempre irradia
Lírios também em branco
Pra começar bem o dia

Da cor do vinho de França
Aumentando alegria
No champanhe a lembrança
De amor e simpatia

Dádiva e certeza
Com todo carinho e paixão
Rosas vermelhas, a beleza
Que nasce no coração



12.
Cenário de Primavera
kátia pérola


Na água a fertilização da terra
Em torno da beleza!
A Mãe natureza, rios e lagos.
As suas margens! Tudo a cantar.
Nos ramos e galhos pássaros
Mostram sua versão musical.
É maravilhosa Primavera.
Flores a nós se nutrir.
*Fartamos deste momento
Luzes e belas cores.
A destruir de vez as dores.
Reflete nas águas o céu azul
Em deslumbrar sorriso de criança.
Primavera belo cenário! Grande esperança.



13.
Idade
Haydée S. Hostin Lima


Consola-me a minha idade.
Venho exaurida de juventude:
águas calmas desejam meus pés.

Meus cabelos tem prateados,
não me faço mais dourada ao sol.

Não me ocorre suar as tardes
atrás de um ilusório amor,
tenho os amores que mereci.

Solitária, um tanto feliz
com as contas em dia
transito pela cidade,
buscando fios duráveis
para tecer um roseiral perfumado
a moldurar
a doce clara incansável poesia.

Encontro-os nos labirintos
da primavera da minha idade.



14.
Primavera
Elio Cândido de Oliveira


Vem a florir a estação.
Essências são jogadas ao ar.
Manifesta assim a natureza.
Em real e terna beleza.

Nós! O nítido pensamento
De nosso renascimento.
Primavera é vida reconstituindo.
Das imagens a preservar.

Coloridas as borboletas a voarem
Bem entre estas flores.
Se misturar em belas cores.

Liberta-se a alma! Canta.
Encanta a mente já em alerta.
É vida! É a primavera.

Ibiá-Mg



15.
Setembro
Eliene de Miranda


Fim do inverno,
Início da Primavera
Estação das flores
Camélia, cravo e rosa amarela.

Ser uma delas quisera
Desabrochar em cores
Embebida de mil amores

Conservar sua beleza
Adeus solidão e tristeza

São Paulo



16.
Cantigas de Primavera
Marly F. Tamani


Um suave encanto de tarde,
uma deslumbrante magia de entardecer,
a linguagem muda da brisa...
meditação e prazer!

meu verso festivo de primavera,
minha cantiga a ti está no ar,
nossa estação de amor...
espargindo perfume que faz sonhar!

hoje meu poema me leva a ti,
sua primavera sempre aqui
me traz de volta...
sua primavera eu vim sentir!



17.
Primavera de Pã...
J.J. Oliveira Gonçalves


Pã sopra em sua Flauta
Desperta o Cio da Terra!
Gorjeios, fragrâncias, flores...
Canta a Musa: é Primavera!



18.
Primavera. Arcoiris en tu son
Gloria Dávila Espinoza


Y llegó la primavera...
llenita de alegría
los prados y bosques en
comparsa de
flores,
pajarillos
y mariposas,
alegres entonan
cánticos de alabanzas.

No hay en su canto
tristeza alguna
toda ella es alegría
hermano, amigo, amiga
deja que la vida
respire en sus poros
deja que los prados sonrían
deja que la vida sea vida.

El sol me ha tomado de la mano
y pide que con él yo camine
la mañana celosa nos milra
mas ella sabe que
sin ella
el sol no sonríe.

El prado eleva
sus más vivos colores
a los bosques
que hoy despiertan
contentos
porque saben también
que sus confines
son todo festivos.



19.
Margaridas
-Óleo sobre tela -
Tânia Maria Souza






20.
Primavera
Humberto Rodrigues Neto


Estás certa no que dizes,
que é finda a estação severa,
e os rosais se abrem felizes
aos beijos da primavera...

Vestidas de roxo e alvo
já abriram minhas orquídeas,
e eu as ponho sempre a salvo
se o vento ao passar agride-as.

Já sorriem lá na varanda,
vivas, alegres, facetas,
em formato de guirlanda,
minhas mimosas violetas.

Por aqui, o cravo, a hortênsia,
abrem-se às pencas e aos maços
qual se ouvissem a cadência
e o compasso dos teus passos!

Mesmo belas uma a uma,
por incrível que pareça,
em beleza não há nenhuma
que contigo se pareça!



21.
Primavera
Silvia Benedetti

Não é difícil com um pouco de boa vontade tentar afastar o "baixo astral", que algumas vezes empana o sol dos nossos dias.
Primeiramente o que vale é esquecer o ontem, porque o que foi ontem, não vele para hoje, que é um novo dia.
Ontem foi o inverno e hoje estamos na primavera. Deixe para trás oontem que se perdeu na noite finda; viva o presente, esta primavera que possui lindas flores perfumadas e que só estão desde o silêncio molhado da madrugada, quando o sereno derramou brilhantes em suas pétalas ,para que mais belas ainda, enfeitassem os jardins, os campos e as avenidas.

Os desgostos, os fracassos e desventuras, fazem parte da vida, mas ponha na sua cabeça que HOJE é um novo dia e que este, pode ser o seu dia! Enfrente as adversidades e encare os desafios. Vista a couraça da confiança e arme-se de esperança. Calcule suas chances,sem esquecer que a vida é um jogo.

É PRIMAVERA! comtemple a harmonia que acontece na sábia natureza: Os tons do verde, ainfinita variedade das cores exibidas pelas flores... Observe ainda que tudo surge a seu tempo: Antes da flor, o botão, e antesdo fruto - a flor. Observe também como as plantas procuram a luz do sol, sem se acomodarem a sombra. Todo SER HUMANO vive momentos de dificuldade, mas se há problema, é porque existe solução. Deus, ou seja, a fonte de energia que regula a vida no universo, a todos atinge e beneficia. Confie e lute, porque vale a pena confiar e lutar!
Veja, afinal chegou a PRIMAVERA! deixe-a frutificar no seu coração, e certamente as nuances de suas flores enfeitarão os seus caminhos, seus perfumes abrandarão seus tormentos, mostrando-lhe que a vida é bela, e que a PRIMAVERA é de todos nós.




22.
Primavera
Kika Brandão


Chega a primavera,
E com ela a beleza e o perfume das matas e das flores
Os pássaros se reúnem em bando e seguem em revoada
Abrindo a estação com seus lindos cantos e cores a nos saudar.
Sigo o som do canto
Sinto o perfume da paz
Busco a melodia que a cachoeira me traz
Ouço o chamado do vento
Sigo as flores deixadas como trilha em meu caminho
Colho-as com carinho
Algumas eu enfeito meus cabelos...
Outras eu guardo para você!



23.
Canção à Primavera
Eloísa Antunes Maciel


A Primavera chega, alvissareira,
Depois de se anunciar timidamente...
Às vezes, se antecipa pelos prados,
Nas avenidas e nos descampados,
Semeando seus efeitos lentamente...

A primavera chega, resplendente...
Anima a vida com sua luz e cores...
Reveste os campos de verdor intenso,
Parece afugentar, com puro incenso,
Tristezas, desalento e dissabores...

A primavera chega dadivosa...
E faz da Natureza o seu altar...
E à criatura humana traz alento,
Como a aliviar os seus padecimentos,
E a sua esperança renovar...

A primavera chega, esplendorosa,
E veste a relva com o seu verdor...
Acolhe o passaredo com carinho,
A cada ave vai prover seu ninho,
Do ser humano minimiza a dor...

A primavera chega, promissora,
E muitas emoções vai despertar...
Reflete-se no olhar do enamorado,
No riso do velhote desdentado,
No aroma que se expande pelo ar...

A primavera chega e se prolonga...
Mas tem seu tempo, sua duração...
E os frutos de suas flores são notados
Nos campos e pomares, nos cerrados,
Marcando sua presença no verão...

Se a primavera chega... e vai embora,
Os seus efeitos devem perdurar.
E vão permanecer como lembrança,
Até que se renove uma esperança,
E, enfim... a primavera retornar...



24.
Estação Primavera
Soninha Poetisa


Você já viu uma árvore primavera?
Não!
Não sabe o que está perdendo
Tem uma beleza rara,
Que formam um lindo tapete de pétalas
Tem vermelhas, roxas, amarelas e branquinhas
São musas dos poetas que a transformam em poesia
É tanta beleza e tanta magia
Os beija-flores se alimentam dela
As borboletas ficam em volta
Anunciando a primavera.



25.
Florada Amarela
Ana Teresinha Drumond Machado


Paciente, se despe a folhagem.
O tronco esguio em fios nus
se posta hirto... desramado
à espera de uma nova roupagem.
Pintam nos galhos pontos de luz.

Negros colibris bailam esvoaçados
De flor em flor, saciados
Livres... leves...laureados...


No céu azul, o amarelo
Entremeia e anela à paisagem.
A vida vai amarelecendo,
à primavera vem bendizendo.
A natureza traz-nos os primores
deste poético tapete de flores.



26.
Printemps- Le Chemin de la Paix
Léon Lambert-FR






27.
Kedma O'liver


Chovem pétalas
As árvores renascem...
Chegou a primavera.



28.
Luz nas Violetas
Kedma O'liver


Belas cores em nuances: roxa, azul e violeta
refletindo a cor do sol... desperta a mente poeta.
Dourado, de encontro a luz, se espalham na folhagem,
deixa um quê de surreal no verde da ramagem.
Singeleza das flores, cada uma com sua cor,
como se viesem do sol o seu lindo fulgor.
Violetas são sensíveis, são para dentro do lar,
transmitem a pureza e a leveza de se amar.
As mãos que as oferecem querem mais união,
as que recebem, guardam com o coração.



29.
Primavera
-Óleo sobre tela -
Gislaine Wachter






30.
Chegou a Primavera
Gislaine Wachter


Nova estação....
para renovar para brilhar
para florir
nova estação....
para amar para brincar
para abrir
nova estação....
para admirar para plantar
para sorrir
nova estação....
para renascer para viver
para abrir o coração
e te receber....



31.
Cenário de Primavera.
Kátia pérola


Na água a fertilização da terra
Em torno da beleza!
A Mãe natureza, rios e lagos.
As suas margens! Tudo a cantar.

Nos ramos e galhos... pássaros
Mostram sua versão musical.
É a maravilhosa Primavera
Flores a nos alegrar

Fartemo-nos desse momento
Luzes e belas cores.
A destruir de vez com nossas dores.

Refletindo nas águas o céu azul
Tal qual, o deslumbrar do sorriso de uma criança.
Primavera belo cenário! Grande esperança.



32.
Primavera CAPPAZ para a Vida!
Flávio Martinez


Primavera CAPPAZ:
É primavera de paz;
É luz de cores belas
No encanto da tela do amor.
É vida consciente
E sempre presente na ação.

Valorizar a vida é valorizar
O viver com alegria e gratidão....

O tempo é jóia valiosa
Que nós criamos suas formas e lapidação...

Ser CAPPAZ é ser planeta em evolução
Com flores de amor em cada coração.

Primavera é tempo de flores
E CAPPAZ é todo tempo de boas ações.
Seja da vida o ourives criativo
Da sua felicidade.
Parabéns primavera!
Parabéns pra você que é CAPPAZ!



33.
Primavera para a Vida
Carlos Reinaldo de Souza


“Primavera para a vida”,
sugeriu a Presidente;
a nossa CAPPAZ querida,
devo atender, sorridente.

Primavera é uma estação
de flores, luz e beleza;
traz o amor ao coração,
fala de Paz, com certeza.

Ela transforma a vida
de todos os animais;
ela, também, dá guarida
aos mais belos vegetais.

Surgem flores coloridas,
nos jardins e passarelas,
transformam as nossas vidas
nas mais belas aquarelas.

Salve, pois, a Primavera,
mensageira da pureza,
tudo parece quimera,
numa festa de beleza !



34.
Final de inverno
Marina Martinez


Muita chuva e muito frio.
Ali, na esquina, a primavera espia.
Uma flor que outra, entre gelados pingos,
empresta sua cor a um dia sombrio.

Tarde lúgubre. Momentos frios.
O vento, ensandecido, rodopia,
criando temor e choramingos,
quebrando telhas, enrolando fios.

Encaro a chuva, me arrepio.
Tento não olhar a rua molhada,
nem ver, na janela, respingos.
O tempo passa, soturno e arredio.

Será pela tristeza do dia?
Será pela friagem da alma?
Ou pelo vento que enlouquece
e tira da tarde a calma?

Enrolo a manta nos braços
e seu calor me aquece.
Busco, das flores, traços.
Primavera, estás tardia.



35.
Girassóis
Odilon Machado de Lourenço


Sempre disputadas pelas abelhas e os campos
Amam tanto viver como flores que não querem tornar-se frutos
E são sempre flores.
Preferem morrer como flores.



36.
Onze horas
Cida Micossi


Pra quem conhece as onze horas
Não é difícil explicar
Seus caprichos, suas manhas
Nas manhãs a vicejar
Preguiçosas, sonolentas
Hora certa pra acordar
Nos darão a recompensa
Logo que o sol as beijar

Pequeninas, tão singelas
De variado colorido
Elas se abrem em tapete
Multicor em meio ao verde
Espalhando-se viçosas
Do amarelo à cor de rosa

Mas desde que o sol se põe
Até que amanheça o dia
As britânicas florzinhas
Privam-nos de sua companhia
E sempre no mesmo horário
Nossos olhos vão sorrir
Presenteados pela beleza
Das onze horas a se abrir.

Santos,16/09/2010



37.
PRIMAVERA...
Marco A. Amado


Discreta metamorfose Divina
Encantos e beleza...
Diversos perfumes...
Tão peculiar a natureza!
Revive ao seco;
Revigora a florada;
Aromas e sabores...
Aquecem-se aos amores
Brisa que acalenta
Bailando na chuva!
Céu colorido...
Brindam olhares sorridentes
Pulsando e agitando
Novas paixões...
Ah, como é doce
E bela a primavera!

(Ocram 01/09/10)



38.
Primavera para a Vida!
Joyce L. Krischke


Respiro um mágico olor no ar
Na brisa cálida à beira mar
Perfume de flores na calçada
Espalha-se na minha sacada.

O sol alimentando as flores
E namorados cantando amores.
Renasce a poesia adormecida...
É Primavera para Vida!

Sim, ouço os pássaros a cantar.
Vejo as flores a me encantar...
Doce perfume... suave melodia!

Primavera,cantares... alegria!
Primavera: renascer por inteiro
Na Paz e Bem do Amor verdadeiro.

Balneário Camboriú/SC – 25/09/2010- 17:15



39.
Sérgio Martins Pandolfo


Salve, salve a primavera,
de aromas, flores, anelos;
que fosse assim eu quisera,
mês após mês dias belos.



40.
PRIMAVERA
Paulo Rodrigues


A linda lua me fragou pensando em você
e o seu sorriso surgiu meigo no horizonte
acordando na suave aurora
as borboletas e cigarras e beija-flores
enfeitando com amor o jardim do meu coração.

No azul e verde do Brasil
a primavera floriu na sua doce face.

As flores coloridas sorriram felizes no nascer do astro Rei
e os lindos passarinhos cantaram juras de amor no seu ouvido.

As arvores se encheram de coloridos sabores
e alimentou a inocência em seus sonhos.

Os animais acordaram para o acasalamento da vida
e o ciclo do amor inspirou
esse poeta apaixonado cantar belos versos
para sua amada,
sua musa inspiradora.

SOROCABA SP



41.
Canto da Primavera!
J.J. Oliveira Gonçalves


Quisera ser, sim, o sabiá cantor
Que, no quintal, saúda a Primavera!
Na pitangueira carregada em Flor
Ser esse mano, ah, meu Deus, quem dera!

Que o sabiá pastoreia a própria Dor
Com seu Flautim de Mel bem afinado!
Esparge Paz e Bem... Louva ao Senhor
Da Natureza um Ser - Belo e Inspirado!

Mais poeta do que eu - o passarinho
Tem a inocência d'Alma da criança
E a Pureza leve de um carinho!

Embora a madrugada escura e fria
Quisera ser o humilde sabiazinho
Com certeza, de Deus... Sacra Poesia!

A Primavera já chegou... No entanto,
Somente tu tens da Estação o canto!

Porto Alegre, 24 de setembro/2010. 16h20min





SELO DE PARTICIPAÇÃO

Pegue seu selo de participação na 15ª Ciranda Especial CAPPAZ, clicando com o botão direito do mouse sobre a figura e em salvar como.



Valsa das Flores







|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||


Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados