CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz

Utilize esse comando para parar
a música de fundo e os respectivos
comandos para ouvir as demais
músicas.




À GUISA DE INTRODUÇÃO

17ª CIRANDA MENSAL - CAPPAZ

AMIZADE- SENTIDO DA VIDA

Recebemos sugestões de membros da CAPPAZ sobre o tema que refletiremos em prosa/ verso, em artes plásticas e em música na 17ª Ciranda Mensal.
Entre as sugestões recebidas não houve citação do tema carnaval. No ano passado (2009) a Ciranda do mês de fevereiro teve como tema:
- Carnaval: Uma Cultura de Paz e Alegria.
Após analisarmos as sugestões recebidas para Ciranda Mensal de Fevereiro-2010 constatamos que a maioria sugere dois temas: Amizade e Vida.
No dia 14 de fevereiro, comemora-se o Dia da Amizade, assim sendo estamos convidando a todos os membros da CAPPAZ- Confraria Artistas e Poetas pela Paz para juntos divulgarmos a cultura de Paz, enviando ao Mundo nossa mensagem, que integrará a 17ª Ciranda Mensal-CAPPAZ, sob o tema:
Amizade- Sentido da Vida.
Creio que este tema, face à sua abrangência, dará ampla liberdade de expressão e apresentará grandes possibilidades de abordagens diversificadas e atuais.
Amizade e Vida são palavras objeto de expressões e interpretações as mais diversas.
Amizade – Lê-se sobre Amizade desde as profundas reflexões de Aristóteles (350 anos a.C.) e do dito “filósofo da amizade”: Epícuro (341-270 a. C.) como, também, é muito debatida e decantada através dos tempos e até hoje.
Vida- Ontem, hoje e amanhã a Vida será um dos temas, senão o maior tema para alguém escrever, um dos maiores e mais significativos temas para reflexão e debate.

A 17ª Ciranda Mensal tem a coordenação da cara confreira Aparecida de Lourdes Micossi Perez- 1ª Vice-Presidente Nacional-CAPPAZ e Presidente da Regional CAPPAZ- São Paulo. Ela aceitou a coordenação em atendimento ao nosso convite e em observância ao disposto em nosso Regimento nos artigos: “Artigo 14; Artigo 11; Artigo 26 f. Artigo 27 a.; Artigo 31... g.

Sejam todos muito bem-vindos às nossas telas e ao site CAPPAZ, refletindo e debatendo:

AMIZADE- SENTIDO DA VIDA

Balneário Camboriú, 07 de fevereiro de 2010.
Joyce L.Krischke - Presidente-Fundadora -CAPPAZ

 

 

 

AGRADECIMENTOS

Na qualidade de agora 1ª Vice-Presidente Nacional CAPPAZ, dirijo-me a vocês. Tive a incumbência de coordenar a Ciranda Amizade – Sentido da Vida; confesso, caros CAPPAZes, que nunca fizera isso antes, mas entendo que os desafios são para ser enfrentados. E cá estive eu, desde o dia 09 de fevereiro batendo à porta dos seus “PCs” e solicitando participação na Ciranda. Elas foram chegando aos poucos, meio que timidamente, uma ou duas ao dia, e eu retornava o contato solicitando mais e mais.

Eis que é findo o prazo e ela aí está, uma produção de mais de vinte textos, com a colaboração importantíssima dos caros Confrades e Confreiras, porque se não houvesse essa participação, obviamente que a Ciranda não aconteceria. Provas de Amizade, de inspiração, de talento: completa está mais uma ciranda CAPPAZ, numa demonstração de que prioritariamente o espírito fraterno reina nesta Casa virtual, a CAPPAZ.

Àqueles que, do mais remoto chão desta terra chamada Brasil até os fisicamente tão próximos, os que participaram e os que por um motivo ou outro não conseguiram enviar seus textos, deixo em nome da Confraria de Artistas e Poetas pela Paz, os nossos sinceros agradecimentos.

Pela Paz,

Aparecida de Lourdes Micossi Perez

 

 

 

RELAÇÃO DE PARTICIPANTES

01- João José Oliveira Gonçalves
02- Osmar Ricardo Lazarini (Sonekka)
03- Celso Corrêa de Freitas
04- Sidney Santos
05- Ana da Cruz
06- Ana Teresinha Drumond Machado
07- Eloisa Antunes Maciel
08- Sílvia Araújo Motta
09- Fernando Alberto Salinas Couto
10- Pablo Silveira
11- Verney Ferreira Naves
12- Humberto Rodrigues Neto
13- Leonardo André Oliveira Neto
14- Paulo Rodrigues
15- Marco A. Amado
16- Akasha De Lioncourt
17- Marly Feliciano Tamani
18- Carlos Reinaldo de Souza
19- Celso Corrêa de Freitas
20- Sílvia Benedetti
21 – Odilon Machado de Lourenço
22 – Joyce Lima Krischke
23 – Cida Micossi

 

 

 

PARTICIPAÇÕES

01-

Amizades: Lições de Vida!
J.J. Oliveira Gonçalves

Amizades de minha mãe – leais
Ah, tempos de Amizades verdadeiras!
De minha avó-materna eram iguais:
Não eram faz-de-conta... interesseiras!
 
Guardei desse Sentir doces lembranças
Sorriso, abraço e beijo carinhosos!
Peregrinei por décadas... andanças:
Nunca olvidei tais gestos Amorosos!
 
Lições de Vida co’elas aprendi
Tão cálidas, fraternas Amizades
Verdades com as quais eu convivi!

Tão puro Sentimento – é Comunhão
Que as Almas une por afinidades
E faz do Amor o Altar do Coração!

Enfim, é um Bem-Querer a Amizade
Calcada em Respeito e Liberdade!

Porto Alegre, 08 de fevereiro/2010. 09h47min – HS
jjotapoeta@yahoo.com.br http://transmutacoes.zip.net

02-

Vendaval
Sonekka/Pedro Moreno

Da-me o último beijo
antes do ar da alvorada
antes do sol levar o sonho
pelo fio do breu da estrada.

Da-me a luz do teu riso
antes que tempo se feche
e o sonho se ache
no meio do temporal.

estenda-me a mão
antes que os braços se retraiam
e os abraços se espalhem
no meio do vendaval

http://www.youtube.com/watch?v=cAdg0iQnGaU

03-

A violência está la fora...Porém!
Se a paz está em você,
em mim, a dialética resiste,
sobrevive a possibilidade verdadeira,
de se viver a vida.

Celso Corrêa de Freitas

04-

Irradiação
Sidney Santos

Não faço parte de "panela"
Que ao ligar do fogo, esquenta,
Ao retirar da chama, esfria.
E com a diferença, ... arrebenta.

Sou o calor específico
Que espalha e irradia,
Rejeitado ou assimilado
Irradiações sem ideologia.

Não imponho ensinamentos
Valores cada um, sabe,
Venho no melhor e no pior momento
Visando o "ser feliz", sou Amigo, Amizade!

05-

Meu Amigo
Ana da Cruz

Há muito que eu queria escrever
um poema para os meus amigos.
Vejo-me imersa em sentimentos,
desperta em tantas lembranças
que deságuam em umas palavras,
formando os versos que escrevo.
 
E, de repente, aparece um alguém
que eu nem imaginava ou conhecia
e vira um amigo, um irmão adotado,
aquele escolhido, querido e preciso.

Essa coisa mais rara,
esse diamante precioso,
amigo das horas alegres,
que comigo faz festas
amigo das horas apertadas
que apara as arestas
amigo das horas tristes
que me dá seu ombro.

Ser um amigo tão especial assim
fez de você um diamante precioso
que vive dentro de nosso coração,
pois seu coração escolheu se doar.

Amigo é você que me aceita,
simples assim como eu sou
com as qualidades e defeitos
e sempre tem a palavra certa
que me incentiva a continuar
ou me critica, para eu mudar,
nunca o silêncio, o desprezo.

Da minha carência, você entende.
Você e eu somos um só completar
vem-me depressa, escuta e atende.
O que fala, cala direto à minha alma
sabe fazer-me rir, chorar, calar, falar...
com sua amizade, traz-me a calma.

Ser amigo é ter um sim
quando o mundo diz não.

06-
 
Amizade – Sentido da Vida
Ana Terezinha Drumond Machado

*A amizade é como uma criança,
ambas evoluem no tempo!

Agora, pouco me importam as rimas....
Se é  rica, se pobre...  Ah! ... ou  se esdrúxula...
Significante, aqui, é a preciosa
preciosidade da amizade pura
 
apta a dar  sentido a vida dela.
Isto é o que querem falar meus versos:
Amigos - pinturas em aquarela,
são abrigos ternos  no desabrigo.

Pós dilúvio, o amigo que é amigo
transforma-se em arco-íris da alma!
Envolto de branco...  sem alarido,
traz-me  a paz urgente, leveza e calma.

Detrás da colina em verde vestido
doa a esperança  ao cético peito
frio... sofrido... perdido... sem leito.
Com calor e lisura, revestido,

(o amigo abrasa e corta de luz
o que está desprezado... contraluz.)

*Citação de Rui Pais

07-

Amigo... Amigos... Amizade...
Eloísa Antunes Maciel

Dizem que amigo é pra guardar no peito,
Que amigo é pra gravar no coração
...
Que amigos podem ter os seus defeitos,
Mas que merecem consideração...

Amigos se revelam, na verdade,
Nas horas de alegria ou de amargura...
Revelam sua mais pura lealdade,
Amparam na tristeza ou desventura...

E embora, às vezes, sua sinceridade
Possa expressar uma reprovação,
Faz parte dos ditames da amizade
Algum alerta, com moderação...

Se amigos são os anjos feito gente,
Preservem-se os amigos – e a amizade...
Resguarde-se a amizade permanente,
No seu contexto de fraternidade...

Santa Maria, 09/02/2010

08-

Tua Amizade Sincera
Acróstico-agradecimento nº 2610
Por Sílvia Araújo Motta

T-Tua AMIZADE sincera venho agradecer!
U-Uma comunicação leal, relmente verdadeira,
A-Autêntica, com honestidade, posso te oferecer,
 
A-A atenção e dedicação que me dás, faz-me crer
M-Mais, a cada dia, que te posso confiar meus ais,
I-Inúmeros sonhos desfeitos que não pude colher,
Z-Zelosa AMIZADE sei que saberei implementar...
A-Ao regar cada mensagem consegues florescer;
D-Dúvidas, não haverão em nosso porto seguro,
E-Eu te asseguro, hoje, aqui, agora e no futuro.

S-Saberemos atar cada vez mais nossos laços,
I-Irradiando alegria, razão, buscando sabedoria;
N-Na esperança, fraternidade e com liberdade,
C-Com certeza, com a mente e coração coloridos,
E-Em nossos jardins vividos, daremos mil abraços
R-Reais e, não importa, se forem também virtuais;
A-Amizade sincera é uma luz para nossos passos.

09-

A Amizade em nossa Vida
Fernando Alberto Salinas Couto
 
Que adianta meu clube vencer,
sem um amigo pra comemorar?
Que importa meu clube perder,
sem aquele cara a me gozar?

O prazer que o médico tem
ao salvar mais uma vida
parece sempre incompleto
se sua equipe é desunida
e nem sequer do paciente vem
um simples sorriso de afeto.

Que importa a notoriedade
da família sanguínea
se em seu seio a fraternidade
for inexistente ou inócua?

Que importa vida em comum,
por vinte anos na faculdade
se daí não nascer sêmen algum
de uma profunda amizade?

Que sentido teria a vida assim,
com a saúde sem déficit algum,
podendo até doar um rim,
vendo o amigo morrer sem nenhum?

Mas toda vitória tem mais valor
acompanhada dessa faculdade...
a partilha grandiosa do amor
através da verdadeira amizade.
Quando nosso tempo tiver corrido,
nossa forte paixão, minha querida,
só terá algum justo sentido
se restar a amizade em nossa vida.

SP – 11/02/10

10-

Comigo
Pablo Silveira

Amigos? Ah, bons amigos!
Apedrejam meus sonhos;
invalidam meus passos
no passeio da vida.

Amigos? Ah, bons amigos!
Enterram precoce
os desejos da alma
com pás de inveja
no desvão das aparências.

Amigos? Ah, meus amigos!
Bons cães fiéis,
vermes de alcova fria
me roem os ossos
na boca da hipocrisia.

Amigos? Ah, bons amigos!
Suínos de lisonjas mil
guardo-lhes o cercado
de ascos, estercos e desprezos,
assim como os meus ouvidos
do grunhir fétido de seus anseios.

Comigo
não há amigos
só o monólogo
de minha sombra
nas paredes espelhadas
com luzes de retina:
as minhas próprias amigas!

11-

Balada ao Amigo
Verney Ferreira Naves

Se não vive, sonhe felicidade
Os sonhos são mitos privados
Os mitos são sonhos partilhados
Ser feliz não tem idade


Cuide-se, encontre a ortofremia
Porque seria muito fácil viver
Se não fosse preciso conviver
Mens sana, no corpo, ortoforia


Aprenda conviver com solidão
Encontre seu “eu” no coração
Será farol para a humanidade


Onde todo contrário se concilia
No eterno presente desse dia
A sinceridade sobreviverá à falsidade.

12-

Amizade
Humberto Rodrigues Neto

Toda sincera amizade
dispõe dessa qualidade
de suavizar nosso trilho...
Com ela é mais linda a lua,
mais rica a palavra tua,
e os astros, na  noite nua,
têm mais vida e maior brilho!

Conhecer-te é um privilégio,
chega a ser um sortilégio
de encantos paranormais.
Pelo afeto que nos liga,
deixa apenas que eu te diga:
o ter-te por minha amiga
me torna feliz demais!

13-

Eu sou seu Amigo
Leonardo André Oliveira Neto



Ei, você !... Me ouça, me escute, me dê atenção !
Você não me entende ?
Não vê que a minha amizade é de coração ?
E que as minhas palavras são puras verdades
E não têm segunda intenção ?

Viva sorrindo, não baixe a cabeça
Para que nada de mal lhe aconteça
 bis

E se você tiver
Que chorar algum dia
Chore... CHORE !!!

Seja homem: chore sorrindo
Para que voltem a paz e a alegria
 bis

14-

Escolhas da vida
Paulo Rodrigues

A vida faz escolhas.
Sinto-a sumir por entre meus frágeis dedos

Há censura nas escolha da vida?

Estamos predestinados?
Podemos interferir nas escolhas da vida?

Sei que nada podemos fazer contra as escolhas da vida.

Nossas lágrimas apenas regarão
A seca caatinga de nosso triste coração
Vendo os forte ventos baterem imperiosamente
Contra as cândidas velas que navegam suavemente
Pelas esmeraldas líquidas, tristemente,

Da correnteza das veias de nossa emoção

Levando nossos amores,
Levando nossos amigos,
Levando nossos entes queridos...

Para perto
Para longe

Para o descanso celestial.

Mas nascerão outras cândidas velas para volta,
Outras sementes serão plantadas pelas mãos da vida.
A vida é cíclica e reflete na estação
É nosso coração que não é de aço
E acordamos o dia com clicar do mouse

Escolhendo entre monstros da nossa própria criação.

Sorocaba - São Paulo

15-

União...
Marco A. Amado

Vamos sonhar...
Vamos brincar.
Talvez, filosofar...
E o sentido da vida
Tentar encontrar.

Preservar a natureza...
E toda sua beleza.
Preservar a paz...
Será o homem "CAPPAZ"?
- Não sei...

Talvez, o sentido da vida
Seja encontrado
Num simples sorriso
De uma criança.
Talvez, no amor Ou no fogo da paixão.
Hum!Talvez, esteja na sutileza
Da verdadeira amizade
Que cresce e aparece...
A cada novo passo
Ou a cada novo sorriso!
Será que tudo isto tem sentido?
Não sei!...
Talvez, o sentido da vida
Tenha de vir do coração.
Mas é preciso intuição...
Pois às vezes é mera ilusão...
Então, vamos dar as mãos
E através da amizade
Formar uma verdadeira união
Descobrindo o real sentido da vida.
Devemos caminhar sem medo de errar.
Paciência e perseverança
Serão nossas bandeiras

Nesta utópica jornada
Onde sonhar é permitido...

E ousar é realizar...

(Ocram 15/02/10)

16-

O Valor da Amizade
Akasha De Lioncourt

Quem tem um amigo de verdade,
Guarda consigo um grande tesouro,
Esse, não se compra, apenas se conquista,
Mas não se iluda, é muito pequena essa lista!

Guardo-os nos dedos das mãos, como jóias,
Preciosas e valiosas, pérolas raras...
Cada qual com seu brilho e cores únicas,
Verdadeiro deleite para a minha alma.

Agradeço a Deus por ter amigos,
Irmãos que o nosso coração elege,
Esses são verdadeiros presentes divinos,
Que nada e nem ninguém pode usurpar.

A verdadeira amizade une almas afins,
E estas, ao se encontrarem, não mais se separam,
São vasos comunicantes, almas gêmeas,
Filhas do mesmo grão de poeira do Cosmo.

Amigo é fruto de um amor infindo,
Que inebria e nos emociona, sempre sincero.
Nos dá a segurança, tão necessária,
Para continuarmos nossa árdua caminhada.

Agradeço a Deus pelos amigos que tenho,
E os guardo no fundo do meu coração,
Pois quando o moleque dentro de mim balança,
São eles os anjos que me dão sustentação!!!

17-

Amizade...Reduto de Paz
Marly Feliciano Tamani

Na alma uma amizade escolhida
é exclusivamente afinidade,
essa amizade por nós acolhida
será amor sincero, autenticidade

a amizade vem nos chegando
em um carinho por alguém,
a empatia vai se instalando
unindo um caminhar aquém.

apaixonar-se é sentir só emoção,
vida breve, satisfaz apenas o ego,
sentimento que prevalece a paixão

para se alcançar a paz da felicidade
e essa paz permanecer a vida inteira,
deve haver a junção de amor e amizade

18-

Amizade, Sentido da Vida

Na tenra infância eu ouvi,
com total sinceridade
e, com ternura, senti
o valor da amizade.

Conselheiro generoso,
disse meu pai, voz capaz:
- "O amigo é um bem precioso,
é o guardião da tua paz.”

Procurei sempre lembrar
aquela frase brilhante;
assim, pude desfrutar
paz que a amizade garante.

Se hoje vivo feliz,
sempre longe dos perigos,
é porque eu sempre quis
ter muitos e bons amigos.

Um amigo é acalanto,
é uma pessoa querida.
Amizade é, portanto,
real sentido da vida !

19-

Ninguém precisa mais de você, do que eu!

Não falo de amor, falo de necessidade.

Mas, se a sua ajuda não me alcança, o meu amor por ti me levanta e a sua presença junto a mim, me salva!

Celso Corrêa de Freitas
CCF
17/02/2010

20-

Meu Nome... Amizade!
Sílvia Benedetti

Sou a luz,
que alça o céu
todo azulado.
Sou a força,
que ajuda toda gente...
Sou estrela de fulgor
nunca igualado...
Em muitos corações, estou presente.
Dou exemplos
de total desprendimento;
me dou bem,
quer no campo ou na cidade.
Nunca escolho para agir,
a hora, o tempo,por onde passo,
floresce fraternidade!Meu nome?
vais saber:
É AMIZADE.
Sete letras de feliz combinação.
Amostragem de valor, de lealdade,
que à vida, traz conforto e proteção.

22-

Amizade: Condição de Vida!
Joyce L. Krischke

Cai a tarde: sol declina no mar
Tarde colorida-luminosa!
Os pássaros retornam a cantar...
Formam orquestra maravilhosa!

Recordo a nossa amizade
Ah! Amizade fraterna restou!
Amor perene: realidade...
Sim, quando o amor-paixão findou.

Amizade: Condição de Vida...
Consolo, lágrima que conforta
Perto, longe... isso não importa!

Amizade: Condição de Vida...
Retrato do amar, do bem-querer.
Amizade: canção do meu viver!

Balneário Camboriu/SC, 23/02/2010

23-

Amizade
Cida Micossi

Uma sincera amizade
É difícil conquistar
Quem tem essa felicidade
Pode bem testemunhar

Uma sincera amizade
Deve, sim, ser preservada
Não queira nunca perdê-la
Ou se sentirá abandonado.

Uma sincera Amizade
É algo de muito valor
Não combina com Saudade
Mas anda junto com o Amor

Uma sincera amizade
Jamais deve ser perdida
Se alimentada e verdadeira
Dá real sentido à Vida
 

 

 

 

SELO DE PARTICIPAÇÃO

Pegue seu selo de participação na 17ª Ciranda Mensal CAPPAZ - Amizade-Sentido da Vida, clicando com o botão direito do mouse e em salvar imagem como.

 

 





|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||

 

Arte e Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados