INTRODUÇÃO

O PODER DA PALAVRA DE FÉ

Estamos diante da 36ª Ciranda da CAPPAZ,
sentindo, ainda, os intensos fluxos de Amor
e Paz emanados das emoções vivenciadas
no lançamento do Volume 2 da Antologia
“Interfaces de Amor e Paz”. Esta obra-prima
consolida o sentimento de fraternidade que
reina em nossa Confraria. Qual é a fonte de
tanta energia positiva? De onde provém esta
gigantesca onda de Amor, Paz, Luz e Bem?
A resposta é imediata e precisa: esta Energia
provém de um grande poder: o “Poder da
Palavra de Fé”. Fé que nos anima e reanima,
que nos conduz às lutas e nos garante vitórias,
ao longo da gloriosa caminhada CAPPAZ !
Por isso, o tema escolhida para a 36ª Ciranda
foi “O Poder da Palavra de Fé”, repassado em
cada dia e em cada noite, nos momentos de
felicidade e, também, nos momentos de dor
e sofrimento, reservados a cada um de nós,
na Jornada CAPPAZ, envolvendo-nos num
turbilhão de ações e palavras, cada um dando
o melhor de si para o crescimentos de todos,
unindo ideais, vencendo desafios e consolidando
resultados positivos. Sim, queridos confrades e
queridas confreiras, o “Poder da Palavra de Fé”
sempre foi o nosso lema, sempre esteve presente
em nossas vidas e certamente nos conduzirá a um
glorioso destino. O “Poder da Palavra de Fé”
permitirá o alargamento de nossas fronteiras, em
busca de realizações cada vez mais ousadas, e fará
com que nossos vôos sejam cada vez mais elevados,
ultrapassando as mais altas montanhas e levando-nos
às mais grandiosas conquistas. Por isso este texto é
verde, cor da Esperança, irmã gêmea da Fé, esta
virtude que a tudo vence, sob as bênçãos do Amor!
Portanto, vamos participar desta Ciranda, irmanados
pelos sentimentos inabaláveis da Fé e da Esperança!

Carlos Reinaldo de Souza
Presidente Seccional Conselheiro Lafaiete/MG




AGRADECIMENTOS

Terminada a 36a. ciranda mensal da CAPPAZ, "O Poder da Palavra de Fé", venho aqui expressar agradecimentos em nome da confraria a todos os que da ciranda participaram com seus escritos sobre o tema em questão. A todos àqueles, também, que com ela interagirem como leitores.
Observei pelos textos de alguns confrades e confreiras o real conhecimento do poder da palavra de fé, certamente em função da experiência pessoal de cada um que viveu esse "poder": "Deus entrou na minha vida, Deus mudou a minha história" (Luiz Menezes de Miranda) é um exemplo disto.
Nossa vida aqui nesse rincão chamado Terra só fará sentido se tiver um propósito, um propósito maior, muito maior do que o de labutar pelos objetivos mundanos do nosso dia a dia. E esse propósito maior está intimamente ligado com a FÉ.
Mas a palavra de fé tem, aquém desse sentido maior, um poder inerente à mesma capaz de fazer milagres, de obter curas físicas (como mencionou Akasha), entre outras coisas de âmbito terreno. Por isso, "É preciso vigiar a boca", como bem escreveu Diná Fernandes.
E com as palavras de Eloísa Antunes de Maciel: "E não duvides do poder que emana da fé assumida pela mente humana", encerro estes agradecimentos.
Um grande abraço a todos!

Tânia Maria de Souza
Balneário Camboriú/SC

 



PARTICIPANTES

Akasha De Lioncourt
Ana Teresinha Drumond Machado
Carlos Reinaldo de Souza
Cristiano Ferreira de Sousa
Daniel Brasil
Deomídio Neves de Macêdo Neto
Diná Fernandes
Élio Cândido de Oliveira
Eloísa Antunes Maciel
Fátima Peixoto
Fernando Alberto Salinas Couto
Flávio Martinez Guebara
Greg Pinheiro
Isabell Sanches
José Augusto Silvério
José Otoniel da Costa
Joyce Lima Krischke
Judite Krischke Sebastiany
Lourdes Ramos
Luiz Menezes de Miranda
Marcelo de Oliveira Souza
Marco A. Amado
Maria Fernanda Reis Esteves
Odilon Machado de Lourenço
Pampoeta
Paulo Rodrigues
Renata Rimet
Ricardo Jorge Pocinho e Silva
Roseleide Santana de Farias
Sidney Santos
Sílvia Araújo Motta
Sílvia Benedetti
Tânia Maria de Souza
Valéria Lisita
Varenka de Fátima Araújo
Vera Lúcia Passos Souza




Os textos aqui apresentados são cópias fiéis dos conteúdos enviados por e-mail, ficando essa web designer e a CAPPAZ isentas de qualquer responsabilidade pela revisão dos mesmos.

PARTICIPAÇÕES

-01-
A cura por si mesmo
Akasha De Lioncourt

Todos nós temos uma estranha mania de achar que a cura para todos os nossos males está muito mais distante do que imaginamos. Esse é um pensamento comum e até mesmo eu costumo buscar sempre muito mais distante a solução para todos os meus males. O que não compreendemos é que toda cura depende principalmente da nossa postura em relação à vida, aos acontecimentos, às nossas escolhas e posturas. Já notou que você vive rouco? Será que não tem algo preso à garganta que precisa dizer e nunca o faz porque não tem coragem? Ou então, costuma dizer sem pensar nas conseqüências e acaba magoando quem não quer causando a si mesmo uma dor absurda por não conseguir conter seus impulsos do coração?

Cada uma de nossas atitudes pode acarretar em um mal físico que nos faz pensar sobre o que temos feito de nossas vidas. Cada vez que nosso corpo nos aponta que algo está errado, recebemos um sinal claro que chamamos de dor. Esse sinal é um bem que recebemos, pois através dele poderemos procurar descobrir a origem do mal e trata-lo. Mas, e quando o mal não nos afeta o físico em um primeiro momento, atacando nosso íntimo, nossa mente, causando estragos que jamais detectaremos rapidamente? Talvez o sinal venha um pouco tarde e é por isso que vemos pacientes morrendo a todo o momento de doenças incuráveis que seriam tratáveis se detectadas a tempo.

Esses casos são aqueles em que guardamos dentro de nós os sentimentos negativos, alimentamos mágoas, rancores, ressentimentos, deixamos de viver com mais leveza apenas para alimentar nossos vícios egoístas e fechar nossos olhos e ouvidos para nossos defeitos sem procurar modifica-los para o nosso próprio crescimento pessoal.

São esses sentimentos negativos que nos devoram o corpo físico lentamente, na surdina, vindo à tona somente quando não há mais recurso possível para recuperarmos plenamente, trazendo o óbito muito mais rápido e antes do previsto.

A cura está dentro de cada um de nós e ela tem de começar no nosso íntimo mais íntimo, transmutando os sentimentos, as crenças que possuímos em nós mesmos e nas pessoas que nos cercam, trazendo-nos vibrações positivas em substituição às palavras duras, rudes e repletas de maledicências. Quando nos permitimos vivenciar a experiência da mudança interior, nos tornamos mais leves e muito mais receptivos ao amor incondicional que só Deus é capaz de sentir por cada um de nós enquanto seus filhos imperfeitos ainda que criados à sua imagem e semelhança. O caminho não é fácil assim como não é fácil abrirmos mão de vícios e costumes que nos acompanham a essência há tanto tempo mas se começarmos a buscar o caminho da cura definitiva certamente alcançaremos boas colheitas pois são boas as sementes plantadas.

Quero acreditar que, um dia, todos nós estaremos em um mesmo nível de desenvolvimento e evolução, que todos caminhamos invariavelmente para esse desfecho e essa crença me faz lembrar uma frase de Fernando Sabino que diz: “No final, tudo dá certo; e se não deu certo é porque ainda não chegou ao final”. Acho que ele definiu perfeitamente com poucas palavras o destino de cada um de nós ao final da escalada rumo à evolução e ascensão à categoria de espíritos puros.

Portanto, abra-se para o que é bonito, encha sua alma de ar puro, respire bons sentimentos, expire seus vícios, suas energias negativas, faça um exercício mental todos os dias e pratique ser são de corpo e alma. Para o corpo exercícios físicos, até uma boa caminhada para começar e para a alma, o exercício de auto-conhecimento e busca do equilíbrio perfeito das nossas forças dentro de cada um de nós.

A cura depende do tamanho da sua crença em você, em Deus e nas pessoas que te cercam e fazem parte da sua farmácia terapêutica para toda a vida.

E depois de tudo isso, abrace a vida com amor e confiança e viva-a, pois sabemos que a lei de ação e reação já é mais do que mera teoria há muito tempo, a física já a provou através de Isaac Newton e transformou-a em lei da ciência. A cada ação corresponde uma reação.

São Paulo/SP

-02-
O poder da perseverança
Akasha De Lioncourt

Ainda que nos tirem tudo, jamais nos poderão impedir de querer e persistir naquilo que almejamos como realização da alma. O poder que existe na palavra “necessitar” é tão grande que até mesmo o Universo, o Cosmos, conspira a nosso favor. Talvez estejamos apenas necessitando da maneira errada mas isso não significa que não obtivemos uma resposta ao que pedimos.

Quanto vale o seu sonho? Já estipulou um preço para cada um dos seus desejos? Difícil, não é? Claro que sim, porque não há dinheiro que possa pagar por um anseio, um desejo, um sonho, a não ser a realização deles. Esse é o momento máximo de êxtase que um ser humano pode vivenciar e certamente todos nós queremos isso.

Agora, vem uma outra pergunta: você sonha muito ou muito pouco? Certa vez, li uma entrevista aonde alguém dizia que jamais deixaria de sonhar e almejar algo na vida pois quem se realiza plenamente não tem mais nada a fazer por aqui e morre. Acho que eu concordo com ele. Talvez essa morte não seja a morte física propriamente dita mas a morte por apatia, por comodidade e por falta de objetivos e desejos. Sinceramente eu não quero essa morte para mim e espero que quando for necessário despedir-me dessa carcaça física de tecidos, ossos e hemácias, eu possa dizer que vivi como gostaria de ter vivido e consegui fazer tudo o que almejei na vida.

A resposta para poder alcançar esse estado de coisas e manter a vida sempre cheia de expectativas: Perseverança. Comprometimento. Querer.

Comprometa-se com seus sonhos, seus ideais... descubra o quanto quer realizar cada um deles. Essa resposta fará de você senhor de si mesmo... ou não!

São Paulo/SP

-03-
Janelas da alma
Akasha De Lioncourt

Acordo com os olhos em festa, pensando que mais um milagre aconteceu. Sim, é o milagre da vida que em mim renasceu. Sentada na cama, olho pela janela e penso: essa poderia ser a janela do filme da minha vida e, de repente, uma grande tela surge na minha frente e começa a projetar o vídeo da minha história. Pela janela passam as cenas mais inusitadas, aquelas que sequer meu consciente se recordava. Começo a pensar que muitas coisas poderiam ter sido diferentes se eu tivesse optado por outro caminho, por outra forma de pensar. Vejo momentos que me levam às lágrimas de tanto rir e outros que realmente me fazem chorar. As vitórias, as conquistas, essas que costumamos tratar como coisas naturais e nem sempre damos o devido crédito por acharmos que é autopromoção e isso se chama vaidade ou orgulho. Mas por que não sentirmos orgulho de nossas vitórias? São nossas, são os frutos das nossas conquistas, dos nossos esforços, é preciso que eu aprenda a valorizar esses momentos pois eles são a força propulsora que nos impulsiona a continuar tentando, mesmo que haja o risco de errar da próxima vez.

A ausência forçada de reconhecimento e amor-próprio pode ocasionar a hipocrisia. Somos sim, hipócritas, quando nos lançamos no limbo com medo de estarmos em evidência e assumirmos nossos feitos. Eu mesma tenho sido hipócrita por toda uma vida buscando ficar o tempo todo na sombra sem me dar o devido e reconhecido valor. Pela janela entram as imagens que demonstram que eu acertei muitas vezes, mas esqueci-me de contabilizar essas ocasiões. Entretanto, cada erro, por menor que fosse, não só foi adicionado à minha lista de “fracassos” como serviram de escudo para que eu simplesmente parasse de buscar atingir meus sonhos e meus ideais. Isso sim é hipocrisia pura! Culpar os erros, os pais, os irmãos, os amigos e os inimigos pelo marasmo que se instalou na minha vida. Os erros servem para ensinar que temos opções, precisamos tê-las para saber o que nos serve e o que é descartável. O erro nada mais é do que o resultado de uma tentativa e o que somos nós nesta nossa existência do que meros aprendizes?

Pela janela do filme da minha vida vejo momentos dolorosos que gostaria de apagar, mas não posso. Tenho que aprender que a dor faz parte do processo evolutivo da minha alma e a intensidade dela dependerá do quanto me comprometo com a minha felicidade e com a prioridade que coloco em mim e na minha existência. Pela janela passam também momentos intensamente felizes que ficaram cobertos de teias de aranhas simplesmente porque eu decidi que o quartinho escuro do meu inconsciente era o melhor lugar para elas. Hoje, é o dia de trazê-las novamente à tona e fazer disso um momento em que me conscientizo de que a minha felicidade é única e exclusivamente da minha responsabilidade. Preciso me conscientizar dessa realidade e parar de simplesmente seguir o instinto humano de sempre achar um culpado pelas minhas incertezas e insucessos.

E, diante da mesma janela, observo que até o momento só permiti que por ela saíssem todos os meus desejos, meus monstros interiores, minhas dúvidas... Tudo isso projetado na tela do meu livro pessoal. De repente, percebo que estou novamente boicotando a minha vida, pois pela janela existe fluxo de entrada e saída e até agora eu só vi o que passou para continuar lamentando o passado que não posso mais adulterar. Começo a projetar nela desejos e sonhos futuros tentando não me deixar dominar pelo medo do desconhecido que se avulta na minha frente e não uso o crivo da autocrítica, que é muito rígido comigo, permitindo apenas que as imagens se projetem na minha frente. Nesse exato instante, percebo que não perdi a capacidade de sonhar e que se um dia isso acontecer eu perderei a motivação para viver. O sonho é inerente a todo ser humano e sem ele ainda estaríamos na Idade da Pedra. Deixar então, que entrem a esperança, a fé, a Luz... E até mesmo a sombra, para que eu possa valorizar cada extremo quando com eles me deparar.

E, ao final disso tudo, volto a pensar que o futuro depende do que eu semear aqui, agora, no presente, pois é sempre esse tempo quem mais sofre com a nossa negligência e descaso. Vivemos presos aos fantasmas do passado e sonhando com o futuro e nos esquecemos de que é aqui e agora o momento para tudo isso ser realizado. De agora em diante, vou fazer desse tempo o meu real presente, por estar vivenciando o milagre diário da vida, do amor, da esperança e da vontade de crescer e trilhar mais e mais caminhos, desde que eu os possa escolher. Isso é o que torna a vida repleta de oportunidades e magia. A magia real, palpável, chamada ESCOLHA. Sair do casulo, olhar pela janela e permitir que ela seja tão ampla quanto a porta que insisto em olhar apenas porque foi fechada.

Abro a janela, salto por ela e entro de cabeça na experiência de viver sem medo de ser atropelada pela roda da vida! Assumo com firmeza o meu crescimento e deixo de agir como a criança assustada que sempre fui. Esse é o meu desafio para o hoje. O Amanhã, este depende tão somente das escolhas que eu fizer agora!

São Paulo/SP

-04-
Nuvens de paz
Sidney Santos

Paz é o branco do lírio
Água de pedra brotando
Alívio dos olhos, colírio
Mãe o filho embalando
Lírio flor da beleza
Fio de água natureza
Olhos serenos da emoção
Madre que é só coração
Desenho de nuvens no céu
Anjos em suave ciranda
Crianças em carrossel
Rosas enfeitando varanda
Flores de muita ternura
Carrossel com doces lembranças
Anjos, mansidão pura
Paz, nuvem de esperanças

Santos/SP

-05-
Dei Verbum
Maria Fernanda Reis Esteves

Sagrado ou profano
poeta ou hagiógrafo
co-autor da verdade
objecto da fonte divina

Dei Verbum
palavra de Deus
concílio da revelação
cânon, escrituras
caminho da salvação

Setúbal/Portugal

-06-
A Palavra
Marcelo de Oliveira Souza

A palavra
Constituições silábicas,
A palavra
Fala
Encanta
Espanta
Anula
A palavra dura...
A palavra palatável
A palavra amável
A palavra por minuto
Por segundo...
A palavra bonita
Destinada a uma mulher mais bonita.
A palavra de consolo
A palavra do tolo
A palavra ...
Tão pequena,
Tão eterna
A palavra sai da boca
Da mesma boca...
Mas quando mal usada
Causa uma agonia desesperada!
Ferindo como uma faca
A palavra inocente
Ela não tem culpa
Na boca da criança que o oriente
Ela é salva de um futuro inconseqüente!

Salvador/BA

-07-
Peregrino
Luiz Menezes de Miranda

Sempre fui um peregrino
Nesta estrada de perigo
De maldades e vergonha
Sem ter fé, tão pouco gloria.

Já cansado de andar
E sofrer perversidade
Ser olhado com maldade
E excluído da verdade

Resolvi seguir a luz
Que brilhou no meu caminho
Uma mão me acolheu
Com amor e com carinho

Foi então que percebi
Quanto tempo em perdia
Em viver perambulando
Neste mundo todo dia

Deus entrou na minha vida
Deus mudou a minha história
Deus está na minha alma
Deus está comigo agora

Quando eu andava nesse mundo
Sem nenhuma perspectiva
Com a alma enfurecida
Com fome e frio sem ter guarida

Visitando os quatros cantos
De um mundo desumano
Fome, frio e engano
Era tudo que eu via

De repente olhei para o céu
Vi que uma estrala brilhava
Um milagre aconteceu
Sem eu mesmo esperar

Deus entrou na minha vida
Deus mudou a minha história
Deus está na minha alma
Deus está comigo agora

Salvador/BA



-08-
Condução
Luiz Menezes de Miranda

O senhor me chamou
Para esse caminho
Segurou-me nas mãos
E livrou-me dos espinhos

Me fez receber
Todos os meus sacramentos
Tornou-se, em minha vida
O meu pão e o meu alimento

Eu tenho fome de Deus

Das pedras pontiagudas
Me fez desviar
E a as verdades desse mundo
Me fez enxergar

Obrigado Senhor
Por esta condução
Hoje, sinto-me livre
Destas tentações

Seguindo o teu caminho
Com o brilho no olhar
Teu caminho é o porto seguro
Onde a paz eu posso encontrar

Salvador/BA



-09-
Divórcio
Luiz Menezes de Miranda

Não me perdi de ninguém
Me perdi de mim mesmo
O meu casulo eu conheço
Estou a um ponto distante
Entre o céu e o mar
Entre o amor e o ódio
Entre o fogo e a água
Entre o louco e a loucura
Entre a plenitude e o encontro
Entre o pecado e o diabo
Estou distante de mim mesmo
Deus, meu Deus
Preciso me divorciar
Da distância que nos separa

Salvador/BA

-10-
Acróstico ao tema: “O poder da palavra de fé”
Roseleide Santana de Farias

Os sinos ouço tocar na distante igrejinha...

Percebo-a branca e bela por sobre a serra
Ostentando Serenidade, Paz e Aconchego.
Detêm os doces mistérios profundos da FÉ
Este suave perfume que acalenta, acalma,
Revigora a alma humana, carente, sofrida,

Das intempéries danosas que a vida traz. E
Assim busca o homem, Felicidade, seja nas

Palavras ou atos sábios ou distorcidos, nos
Amplos caminhos. E ele tropeça, cai, chora
Lamenta, ao perder-se no “MAL”, que tolo
Ali, toscamente buscava. Mas, a Esperança,
Vem como irmã gêmea da Fé, pois transpõe
Rincões, íngreme montanha e infinitos céus,
Alimentada em sublimes promessas eternas

De aqui ou mais além, sublimar-se no BEM,
E dentro de si expandir-se, exalar ao mundo

Fontes da radiosa Luz do Mestre Jesus, para
Em atos, palavras de Fé, semear Amor e PAZ.

Cabedelo/PB, 08/11/2011



-11-
O poder da palavra de fé...
Flávio Martinez Guebara

Leva sempre contigo o amor e a fraternidade.
A palavra tem peso e, o peso da bondade.
Transporta alegria, ânimo e bem estar para as pessoas.
Seja um agente do bem através das palavras,também.
Nada nos custa ser bom, basta, apenas,
desejarmos aos outros, aquilo que desejamos para nós dos outros também.
Paz e luz... Caridade, amor e palavra de fé sempre!

Diadema/SP



-12-
Senhora Nossa!
Ana Teresinha Drumond Machado

Ave! Plena de graça!
O teu Filho trago
Em minh’alma
-Ele me acalma.
Ora por nós ,
abençoada mãe !
Agora ,
hoje
ontem
e sempre também
na hora de nossa fome,
antes de nossa morte.
Amém!

Ouça no peito meu
este canto magro,
um tanto vago
de quem canta,
suplica, reza mil
ave-marias
em coro infantil.

O sol se encolhe no horizonte
com pena de mim.
Outra natureza se emudece,
ante ao suave Schubert.
Cerra os olhos ,
ergue a alma em prece,
mas de nada se compadece.

Ave! Plena de graça!
Deus te salve ,
Mãe de Deus!
Rogue pelos filhos teus
Pecadores deste submundo
em desigualdade,
em desumanidade
fecundo
Amém!
Volva , “Mater” minha,
teus olhos aos teus!
Zele por nós.
Amém!

Alvinópolis/MG



-13-
O poder da palavra de fé
Carlos Reinaldo de Souza

Nos momentos de tristeza
ou de infelicidade,
sempre existe, com certeza,
algo mais que a amizade.

Ela tem muita grandeza,
desconhece a maldade,
tem poder de realeza,
vence toda falsidade.

É a palavra de fé,
que tem imenso poder,
como as águas da maré.

Tem a força da união,
dá sentido ao dever,
favorece a comunhão!

Conselheiro Lafaiete/MG



-14-
O poder da palavra de fé
Deomídio Macêdo

Em três anos um Homem com palavras e ações do amor Divino, implantou na terra a sua Doutrina que ficou enraizada nos nossos corações. “Porque na verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele há de passar, e nada vos será impossível”.

Com essas palavras o Mestre nos ensina que uma pequena dose de fé já nos proporciona grandes maravilhas. E assim poderemos vencer os problemas e as dificuldades de nossas vidas.

A palavra tem força e a fé transporta montanhas. Temos em nossas mãos essas ferramentas de burilamento que podem nos alavancar para o progresso moral e espiritual.

Qual o nosso papel como poeta e poetisa, neste momento, quando o planeta terra passa por um processo de transição? Estamos utilizando bem a palavra e tendo fé em um novo amanhecer?

A fé é importante em todos os momentos de nossas vidas, sejam ocasiões tristes, alegres, solitárias...

A fé é importante para alcançarmos os nossos objetivos na vida, com o poder da palavra: eu quero, eu posso, eu consigo.

A fé é importante para nos fortalecer quando um acidente levar para a pátria espiritual, nosso ente querido do coração, ou quando uma doença incurável chegar de surpresa aniquilando o nosso corpo físico. Mesmo assim, não desistiremos jamais, buscaremos a cura com medicamentos eficazes. E se a dor insistir e nos apresentar o portal que nos teleguiará para o mundo espiritual, agradeçamos a Deus humildemente pela oportunidade e pela experiência, que tivemos na crosta terrestre.

E ao fecharmos os olhos materiais despertaremos na vida futura entendendo que fomos vitoriosos e de que soubemos andar de mãos dadas com O PODER DA PALAVRA DE FÉ.

Salvador/BA

-15-
Com a palavra....A palavra
Varenka de Fátima Araújo

Tome cuidado com as palavras. Elas são o espelho do pensamento, um sopro de sons...
Pode vir dentro da outra palavra. As palavras se firmam, podem beneficiarem, podem serem a sentença de morte. Palavras indeléveis, palavras simbólica, palavras lapidadas.
Um risco vermelho prolongado demarcando uma área do corpo, com palavras em sussurros,ordenando agulhadas no corpo mutilado.Palavra e tanta palavra que machucam,cicatrizes profundas,sem remendo.
A palavra mau dita que deprimem fazendo estrago na perda de memória.Cabelos enrolados abertura para pincelada colorida ,inserido o liquido.Palavra,palavra,palavra....
A palavra ampliada em sons do povo em manifestação por direitos. Palavra escrita em favor das florestas. Palavras que confortam.Palavra do bem.
Palavra de auto-estima que estimula a memória. Palavra de amor que faz bem ao coração.Palavra que eleva o espírito.Palavras em silêncio, sublimes enaltecendo a Fé Palavras cruzadas. As palavras da internet com sua rapidez, funcionam para o estimulo do cérebro. A palavra repetida milhares de vezes, um clarão no pensamento de vidas prolongadas. PAZ.

Salvador/BA

-16-
Palavra de Fé
Renata Rimet

Palavras são ferramentas
Bem empregadas modelam, articulam, revitalizam e confortam...
Palavras são estímulos na busca de objetivos e metas, para sair ou tirar da inércia
Palavra é força, carinho, responsabilidade e promessa,
Palavra é Fé, compromisso, pergunta , resposta, razão...
A palavra tem força, palavra de fé, ternura e compaixão, que perdura, nos eleva, nos faz especiais, irmanados em verso, prosa, pensamento ou apenas alento ao coração que chora e nas palavras de fé encontra a melhor forma para levantar e seguir adiante, transformando a própria e tantas outras histórias...
Tenho fé na força e poder da palavra!


Salvador/BA

-17-
A força da fé
Vera Passos

Minha fé não remove obstáculos, ultrapassa-os
Não derruba o outro, torna-o amigo
Vou permeando entre angústias e dores
E os dissabores são velhos espelhos
Refletem lições que eu devo aprender.
No pensamento conquisto a luz e o ar respiro
Na fé arrebato os venenos do ódio
Inveja, ciúme, e orgulho, são feridas malignas
Encravados na alma e impedem viver.
A fé me leva a sonhar, buscar caminhos
Entender que os ninhos não impedem o voar
Eu sou o que penso, sou o que vivo
Que o maior segredo é olhar para frente
É nunca ter medo de forjar a estrada
Pois nossa jornada se faz no primeiro passo
A nossa vitória não carece de guerras
Se aninha na glória dos que sabem pensar
O que nos move é o nosso querer
É a chave da porta de quem quer vencer.

Salvador/BA

-18-
No silêncio
Vera Passos

No silêncio senti o vôo do colibri e a sua dança
Quase toquei nas asas da brisa que anuncia o Verão
Debrucei-me na margem do riacho límpido como espelho
Vi a folha seca lutando contra a correnteza , em vão
No silêncio vi o galho do ingazeiro beijar as águas do rio
Ao longe fui abduzida com o girassol amarelando o torrão
O arco-iris enfeitou o final de tarde à margem do Oceano
No silêncio ouvi o bem-te-vi denunciando a traição
O casal de borboletas agasalhado de ternuras
Brincavam ao redor das margaridas do quintal
No silêncio vi as nuvens em disparada anunciando o trovão
Vi as ondas saltitando na areia fria do amanhecer
Marquei caminhos silenciosos na paisagem adormecida
Vi o rio abraçado com o mar, no orgasmo, o arrastão
No silêncio ouvi o coração enlouquecido do feto
Vi o sorriso escancarado da criança no encontro maternal
No silêncio incontido do anoitecer senti o descortinar da vida
Vi de perto a magia e efeito da intrépida e infinita, doação
Vi sementes explodindo o chão no encontro sublime com a luz
Vi o despertar da rosa, pétala por pétala, entre os espinhos
No silêncio vi o morrer de uma estrela no espaço sideral
Vi o formatar da chuva, em gotas preciosas, inundando o sertão
Ouvi o grito de dor da Natureza, se esvaindo na poluição.
Vi o homem alucinado destruindo a vida e a Criação
No silêncio despertei do sono, da viagem, da levitação

Salvador/BA

-19-
A palavra fé
Élio Cândido de Oliveira

Quando tudo parece assim desmoronar
Presença real da Fé vem reconfortar
O sol aparece, a alma se aquece
A Deus sempre o elevar de uma prece.

Senhor não nos deixe a Fé esquecer
Dela sempre a esperança de crescer.
Fazendo bases da vida em união.
O amor amizade conforto do coração.

A humanidade precisa na fé acreditar
da natureza este estimulo alimentar
Precisa então do corpo e alma a paz
No que de melhor se faz.

Renovados então nessa base de se viver
nos organizar e assim crescer
Buscando entre tantas coisas a alegria e
com os irmãos a harmonia.

Fé uma forma de caminhada
Um espaço da vida delineada
A própria união! Fé esperança e
caridade e assim nossa humildade.
TER FÉ.

Ibiá/MG

-20-
O poder da palavra fé
Élio Cândido de Oliveira

Na alma onde se vê somente a descrença
Num caminho quase sem volta desilusão.
Ser maior Deus nem fagulhas de lembrança
Em completa e temível escuridão.

Desavenças de almas e do corpo a proliferar
A vida por completo desencorajada
Tenta-se descobrir algo que venha mostrar
O poder da crença de da fé seja elevada.

Visão de se ver a vida destruída
Procurando um ponto se incutir
Força negativa por ele seja desativada
O poder real de se persuadir.

Palavra real Fé de tudo elucidar
Males de corpo e alma diluir
Indícios reais de tudo transformar
Conscientes sim! A vida conservar.

Ibiá/MG

-21-
Palavra de fé tem poder
Acróstico nº 4083
Por Sílvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

P-Palavra de Fé traz graça e poder,
A-Agregados Mandamentos de Deus,
L-Lidos nas Tábuas da Lei do Amor
A-Aconselham colocar nos pensamentos
V-Verdade, Fraternidade, Liberdade...
R-Recomendam o cumprimento da
A-Aliança que se faz entre corações,

D-Destinados à chama do Perdão
E-Essencial testemunha às Nações.

F-Feliz é quem ama com Obras
É-E ao próximo como a si mesmo...

T-Toma cuidado para buscar o Bem
E-E praticar a justiça na paz de Cristo,
M-Mostra calma, sem desejar o Mal.

P-Para não julgar prefere a Verdade,
O-O caminho que brilha Esperança,
D-Determinação que na realidade
E-Enfrenta com persistência e alcança!
R-Render graças é ver Poder na Oração.

Belo Horizonte/MG



-22-
A palavra irrestrita e a fé com obras
Cristiano Ferreira de Sousa

 Numa casa haviam dois irmãos com dons diferentes, natural pois Deus reparte os seus talentos como quer. Um deles, influenciado pelos pais, começou a fazer parte da religião familiar enquanto o outro não quis saber destas coisas, mas sempre que ouvia alguém falar da palavra de Deus dava a maior atenção.
O primeiro dizia que amava ao Senhor e que cumpria todos os seus desejos, seu lema era ser perfeito aos olhos dos homens para não envergonhar a sua congregação, o outro não tinha lema algum, nem bíblia sequer.
Certa vez o pai deu uma ordem ao primeiro:
_ Hoje quero que você, que sempre me acompanha nos cultos, faça três coisas importantes, pois seu irmão não quer nada. Vá a casa da costureira e peça o terno novo que deixei em sua mão, tome (deu-lhe um valor), pague e o que sobrar é seu; ao voltar, passe na quitanda da rua de cima e pegue o bolo que encomendei, pode pegar também o que quiser pra você e ponha na minha conta; e por ultimo, quando chegar aqui, leve o carro de mão e carregue aquele entulho que está acumulado na frente da porta da vizinha, pois fui eu quem deixei ontem quando terminei um serviço dela.
Deu essas ordens e saiu.
Prontamente o rapaz se pôs a cumprir o que foi ordenado: foi buscar o terno, ficando com o troco; passou na quitanda e pegou o bolo, sem esquecer de comprar algo pra comer; chegou em casa, olhou o carro de mão, mas quando pensou no entulho... trabalho!... Essa parte ele pulou.
Quando o pai chegou em casa procurou o filho que designou para as tarefas.
_ Vamos ver se tudo está feito! Disse.
Então foi ao guarda roupas e encontrou o terno no lugar; abriu a geladeira e viu o bolo; foi à porta da vizinha ver se o entulho havia sido retirado. E foi!
_ Parabéns! Eu sabia que você não iria me decepcionar. Falou o pai.
O rapaz sentiu um grande remorso neste momento pois foi elogiado por algo que não fez, e, sem conseguir segurar aquele sentimento:
_ Pai!
_ Diga, meu filho!
_ Não fui eu quem tirou o entulho.
O pai ficou surpreso com esta revelação.
_ E quem foi então?
_ Não sei!
O homem procurou saber de sua vizinha, ela disse que seu outro filho havia feito o serviço, o que deixou ele mais admirado ainda. Então foi a procura do menino.
_ Você quem tirou o entulho que estava na porta da vizinha?
_ Sim, fui eu!
_ Por quê, se não o mandei?
_ Não nos ensina sempre a praticar boas obras? Percebi que este serviço tinha que ser feito pois escutei o senhor dizer a minha mãe que haverá uma reunião importante com os irmãos na casa da vizinha.
O pai ficou boquiaberto, lembrando que havia alertado o outro filho sobre isso. O menino continuou:
_ As escrituras não nos ensina estas coisas quando diz “amai ao próximo” e “obedecei pai e mãe para que se prolonguem os seus dias na terra”?
Depois daquela exposição o pai o deixou, e muito feliz por ter aprendido uma lição:
_ Agora sei que a palavra poderosa de Deus não está restrita a poucos, e igualmente a fé, que nem sempre está com quem pensamos.

Salvador/BA

-23-
A palavra fé
Élio Cândido de Oliveira

O mundo com todas as suas formas e complexidades a nossa constatação
Somos passageiros com passos firmes no caminho de nossa própria ilusão.

Ilustres protagonistas das nossas próprias idéias e suportados pelas crenças
Imagens por nós construídas através então do que se lê e as lembranças

Num plano circunstanciado pelo que se ensina e se prega Fé como tema central
Mesmo não ao alcance de nossas mãos ainda lembramos-nos do pecado original.

Há muitas formas de se processar, com idéias que muitos pensam contradizer
Palavra requintes e aceitação e ate pedidos eloqüentes á vista da tragédia a acontecer

Em um grande cenário do qual não podemos muito ele modificar.
Tendo a sua frente como nosso próprio criador Deus a sua imagem veio nos criar

Ibiá/MG

-24-
O poder da palavra de fé
Isabell Sanches

Há dias em que cabisbaixos chegamos a ter vontade em esmorecermos o desânimo e a depressão anda de mãos dadas procurando nos destruir, sendo assim, se dermos vazão acabamos estirados ao chão passamos a nos tornar incapazes e infelizes.

Devemos deixar que brote dentro de cada um de nós uma pequena e doce palavra ao nosso dia-dia a “fé” porque esta é a que nos faz reerguer e fluir toda a paz ao nosso redor, o poder da palavra de fé revitaliza nossas vida e se torna o bálsamo de nossa existência.

Cachoeiro do Itapemirim/ES

-25-
O poder da palavra de fé
Greg Pinheiro

Para abordar este assunto, precisamos entender o significado de Poder, Palavra e Fé, tanto no sentido isolado, quanto no contexto geral. O que cada uma dessas três ações exerce sobre a minha individualidade e no “ Meu Eu Social”.
Entendo o “Poder” como sendo o direito de deliberar, de mandar, de agir sobre os outros. Esse poder pode ser conquistado através de competitividade de um concurso publico, pela atribuição no sufrágio popular ou pela imposição da força. Mas o poder também pode ser entendido de outras formas como o poder econômico, poder político, poder da mente positiva, etc.
Quando pensamos em “Palavra” pode até surgir a ideia do que seja um conjunto de letras e sons de uma língua, no entanto, a palavra é muito mais do que isso, é a expressão de um pensamento, é a forma dos humanos se comunicarem.
Enquanto isso, a “Fé” nos dá a condição de uma fidelidade a uma opinião de que algo seja verdade, sem contudo, haver uma verificação ou contestação da ideia em questão, mas uma absoluta aceitação pela confiança nela depositada.
Quando nos expressamos com uma íntima convicção, de algo que venha da nossa alma, certamente essa palavra está revestida do poder de fé; e por ela, seriamos capazes de nos entregarmos pela palavra e pela fé; pela fé e pela palavras, ao poder da mente pueril e certamente renasceríamos com O PODER DA PALAVRA DE FÉ.

Recife/PE, 15/11/2011

-26-
A palavra de fé
Tânia Maria de Souza

A palavra de Fé move o mundo
Muda tudo completamente
num segundo
É o elo entre o desejo impossível
e a sua realização incrível
Não há tormento que perdure
Onde a palavra de fé alcança
Ela é fonte de água pura
É a eterna aliança
entre o Criador e a Criatura.

Balneário Camboriú/SC

-26-
Palavra de ser fé
Odilon Machado de Lourenço

Para Ana Clara Tellini nos dias de seus anos.

Você é o desenho da minha mão que sangra e ri descarado
Palavra, minha palavra é língua desobediente
Tenho em você as entonações apreendidas no fim das ruas impedidas de seguir e que eu e você sempre seguimos
As ruas ficam para outros pés desertos de nós
E você me segue entre meus dentes
Guarda minha palavra, nessa língua louca a paz anunciada
Desaba em mim as conseqüências da bravia faina de lhe ser amante
Contempla-me no silêncio em que lhe faço os versos que se tangem em sua pele
Converta imagens desse sonho novo a dormir meus olhos na realidade da sua tinta carne
De agudezas e macios veludos sejas você ó Palavra Clara

Florianópolis/SC, 14/11/2011

-27-
O poder da palavra de fé
Diná Fernandes

Quantas vezes nos condenamos pela palavra , esta que tem poder tanto para enaltecer, quanto para denegrir . Quando proferimos palavras ternas, doces e edificantes, naturalmente estamos preenchidos e sintonizados com a mais forte das energias que faz brotar uma chama intensa dentro de nós, chama que pode transformar um momento de desespero, de desânimo em fortalecimento da alma, para isto precisamos de “Fé”, o alimento do espírito.
Se perdermos essa preciosa virtude, involuntariamente mudamos a sintonia, estamos nos desviando dos caminhos de Deus, significa dizer que perdemos a nossa “Fé”, então ... Nossas escolhas tendem e pendem para o negativismo, os caminhos da escuridão.

Para aquele que ouve uma palavra (mal) dita, e se de ordem pessoal, é como uma tempestade de trovoada a destruir e abalar estruturas. A vida é frágil fácil de quebrar, difícil de reconstruir.
Quem caminha na “Fé”, evoca felicidade tanto para si quanto para o seu próximo.
Palavras (bem) ditas, são sementes a germinar na alma e no coração, é preciso vigiar a boca.

Cabedelo/PB

-28-
Tenho fé
Fátima Peixoto

De um dia ver um mundo mais justo, mais harmonioso,
As pessoas se amando sem recompensa,
Que o viver, só para fazer o bem,
Que a sinceridade predomine,
Que o humano seja respeitado,
Que o maior tesouro é a vida,
Que todo ser humano tenha responsabilidade e compromisso,
Fé, que é alimentada por uma força Superior,
Que me guia pelo caminho do bem,
Que grita no meu ouvido,
A felicidade existe!
A vida nos presenteia com o amor!
Vida é a superação dos obstáculos com coragem,
Fé é acreditar que o amanhã será sempre melhor,
Sem violência, sem drogas, sem miséria,
Deve existir um lugar assim...
Quero morar aí.
Pra minha fé continuar.

Cabedelo/PB

-29-
O poder da palavra de fé
Sílvia Benedetti

Pequena e simples. Singela palavra composta por apenas duas letras... Pequena palavra de poder tão grandioso. que o Mestre disse que ela poderia remover montanhas...
No decorrer de nossas vidas, existem momentos de grandes alegrias. Existem momentos de felicidade, quando então acordes de paz parecem reger a orquestra dos dias, executando notas perfeitas em compasso de amor e tranquilidade.
Nada na vida é perene! alegrias passam e quando menos esperamos surgem tristezas, dúvidas e desacertos... Sofremos perdas de pessoas que amamos, amigos e familiares que partem deixando uma saudade dolorida, um vazio assustador.
É quando ELA chega de mansinho... chega e pára ao nosso lado. Emite força, emite luz, nos fazendo CRER em algo superior e sublime que tudo coordena com sabedoria e justiça. Com sua aproximação passa a revolta, ressurge a esperança e o sol volta para aquecer noss'alma .Com ela por perto, somos CAPAZES de enfrentar as procelas da vida, lutando pela conquista dos nos-
soa objetivos, sejam materiais ou mesmo espirituais. Quem tem FÉ sabe do que falo... Quem tem Fé alcança, pois não esmorece na busca. Fé palavra pequena e simples... Singela palavra composta por duas letras,cujo poder é milagroso e certo!

Porto Alegre/RS

-30-
Palavras tem poder
Pampoeta

Hoje posso compreender...
O poder das palavras...
Ditamos, e elas se emanam...
O universo se encarrega...
Elas brotam e nascem...
Em outroras colhi rudimente...
As sementes que plantei...
Palavras em fel amargamente...
Paguei caro por palavras escritas...
Poesias das mais malditas...
Hoje posso compreender...
E escrevo com autonomia...
Digo o que quero com sabedoria...
Sou o dono das minhas idéias...
Tenho boas condutas...
Humildade e paz no meu ideal...
Por hoje sabias, minhas palavras...
Relatei uma mulher do bem...
O meu próprio bem...
A mulher da minha vida...
Decorei as minhas poesias...
Contornei de felicidades...
Os meus versos de amor...
Colhi agora a mais bela flor...
Chama do meu calor...
Mulher feito anjo...
Relatei para o arcanjo...
Palavras de doce mel...
As nuvens se abriram...
E meu amor desceu do céu...
Hoje posso compreender...
A causa e efeito das palavras...
Somos compositores...
Somos escritores...
Somos ditadores...
Somos colhedores...
Palavras bem ditas...
Serão boas colhidas...

Hoje posso compreender...
Palavras tem poder...

Campinas/SP

-31-
Da fé
Ricardo Jorge Pocinho e Silva
(O Transversal)

Da fé se renovam as montanhas,

algumas tocam o céu,
[o céu das aves...dos deuses]
e acordam alguns dos anjos,
que queremos puros.

e é na fé, que o navegante
vai mar afora,
e no meio das ondas gigantes,
quer-se imortal.

Da fé se constroem os rios,
e quando inundam as margens,
se dizem de avassaladores,

e da palavra, querem-se felizes
os que se beijam,
mesmo das promessas silenciosas.

Da fé de todas as palavras,
algumas em orações,
[de joelhos...ou caladas...]
algumas em pedidos,
[que cumprem anseios...]
ah... e tantas em pensamento,

quer-se uma luz, uma réstia chega,

que invada, toda a escuridão.

Fortaleza/CE

-32-
Força das palavras
Valéria Lisita

Que as palavras tenham força
Aquelas que água, pedra quebra
Removida montanha no desejo
E tempestade que vento leva

Direi todas que o amor ditar
Diamante reluzindo o brilho
E cravadas no tempo vão ficar
Trem da vida seguindo o trilho

Se chuva cai, a seca impede
E semente que logo germina
Distância o amor não mede
Num beijo...saudade termina

Que as palavras tenham força
E tatuem nos coraçoes a flor
Que súplicas então Deus ouça
E seja sólido o alicerce do amor

Goiânia/GO

-33-
Momento de fé
Lourdes Ramos

Em um tocante momento de fé
Eu desabafei e abri meu coração:
-Faz tempo que espero a resposta
E ainda não obtive uma solução...

E uma voz doce dentro de mim falou:
-Ó mulher, ouvi o teu pedido sincero
Saibas que a solução, agora te dou

E eu senti grande paz em meu coração

-Eu sempre te ouço, sou teu caminho
E no meu tempo, eu te respondo, sim
Pois o teu clamor foi ouvido por mim
E experimento por ti grande carinho!

E com lágrimas nos olhos, então sorri
Soube que aquela oração fora atendida
Após, eu ouvi outra voz que assim dizia:

-Deus te ama muito e mandou-me aqui
Sou o teu anjo e mensageiro do Senhor
E tenho a missão de ser teu intercessor!

-34-
O poder da palavra de fé
Judite Krischke Sebastiany

De onde vem esse poder?
A fé é parceira da esperança.
É expressa em atos e palavras
Seguras, luminosas, confiantes.

Quem ouve essa palavra sente:
Confiança, alegria, esperança.
O desejo de partilhar e difundi-la
Torna-se o grande imperativo.

Porto Alegre/RS

-35-
Força da palavra fé
Fernando Alberto Salinas Couto

Fé, fortalecida pelo pensamento,
em qualquer momento de precisão
e acompanhada pelo sentimento,
das profundezas de nosso coração,
pode superar qualquer necessidade.

Fé, declamada em prosa ou verso,
pode alterar até mesmo o destino
de todas as forças do universo,
porque só cabe, ao poder divino,
transformar o desejo em verdade.

Pois não há, no mundo, o que possa
com a palavra fé e toda sua força.

São Paulo/SP, 22/11/11

-36-
Conversa com Deus
J Otoniel Poeta

Conversa com Deus!?... Como?...
De que forma?...
Isso é possível acontecer!?
De conformidade com as minhas
Convicções, sim; é possível!...
... Converso sim!... Quem ou o que
Pode impedir que um filho converse
Com seu Pai?
Nas aflições por motivos físicos
Ou psíquicos há de se recorrer a alguém
Nas incertezas, dúvidas, nos riscos
Noutras semelhantes situações também

Como criatura que sou busco de mim
O Criador
Ele sabe melhor que ninguém o que
Se passa com um filho seu até na dor
Eu sou seu filho e Nele confio
Por mais conturbado seja o desafio
Creio firmemente que Ele saberá mostrar
O caminho mais certo, por mais íngreme seja
Ele o conhece e poderá me conduzir
Dir-me-á aonde como criatura que sou busco de mim
O Criador
Ele sabe melhor que ninguém aonde devo ir
Em qual direção?...
Por meio da oração!

Sou carne e sou espírito; Deus é espírito
Então, é lógico! Terei com Ele uma conversação
Desde o princípio me foi dito:
Eu tenho muito a saber e Ele muito a me dizer
Eu falei acima em aflições; estou aflito não!
Estou convicto, contrito, confiante
Estando com Ele é mais fácil dEle me entender
Vou bem adiante!

Deus é paz e estando com Ele estou em paz!
As outras coisas são fáceis de se ter
Porque a paz é o caminho e abertura que traz
Outros predicados a se obter:
A esperança, o trabalho em silêncio, o lazer
O respeito e a alegria com todo amor
Além doutros, e bem acima estar em paz de espírito
Com o coração palpitando de fé com bastante ardor

-37-

Marco A. Amado

Uma palavra miúda
E que poderia ser insignificante
Se em nossa vida
Não fosse tão importante

Pois sem ela
Como saberíamos que todo dia é um recomeço
Como poderíamos entender
A sutileza dos pequenos milagres que nos cercam

Como entender que a natureza
Nos ensina sem cessar
Que temos a capacidade
De nossos sonhos realizar

Termos o poder
De olhar o futuro sem temor
Descobrir a inocência
Dos olhos de uma criança

Estes que na escuridão
Podem vislumbrar
Que também existe beleza

Fé palavra moeda
Com tamanha força
Que transforma nosso dia a dia
Quando nos falta força
E coragem
Renova nossa alma

Demonstrando que com esforço,
Sapiência e calma
Podemos ser agraciados
Por seus pequenos milagres
Que muitas vezes
Não notamos
Pois queremos grandes milagres


Palavra que seria insignificante
Tamanho seu tamanho
Mas que traz nesta consoante e vogal
Tamanha energia
Que transforma
Até mesmo num verso
As forças do Universo

Ilha do Governador/RJ -Ocram, 23/11/11

-38-
Poder da palavra
Daniel Brasil

Quando se quer algo
Palavra mágica é querer
Ter consciência do que queres
Com a força do saber
Fé, crença e PALAVRA
Com a magia do PODER

Acredites no que queres
Sem o próximo ofender
Nascemos com inteligência
Para na vida vencer
Não deixes roubar teus sonhos
Acredites na magia do PODER

Sejas sonhador
Sem perderes a razão de ser
Fé no Poderoso
Ele é a razão do nascer
O Criador do universo
É a palavra PODER

Porto Alegre/RS

-39-
O pode da palavra de fé...
Eloísa Antunes Maciel

Se tua fé, embora reduzida,
Tem o poder de remover montanhas,
Faze da fé o escudo de tua vida,
E espada a desafiar as artimanhas...

Se tua fé te anima e fortalece,
E seu poder pode aliviar a dor,
Conforta com tua fala quem padece,
E dessa fé serás um mediador...

E não duvides do poder que emana
Da fé assumida pela mente humana,
Relembra de Jesus o ensinamento...

Que desse ensinamento portentoso,
Possa emergir o verbo poderoso,
Capaz de amenizar o sofrimento...

São Martinho da Serra/RS

-40-
A minha simples ceia.
José Augusto Silvério - Zito

DEUS, todos os dias a vida me testa.
Provações, provocações e privações.
A vida sei que não é uma eterna festa.
Muitas vezes faz penar nossos corações.
Quantas vezes ficamos perdidos,
Sem saber que caminho seguir.
Quantas vezes procuramos,
Algo certo pra poder ouvir.
Quantas vezes nos sentimos esquecidos,
Quantas vezes nos sentimos abandonados.
Quantas vezes o silencio nos acompanha,
E nos coloca na multidão... Mas isolados.
Quantas vezes a bússola da felicidade.
Parece ter perdido o seu objetivo.
Quantas vezes a nossa vida.
Parece não ter motivo.
Quantas vezes seguimos empurrados pelo vento.
Quantas vezes no livro da vida não encontramos,
O nosso sonhado, esperado, imaginado momento.
E assim no leito da existência sozinho vagamos.
Quantas vezes pra não ferir,
Saímos magoados, feridos.
As vezes as costas á nos voltadas,
São dos nossos entes queridos.
Mesmo assim ainda divido o meu pão.
Feito com o suor da minha veia.
Pois foi isto que Jesus Cristo ensinou,
Quando fez com os amigos a ultima ceia.

Santa Rita do Passa Quatro/SP

-41-
Poder das Palavras de Fé...
Joyce Lima Krischke

Poder das palavras de fé...
Semente plantada no solo da esperança
Colheita abundante da nossa existência
Árvore de floresta do infinito

Poder das palavras de fé...
Seiva que alimenta noss’alma
Luz verde nos caminhos tortuosos
Calor nas nevascas e geadas

Poder das palavras de fé...
Sol da Lua em noite de trevas
Luar prateado nos temporais da vida
Sorriso na dor da onda de lembrança

Sim, o poder das palavras de fé
É jardim com vários matizes
Um poema sem métrica...
Uma poesia sem fim!

Porto Alegre/RS, 22 de novembro de 2011

-42-
Nunca Desista
Paulo Rodrigues

"Quando tudo é solidão
É preciso acreditar num novo dia";
É preciso ter alguém em que se confia;
É preciso dar uma nova chance ao coração;

Quando você achar que tudo está perdido
Lembre-se que sempre existe no fim do túnel uma luz.
Quando achar que a solução é a cruz
Lembre-se que você tem objetivos à ser atingidos.

Quando você achar que o amor já não vale a pena
E quer fazer de tudo para tentar esquecer ele
Lembre-se que você passou momentos alegre com ele.

Quando você diante dos problemas diários se sente pequena
Lembre-se que o dia tem apenas 24hs e logo vai terminar.
Lembre-se dessas palavras de apoio que estou tentando lhe passar.

Sorocaba/SP

-43-
Novo Dia
Paulo Rodrigues

Cada dia é um novo dia.
O que não deu certo hoje
pode dar certo amanhã.
A flor que não desabrochou hoje
pode desabrochar amanhã.

A chuva que não caiu hoje
pode cair amanhã.
A planta que não nasceu hoje
pode nascer amanhã.
Pois cada dia é um novo dia.

Um novo dia para perdoar.
Um novo dia para amar.
Um novo dia para recomeçar.
Um novo dia para acreditar
que amanhã é um novo dia.

Sorocaba/SP

-44-
Palavras de fé
Paulo Rodrigues

No início era o verbo
e o verso se fez palavra
para cantar os amores dos poetas
sendo o Amor mais precioso que a vida,
a honra mais preciosa que o dinheiro
e mais preciosa que ambos a palavra.

Palavras são brinquedos
que não envelhecem
e se renovam quando a usamos
com sabedoria.
Palavras formam livros
que só ganham vida
quando lidos no silêncio da manhã,
devorado ao sabor da tarde morena
e deleitado na cabeceira da cama.
Mas na poeira das estantes vazias de afetos,
esquecidos nas livrarias da vida
sofrem, definham, amorfinam
suplicando pela sua atenção e carinho.

Doe carinho e afetos nas palavras!
Palavras são flechas envenenadas
ditas no calor da mágoas.
Ferem, magoam e machucam.

Doe esperança e conforto nas palavras!
Enxuguem as frias lágrimas de quem chora.
Saiba escutar para saber falar!
Palavras salvam almas da dor.
Palavras livram da renúncia da vida.
Palavras acolhem e acalentam os aflitos
e carentes de afetos e companhia.

Doe Paz e Amor nas palavras!
Palavras são fonte de alegria e de acolhimento.
Saiba usar as palavras a seu favor!
Palavras ativam e renovam nossas energias.
Mas também, convida ao abismo.

Sorocaba/SP

 




SELO DE PARTICIPAÇÃO













|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||

Arte Joyce Lima Krischke
Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados