PARTICIPANTES - CIRANDA TEMÁTICA (Índice)

01- Carlos Reinaldo de Souza (06 e 11)
02- Deomídio Macêdo (10)
03- Dilson Ferreira da Silva (03)
04- Eda Bridi (12)
05- João José Oliveira Gonçalves (01)
06- Joyce Lima Krischke (08 e 09)
07- Nena Sarti (07)
08- Rosângela da Silveira Coelho (02)
09- Suely Sabino Reis (Sys) (04)
10- Vera Passos (05)



PARTICIPANTES - TEMA LIVRE (Índice)

01- Akasha De Lioncourt (05)
02- Eloísa Antunes Maciel (04)
03- Elzio Luz Leal (02)
04- Joyce Lima Krischke (06 e 13)
05- Marcelo de Oliveira Souza (14)
06- Marina Martinez (11 e 12)
07- Nádia Cerqueira (01)
08- Odilon Machado de Lourenço (09 e 10)
09- Palmira Heine (03)
10- Sérgio, beija-flor-poeta (08)
11- Varenka de Fátima Auaújo (07)




PARTICIPAÇÕES - CIRANDA TEMÁTICA

-01-
É Tempo de Páscoa!
J.J. Oliveira Gonçalves


É tempo de Páscoa
É tempo de Vida
O coelhinho multiplica a Vida
Os ovinhos: a Vida multiplicada...
É tempo de Páscoa
É tempo de Amor
de Paz
de Alegria...
É tempo de Páscoa
Tempo de Ressurreição
Jesus voltando da Crucificação...
É tempo de Páscoa
É tempo de Reflexão
de Luz e Esperança
de Bem e de Perdão!
É tempo de Páscoa!
É tempo de Renovação:
em meu e em teu Coração!

Porto Alegre/RS



-02-
É tempo de páscoa
Rosângela Coelho




Curitiba/PR



-03-
Algumas coisas são explicadas pela
ciência, outras pela fé. A Páscoa ou
Pessach é mais do que uma data, é
mais do que ciência, é mais que fé,
Páscoa é amor. (Albert Einstein)


P A S S A G E M !
Dilson Poeta


Surge mais uma semana santa
Em que a cristandade se levanta
Para a Feliz Páscoa comemorar.
Nela está explícita a mensagem
Que seja completa a passagem
Onde o morto possa ressuscitar.

Oremos pra que haja mudanças
Que a nação cuide das crianças
E chocolates todas possam comer.
Embora tudo isso sejam utopias
Que continuemos fazendo poesias
Para que a paz venha acontecer.

Em um chocolate feito coelhinho
Aos gestos em forma de carinho
Como se fosse certa ressurreição,
Que tudo se transforme em novo
E antes de aceitar o apetitoso ovo
Aceite Jesus Cristo no seu coração.

Natal/RN, 12/04/2017



-04-
Comemore a páscoa
By Sys


Família reunida hoje,
Hoje comemoramos a páscoa,
Páscoa Cristã também tem doce,
Doce sorriso da família.

Família que crê em Deus,
Deus soberano é este,
Este Deus que nos veste de paz,
Paz que só a fé alcança.

Alcança a união no lar,
Lar que cresce com vida,
Vida em Deus é eterna,
Eterna memória do seu poder.

Poder tem Deus nas nossas vidas,
Vidas hoje feliz por lembrar,
Lembrar que não somos mais cativos,
Cativos não comemoram,

Comemoram os livres
Livres, eternamente livres,
Livres convidam
Convidam para festejar hoje.

Coronel Fabriciano/MG



-05-
Páscoa
Vera Passos


Várias situações envolvem a PÁSCOA tais como:

A passagem do povo pelo deserto para chegar à TERRA PROMETIDA, o combate, a fome, o sofrimento, a aridez... o retorno, segundo eles.

Páscoa a festa da Ressurreição do CRISTO, após o sofrimento da cruz

Hoje, esperamos a REFLEXÃO do povo do MUNDO, que evoluiu tecnologicamente, mas, infelizmente espiritualmente ainda guarda dentro de si um leão feroz, que pensávamos adormecido para sempre. Cada qual no seu egoísmo e na constante guerra interior, busca satisfazer seus sonhos, da mais diversificada forma possível, sem se preocupar com o que possa acontecer ao PRÓXIMO; se afasta do outro ser humano e o intitulo adversário e facilmente, INIMIGO.

Cresce o número de religiões e líderes que levam a MASSA à loucura, a ponto de exterminar raças, alienar grupos, promover conflitos, poluir O PLANETA COM PENSAMENTOS ESCABROSOS e imagens de crimes hediondos pelas mídias sociais.

PÁSCOA deveria ser o caminho que fazemos pelo PLANETA TERRA, UM PARAÍSO que nos proporciona satisfazer todas as necessidades. PÁSCOA deveria ser a observância do trabalho dos pássaros e outros seres que semeiam as nossas matas.

PÁSCOA é levar à FAMÍLIA HUMANA, O AMOR, através dos líderes como JESUS, que através da PALAVRA E AÇÃO, amenizam o coração.

PÁSCOA MENSAGEM PACIFICADORA DOS ARTISTAS DA CAPPAZ.

Salvador/BA



-06-
O Sentido da Páscoa
Carlos Reinaldo de Souza


Páscoa, divina mensagem,
Jesus renasce na Luz,
no mundo surge a imagem
de um Rei que à Paz nos conduz.

No céu, o Pai O recebe,
pois a missão concluiu,
na Terra, o homem percebe
a Boa Nova de abril.

O Bem ressurge na Terra,
pois Deus assim sempre quis,
o Bem afasta a guerra,
e a Paz a tudo bendiz.

Jesus deixou a herança,
do Bem à humanidade:
pregou Justiça e Esperança,
O Amor e a Fraternidade!

Lafayette/MG



-07-
A PÁSCOA HOJE
Nena Sarti


Os votos e os presentes,
O Círio Pascal,
O cordeiro sem mancha,
O peixe, os ovos,
O coelho a correr,
O povo escravo.
No Egito?
Não! No hoje!
E Deus na aflição.
Cristo o bom judeu
Celebrou e viveu
A Páscoa hebraica:
A imagem, a passagem,
A morte e a ressurreição
Pessach ontem,
Passagem sempre!
A PAZ que se encontra
NELE!

Campo Grande/MS-2017



-08-

2º Domingo de Páscoa
Joyce Lima Krischke




Porto Alegre/RS



-09-
Páscoa
Joyce Lima Krischke




Porto Alegre/RS



-10-
PÁSCOA
Deomídio Macêdo


Presente para todos nós
Ali no terceiro e profícuo dia feliz
Surge Jesus no firmamento a sorrir
Confirmando a imortalidade da alma
Oportunizando-nos a conhecer o espírito que sobrevive a matéria
Anunciando assim, o início da Fé Cristã: PÁSCOA.


Salvador/BA



-11-
A Ressurreição
Carlos Reinaldo de Souza


Jesus, o Mestre, morreu,
em transe a Terra ficou,
o homem não entendeu
tudo que Ele ensinou.

O homem não aprendeu
sua mensagem de Amor,
um crime, então, cometeu,
ao céu se eleva um clamor.

Ele cumpriu a promessa:
estava escrito que o Amor
a escuridão atravessa
e tudo se fez esplendor.

Cristo se eleva ao céu,
assim se cumpre a Lei,
leva nas mãos um troféu,
ao Pai retorna o Rei.

Lafayette/MG



-12-
CRISTO É NOSSA PÁSCOA
Eda Bridi


Cristo ressuscitou! Deixemos que Ele penetre em nossos corações, que ultrapasse as portas de nosso ser, revele-se a nós e mostre-nos que a vida supera a morte.

A ressurreição é momento de glória e de alegria. Alegria que compartilhamos com nossos irmãos e que queremos a cada dia, nos lares e na vida das comunidades.

Que a morte de Cristo não seja em vão. Ele morreu na cruz, por nós, para nos salvar, para salvar a humanidade, que está sedenta de justiça e de paz.

Que a nossa casa interior esteja sempre preparada para acolher Cristo que se revela através de nossos irmãos. Que o amor, o perdão, a solidariedade, a compreensão, a ajuda mútua nos unam no abraço fraterno.

A nossa oração se eleve ao céu, invocando a luz divina, que há de nos guiar no caminho do bem e da paz!


Sobradinho -RS







PARTICIPAÇÕES - TEMA LIVRE

-01-
Sintonia
Nádia Cerqueira


Ser sua amiga é ser as gotas de sol
No final da tarde...
Onde o indefinível invade o Universo
E um riso se solta no ar
Com pureza ou malícia, sem alarde...
Existe uma sintonia com transparência
Nas nossas conversas entrecortadas
Que perdem-se no ar enquanto que velozmente
O tempo passa, ficando a essência...
Por um acaso caíste em meu mundo
Como um raio de luz cheio de doses
De loucura e carinho em cada segundo...
Aprofundando em nossas mentes
Sentimentos de liberdade e fantasia
Que nos conduzirão para um encontro
Único e sólido com a poesia!

Salvador/BA



-02-
Faltas
Elzio Luz Leal


Sinto falta das pequenas gentilezas,
Do olhar amoroso de cumplicidade...
Do beijo furtivo, enquanto lia o jornal.
De quando, distraída, falava banalidades
E pedia desculpas por se achar imoral.

Das massagens suaves no pescoço,
Dos dedos que deslizavam nos cabelos.
Das horas ermas, só nossas!
Dos olhares para o nada, indefiníveis,
Das nossas tristezas e fossas...

Sinto falta da minha leitora,
Crítica ferina e capaz revisora,
Quando dizia: - Você pode melhorar.
Eu lhe dava um beijo caloroso,
E ela falava: - Isso você sabe fazer bem!

Rio de Janeiro/RJ



-03-
Afogar em poesia.
Palmira Heine


O mar de versos mergulhou em mim
Remexeu,
Inundou
Revirou
Encharcou
Me arrastou pelas suas ondas
E então, na correnteza fria
Afoguei-me em poesia.

Salvador/BA



-04-
TONS DE OUTONO
– REFLEXOS DA SUBJETIVIDADE DO OBSERVADOR...
ELOISA ANTUNES MACIEL


“Outono triste”... “Outono cinza”... “Outono sombrio”... Ou:

“Outono Mensageiro”... “Outono Alvissareiro... “Outono Precursor”?...


Você pode “ver” subjetivamente o outono associado a fatos e acontecimentos, bem como a circunstâncias (frustrantes ou gratificantes) de suas vivências atuais ou pretéritas e, através de dessas lentes, conotar um tom que venha a expressar o sentido dessas vivências. Daí a possível adoção do tom cinza para designar vivências frustrantes ou alienantes, assim como o termo azul para vivências animadoras, ou rosa para aquelas que perceber como (quase) plenamente gratificantes... Sob essa ótica, o outono – precursor do inverno - poderá ser conotado com o tom cinza por pessoas que percebem esse prenúncio como um “pré-aviso” de catástrofes que se desencadeariam associadas aos fenômenos climáticos da estação porvindoura, enquanto outros tons, logicamente, estariam a conotar situações mais estimulantes relacionadas à estação hibernal...

Nesse “novo” contexto os tons de outono seriam atribuídos como designativos de situações que expressem a correspondência harmônica entre o ambiente natural e o humano, enquanto as mudanças prenunciadas também seriam relacionadas a ambos – o natural e o humano – e os tons seriam conotados de forma diferente, tendendo ao alcance de significações mais abrangentes no binômio conotado como mudança de estações – como o outono – e sua correspondente relação com as mudanças no plano ambiental e humano como totalidades integradas num contexto mais amplo. E esses tons tenderiam a ser definidos em função da amplitude dessas totalidades – não mais restritas a determinadas conotações e, por conseguinte, à atribuição de um tom restrito a percepções limitadas – como se o outono e as demais estações do ano estivessem atrelados a essas atribuições, sem relação com a totalidade em que se inserem.

Mas... Enfim? Qual o tom que representaria essa totalidade multi-significativa? Algum tom especialíssimo? Sim. Mas não apenas um simples tom, porém uma ampla e plena “fusão” de todos os tons que resulta no branco radiante e pleno do espectro solar...

Precisaria dizer algo mais? Sim. Essa plenitude multi-significativa estaria também a designar uma ampla concepção da Paz Universal – que não se atrela à atribuição de um determinado (e particularizado) tom a conotar a especificidade de uma também determinada estação do ano...

Ainda é preciso dizer mais? ...Por ora, parece-me não ser necessário – nem oportuno...


São Martinho da Serra/RS



-05-
Semeando Sonhos
Akasha De Lioncourt


Eu semeio no vento,
Sementes de amor e perdão,
Sei que ele as carrega,
Para onde não me alcança a mão.

Flores lindas nascerão,
Cheias de cores e pétalas,
A mágica faz o perdão,
Trazendo outras mais belas.

Semeio paz para todos os povos,
Busco a luz das Nações,
Querendo, sempre, cultivar sonhos.

Busco amor, alegria e harmonia,
Na terra, que é a origem da vida...
E que nos brinda com a sua magia.

São Paulo/SP, 06/09/2006



-06-
Vida Longa
Joyce Lima Krischke




Porto Alegre/RS



-07-
Patrick Mascarenhas
Varenka de Fátima Araújo


Lá vem ele
sorridente
afetuoso, convidativo
vibrando-lhe os olhos
com honra, fidelidade
existe um grande reinado
escondido na mente
fazendo a festa o moço
segue girando no recinto
misterioso e encantador!
É impossível conter
o sorriso fascinante.
Em, " Vamos Sorrir"
o doutor inventor
do sorriso franco.

Salvador/BA



-08-
Os nove anos
Sérgio, beija-flfor-poeta


Nove não é primo de Adão,
Ou tão pouco o irmão de Eva.
A Era da Paz; prego na Mão
Cão lambendo as carniças da guerra.

Terra quente nas noites de verão,
Paixão de Cristo - a morte me espera;
Fera: presa pro Drácula no caixão:
Sertão de homens da besta fera.

E quando o mundo acordar na noite,
Será bombardeada a Coréia do Norte.
Os americanos e os russos na foice:

Impiedosos, cortam a garganta da morte;
O congresso apunhala o corpo podre
Do Brasil que sangra a última gota da sorte.

Munich/Alemanha



-09-
Dois lados de um rio
PARA ADRIANA LUZ.
Odilon Machado de Lourenço


A terra fez crescer folhas nascidas do sol
Serenos salivaram flores nesses dias
Frutas desceram pelas mãos das manhãs
Pássaros cantaram auroras de amor
Cresceram brotos aos olhos da vida
Assim como nasceram mãos
Ecoaram palavras aneladas no amor
Perfumes ventaram luares
Sublimaram cores brindadas no vinho
Encheram céus as chuvas de luz
Cortinas abriram janelas beijadas de paz.

Maceió/AL, 09/04/2017.



-10-
Renascimento
Odilon Machado de Lourenço


Na presença do mar à beira da praia
Ondas infiltram nas areias segredos das águas
Aurora brilhante ilumina o espaço
Põe fogo nas águas borbulhantes do mar
Vagas se agitam em ventos-marés
Gaivotas são lemes à deriva no ar
A vida tão cega nas miragens do mar
A vida tão clara no salino do mar
A sombra da noite reluz no espaço
Nas luzes celestes o encontro do extremo
Levam na cauda as cinzas do sol.

Maceió/AL, 22-04-2017.



-11-
VERBO VIVIDO
Marina Martinez


Viver é conjugação diária do presente.
Affonso Romano de Santana


Viver. Verbo regular de alguma conjugação.
Conjugo a ação de viver de modo regular.
No meu infinitivo pessoal
busco o passado mais que perfeito
mas só encontro, de modo imperativo,
mazelas de um tempo desfeito.
Descubro o futuro do pretérito,
regido pelo “se” alternativo
que diz o que poderia ter sido
se não ocorresse distorcido.
E, ao conjugar a ação, no presente,
tento ver o futuro, escondido.
Será um tempo verbal ativo
ou, como sujeito passivo,
deixarei meu presente ser passado
e meu futuro não ter indicativo?

Porto Alegre/RS



-12-
VIDA E OUTONOS
Marina Martinez


Dos meus outonos de vida
recolhi algumas folhas amarelecidas.
Guardarei naquele baú
em um canto da memória
onde já estão alguns livros infantis,
o terço da primeira comunhão, esquecido,
uma aliança que sobrou sem dedo,
uma carta nunca remetida,
uma flor sem forma,
mumificada por lembranças,
mantas rendadas,
pelo tempo esmaecidas,
um velho vaso de porcelana, partido.
Coloco as folhas com cuidado.
Não quero acordar minhas memórias
nem dilapidar, pelo toque, a ternura
em cada peça contida.
Abro os olhos e saio do meu interior,
preservando aquela intimidade sem prazo
que ronda as realidades importantes da vida.

Porto Alegre/RS



-13-
A Voz do Silêncio
Joyce Lima Krischke


Ah, o silêncio... diz além do som!
Silêncio de alguém pode ser dom.
Palavras que somem na emoção.
Palavras guardadas no coração.

Palavras ditas, lidas, ouvidas
podem levar ao silêncio das vidas.
Oh! A Voz do Silêncio muito diz
Até pra quem some e nada diz...

A Voz do Silêncio do mosteiro
transmite paz ao mundo inteiro.
Ouço quem semeia palavras ao léu...

Cautela na comunicação - Paz.
Veículo do bem que ela refaz
Verdade não se oculta por véu...

Porto Alegre, 22/10/16. 19:20



-14-
Cidade de Salvador
Homenagem aos 468 anos de Salvador.
Marcelo de Oliveira Souza


Dia de feira
Tô com fome
Vou ali comprar!
São Joaquim, Sete Portas
Ali é o lugar.
Santo Antônio, Bonfim
Hora de rezar.
Campo da Pólvora, Curuzu
Você vai ficar.
Cidade baixa, na Ribeira
Tem sorvete lá!
Cidade Alta, no Lacerda
Vou te enxergar.

Todos os Santos
Na baía, é de encantar
Do Centro Histórico ou
Da Barra, a gente vai lembrar.
Tudo bonito,
Tem sorriso de encantar.
Sou carioca ou baiano
Aqui vou morar
Essa cidade é muito linda
Vamos nos deleitar!
É da garota ou menina
Salvador, aniversário
Você vai gostar.

No seu dia
É todo dia
Tem tudo de encantar...
Trio elétrico, carnaval,
Caruru, acarajé e vatapá...
Numa poesia...
Um mundo, uma alegria
Salvador contagia
Eu vou comemorar!

Salvador/BA





SELO DE PARTICIPAÇÃO







COMENTÁRIOS

Gostou da ciranda?? Então deixe seu comentário abaixo.
Por gentileza somente comentários sobre a ciranda.













|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||


Arte e Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados