ENCERRAMENTO 70ª CIRANDA MENSAL

MENSAGENS DE FELIZ NATAL, BOAS FESTAS E ÓTIMO ANO NOVO

PARA A CAPPAZ E SUA FAMÍLIA

70ª Ciranda Mensal CAPPAZ



Encerramento e Agradecimentos


     Aqui chegamos, novamente, com mais um exercício de palavras e imagens – prosa, verso e artes: nesta nossa 70ª Ciranda Mensal - Mensagens de Natal, Boas Festas e Ótimo Ano Novo para a CAPPAZ e sua Família.

     O sucesso desta Ciranda CAPPAZ é resultado do esforço coletivo dos membros da Confraria. Nela oferecemos a nossos leitores, amigos, familiares e apoiadores, nossas mensagens fraternas de Paz e Bem. Acima de tudo nossas inspirações no tema Natal (de Jesus) e Ano Novo, em torno de eternos e grandes ideais fundamentados no Amor, na Fraternidade, na Verdade e na Fé.

     Esta Ciranda é um Encontro Virtual sobre o amor fraterno, posto que acreditamos nesse sentimento o qual, apesar de estarmos vivendo num mundo dominado pela tecnologia, num implicado complexo de comunicações, projetos de interação de redes sociais, observamos, ainda, que aquilo de que o homem mais deseja e necessita é o Amor.

     Pode ser que aporte a nós a era da automação, que se complete a era da computação e da informática, ainda assim o homem, no dizer de Camões, nada será sem amor – “Ainda que eu falasse a língua dos homens; e falasse a língua dos anjos, sem amor, eu nada seria...” ("Soneto 11" de Luís de Camões, que por sua vez é uma adaptação de I Coríntios, Capítulo 13)

     Esta Ciranda é um testemunho do amor, são composições de fé, de esperança, de saudade, de silêncio... de felicidade...

     Aqui, as palavras simples, são expostas linearmente, como canções cheias de luzes, alegrias, Jesus, pastores e seus animais, Papai Noel, sinos de Natal, esperanças, renascimento, sonhos, planos, solidariedade, fraternidade, crianças, anjos, sol, natureza em flor- tudo com muito amor- uma “canção do amor universal”!

     Pretendemos que este exercício, que estamos encerrando, com muita honra, recheado de belas criações seja acima de tudo, como aquilo que colhemos e recolhemos ao redor, em nossos caminhos, também, seja partilhado no mundo da web.

     Com a 70ª Ciranda Mensal CAPPAZ acreditamos que a Confraria, através dos participantes deste exercício literário, realiza com êxito um de seus objetivos – Divulgar a cultura de Paz, como uma agremiação participativa, na formação de opinião no mundo atual.

     Por derradeiro, ratificamos nossos agradecimentos aos membros da CAPPAZ que caminharam fraternalmente- juntos, sem distinção de raças, credos, sociais e/ou filosóficas e, especialmente sem ostentação de louvores e de títulos.

     Agradecemos, aos caríssimos confrades e às confreiras que construíram juntos nossos pensamentos e ideais de Natal e Ano Novo, integrantes da 70ª Ciranda Mensal CAPPAZ.

     Agradecemos, também, em especial àqueles (as) que nos acompanharam nesse projeto de encontros virtuais mensais durante o ano 2014. Suas companhias valiosíssimas são incentivo à continuidade da CAPPAZ.

     Desejamos a toda CAPPAZ um Feliz e Santo Natal- um renascer naquele que foi na Terra modelo de Paz e Bem- Jesus Cristo!

     Desejamos a todos momentos de Sucesso, Felicidade, Fraternidade e realizações plenas, no Ano 2015 que está chegando!

Balneário Camboriú/SC - Dezembro 2014

Joyce Lima Krischke
Presidente Fundadora CAPPAZ










INTRODUÇÃO

Partituras Amorosas...
J.J. Oliveira Gonçalves

Quando chega dezembro, muda o ritmo. E o tempo é outro. É tempo de Natal e de Ano Novo. Jesus renasce, como nasceu há mais de 2000 anos. É tempo de Luz e Fé. Tempo de uma reflexão debruçada sobre as 365 páginas de nossa vida, contidas no Livro 2014. Tempo de expectativas e Esperança – nas páginas ainda em branco de 2015.

Assim pensando, sentindo e escrevendo, concebi este texto sob o título de “Partituras Amorosas”. Eis que, repito: o ritmo muda. A melodia é outra. É outra a sinfonia. Todavia, são duas Partituras que obedecem ao mesmo Espírito que rege a Grande Orquestra. Tudo porque chega dezembro, simplesmente. E, com dezembro, o chamado “Espírito de Natal”. E o alvoroço das Festas de fim de ano. Jesus-Menino e Papai Noel são transformados, involuntariamente, em garotos propaganda do comércio de presentes de múltiplos matizes. É o materialismo exacerbado. A ganância pelo lucro exorbitante. É a adoração, o culto explícito ao maior deus pagão e deletério da História da Humanidade: o deus-dinheiro. Este deus que discrimina os homens e ceifa as Flores da Paz, na terra. Que faz empedernidos os corações e apaga o Brilho Divino das Almas! Dezembro. Dois acordes. Duas Sinfonias. Notas diferenciadas de um mesmo sonoro e tradicional Concerto!
Natal! Não quero o brilho artificial de milhares de lâmpadas enfeitando as casas, a cidade. Mas quero o brilho insofismável de miríades de Estrelas intermitentes emocionando meu coração de homem-comum. E escrevendo Poemas de Paz e Bem, de Amor e Liberdade, a cirandar com meu coração incorrigível e sempre inspirado de poeta!

2015: um livro em branco, como afirmei, anteriormente. Uma Incógnita. Um Mistério. Uma ansiosa Expectativa. Que não seja, apenas, uma mudança tradicional, convencional e de ficção, no Calendário de nossas vidas. Quem sabe, Deus, que nos manda seu Filho Unigênito – nosso Maior e mais Belo presente de Natal, porque Sagrado! – olhe mais amiúde para este Solo Amado e Generoso chamado Brasil. E transforme a Esperança de Pátria e Liberdade num Sonho palpável e numa Utopia irreversível!

E, assim, com estas palavras e estes Desejos, declaro aberto o expediente para esta última Ciranda do ano 2014, da nossa Confraria Artistas e Poetas pela Paz/CAPPAZ. Sejam todos muito bem-vindos com sua Arte – nas mais diversas e belas manifestações! Eis que as Artes são Etéreas Emanações da Presença do Criador, em nós – Seus filhos eternamente Bem-Amados!

Um Natal de Paz e Bem!
Um Ano Novo de Fé, Esperança e Concretas Realizações!!

Com meu abraço franciscano – sempre!
JJotaPoeta!


“Minhas palavras são como as Estrelas... Jamais empalidecem!”
(Grande-Chefe Seattle)


Porto Alegre, 13 de dezembro/2014. 10h50min – HA
jjotapoesia@gmail.com– www.cappaz.com.br






PARTICIPANTES

01- Ana Maria Cardoso - (38 e 72)
02- Benny Franklin - (45)
03- Brita Brazil - (20 e 68)
04- Carlos Reinaldo de Souza - (51)
05- Daniel Brasil - (37)
06- Deomídio Macêdo - (26)
07- Diná Fernandes - (16)
08- Eda Bridi - (65)
09- Edvaldo Rosa - (48)
10- Eliene Dantas de Miranda - (30 e 79)
11- Élio Cândido de Oliveira - (57)
12- Eloísa Antunes Maciel - (07)
13- Estela Braud - (62)
14- Fátima Maria do Nascimento Peixoto - (53)
15- Fernanda Esteves - (13 e 32)
16- Fernando Alberto Salinas Couto - (27)
17- Gerusa Guedes - (15 e 21)
18 -Glória D'Avilla Espinoza - (61)
19- Humberto Rodrigues Neto - (06)
20- J. J. Oliveira Gonçalves - (11, 43, 46, 47,  50 e 54)
21- J. R. Cônsoli - (22)
22- João Kleis - (41)
23- José Maria de Jesus Raimundo - (55)
24- José Otoniel da Costa - (14)
25- José Pereira da Silva - (67)
26- Joyce Lima Krischke - (01, 12, 42, 69, 78 e 79)
27- Judite Krischke Sebastiany - (36, 71, 73, 74 e 76)
28- Kátia Cladino Caetano Pereira - (49 e 59)
29- Lurdes Ramos - (64)
30- Marcelo de Oliveira Souza - (04)
31- Maria Júlia Guerra - (56)
32- Michelle Zanin - (08 e 09)
33- Nena Sarti - (63)
34- Neneca Barbosa - (23)
35- Odilon Machado de Lourenço - (34 e 35)
36- Paola Rhoden - (02 e 03)
37- Regina Kreft - (24,  25 e 77)
38- Regina Sant'Anna - (31)
39- Renata Rimet - (66)
40- Rosana Carneiro - (29 e 75)
41- Rosana Moreira Silva Paulo - (10)
42- Roseleide Santana de Farias - (44 e 58)
43- Sandro Nicodemo - (70)
44- Saturnino de la Torre - (52)
45- Sidney Santos - (05)
46- Sílvia Araújo Motta - (17, 18 e 28)
47- Sílvia Benedetti - (60)
48- Sônia Rêgo - (33)
49- Tânia Maria de Souza - (40)
50- Vera Passos - (19)
51- Zíngaro - (39)








Participações



01.
Mensagem de Natal e Ano Novo
Joyce Lima Krischke

É Natal e o Fim do Ano está próximo...
São momentos de dar graças, de agradecer por tudo de bom e por nossas conquistas.
É importante lembrar aqueles estiveram junto à CAPPAZ e participaram da sua divulgação e crescimento, durante o Ano 2014. Ano em que juntos comemoramos o Jubileu de Açúcar – CAPPAZ – seis anos pela Cultura da Paz e Manutenção da Vida no Planeta Terra.
Caríssimas Confreiras e caríssimos Confrades amigos agradecemos  suas presenças e amizade fraterna dedicada nesse ano que está findando.
Que o Natal , quando comemoramos o nascimento de Jesus, seja vivido
sob as luzes da Paz e da Harmonia e que no próximo ano- 2015- possamos compartilhar novas conquistas na Paz e no Bem.


Balneário Camboriú/SC – Natal 2014






02.
Os milagres de todos os dias
Paola Rhoden
 
O nascer do sol, uma brisa suave,
Cor do girassol, mais um voo da ave,
As flores nascendo,crianças brincando,
Rosas florescendo, os seres amando.
Na nave da Igreja, Jesus acolhendo,
Sem olhar quem seja, a benção descendo.
E Deus nesta hora, em brilho total,
Resolveu que agora, haveria Natal.
Milagres assim, de todos os dias,
Nos trazem, enfim, muitas alegrias.
O Natal é agora, bem neste momento,
Pois Deus não tem hora, para tal evento.
Porque afinal, é sempre Natal.
 
Brasília – DF




03.
Feliz Natal
Paola Rhoden
 
Um Natal com alegria,
cheio das mais alegres flores,
dos mais perfeitos pensamentos,
em todos os momentos,
cantando louvores,
e uma Luz imensa
iluminando os caminhos,
com todo o carinho,
e principalmente,
seguindo em frente,
com todos os sonhos,
que só Deus
pode permitir que tenhamos.
E convenhamos,
o maior tesouro é que,
Deus está no coração de cada um,
em instantes fugazes,
por onde caminhamos.
 
Boas Festas a todos os Cappazes!
Brasília- DF




04.
Já é Natal?
Marcelo de Oliveira Souza, IWA
 
Nesse ano os preparativos começaram muito cedo,  mas de certa forma é uma premiação para tantas atribulações acumuladas durante nossa jornada.
Tivemos Copa do Mundo em muitas cidades do nosso imenso Brasil, houve sede que até inaugurou um trenzinho que chamam de metrô, que liga algo até um terminal central, cujo lugar há muito tempo está sucateado, com todos os tipos de problemas pertinentes a grandes cidades, acrescentando mais um desleixo administrativo dali ou daqui.
Houve também eleições para governo, presidente da República e cia,  um fato muito importante, onde na reta final o povo brasileiro se empolgou e colocou os seus sonhos no mesmo pote.
Essa discussão política é interminável, gerando muitos atritos entre amigos e conhecidos, contudo os verdadeiros amigos sabem respeitar a opinião do outro.
Todos esses eventos fizeram parte dos   brasileiros esquecer momentaneamente dos nossos problemas comuns, outros sequer esqueceram de algo que não consegue concatenar.
As propagandas ajudaram muito nesse intuito de ter um país vitorioso no esporte e na política.
Ao término de todos os eventos, começamos a perceber toda a nossa problemática social, que sempre esteve ao nosso redor.
Os preços da cesta básica continuam subindo, os cidadãos continuam se escondendo ao cair da noite com medo de tudo que se mova, começamos novamente a olhar para trás...
Quando olhamos para frente nos deparamos com o presépio de Natal, um mais bonito que outro, as tradicionais músicas vão aparecendo, o nosso amigo Noel desce de tudo quanto é lado, mais rápido do que nós,  para sacarmos violentamente a nossa carteira e atirarmos nossa maior arma: O cartão de crédito.
O misto de humanidade e de espírito Natalino começa a tilintar nos nossos ouvidos, os frangos, chesters, perus começam a voar na nossa imaginação e a combinação de ceia e presentes volta a atacar a família.
O Natal chegou depressa, a festa mais linda do mundo fez nascer momentaneamente inúmeros sentimentos, contudo o importante é que nossos sentimentos mais profundos sejam de paz, amor, fraternidade e até de reflexão,   pois é tudo que nós almejamos anos após anos, onde o  nosso aprendizado com os erros passados, sejam de inspiração para o resto de nossas vidas.
 
Feliz Natal   & Uma excelente entrada de Ano Novo!
 
Marcelo de Oliveira Souza, IWA
Salvador- Bahia




05.
ROSTO FELIZ
Sidney Santos- Poeta  Dos Sonhos
 
Pra você um Natal feliz
Deixou escrito um Anjo
Um Ano que sempre quis
De amor, o melhor arranjo
 
Um deslumbrante amanhã
Uma estrela com todo raiar
Vermelha fruta romã
E sorte à despertar
 
Felicidades à vista
Versos pra te encantar
E eu me tornando artista
Pra teu sorriso pintar
 
Santos –SP




06.
"EM VERDADE VOS DIGO..."
Humberto Rodrigues Neto.

que nem sempre o Natal é dos lojistas,
nem, tampouco, dos finos restaurantes,
os quais contam, quais meros comerciantes,
com vossas propensões materialistas...
 
Nem culpeis as indústrias da alta moda
de enriquecer mercê do cristianismo,
já que atendem ao vosso egocentrismo
de ser destaque em festas da alta roda...
 
Eu não condeno que ao seu capital
o negociante o justo lucro tome,
mas que não ouse a um pobre, morto à fome,
fechar-lhe a porta neste meu Natal...
 
Em todo lar há sentimentos ledos,
mas de quem sou, nenhum de vós lembrais;
até os `meus pequeninos´ gostam mais
do bom velhinho que lhes traz brinquedos...
 
E é nessa data, tão bem festejada,
que demonstrais  mesquinhos aparatos;
prendas levais a asilos e orfanatos
e o ano inteiro não lhes dais mais nada...
 
Mesmo ante a mágoa desses vãos engodos
entendo vosso espírito imperfeito,
e a ir ver-vos no Natal jamais rejeito,
levando a minha paz ao lar de todos...
 
E se fizerdes do Natal bom uso;
se o tornardes da fé divina messe,
e orardes ao Senhor singela prece,
não mais serei ali um mero intruso”!
 
São Paulo-SP



07.
Meus votos de Natal?...
Eloisa Antunes Maciel
 
Votos de Natal? São muitos, diversificados e específicos...  Mas se referem a princípios básicos das virtudes que orientam o verdadeiro espírito do Natal e o seu magnífico significado para a Humanidade: Paz, Esperança, Solidariedade e, sobretudo, profunda reflexão sobre as vivências cristãs e qualidade dos verdadeiros testemunhos de fé - evidenciados por essas vivências em relação ao próximo, à própria vida, à Natureza e ao sentido de uma verdadeira religiosidade...
Ante a essa assertiva, poderemos partir de uma autoanálise realista de nossas práticas por ocasião do Natal e compará-las às que vivenciamos ao longo do ano – e de nossas vivências diárias. E essa autoanálise comportaria uma série de interrogações que cada um faria “si mesmo” – ou à sua própria consciência. Poderiam consistir das seguintes perguntas básicas:
-Qual tem sido a minha conduta fraterna ao longo do ano – frente aos testemunhos de fé, de amor (testemunhal) ao próximo, especialmente aos necessitados de minha atenção, amparo e assistência devida?  Como tenho cumprido os deveres assumidos em nome de minhas vivências cristãs? Com devotamento e compromisso – ou simplesmente por mera formalidade a fim de preencher esse item na minha agenda?
Dependendo das respostas presumidas a essas perguntas, teríamos de redimensionar o nosso proceder, ao invés de entoar “hinos e louvores ao som de luzes e cores”... E somente por ocasião da passagem do Natal... Uma pergunta seguinte se impõe, dependendo de nossas respostas:
Tenho honrado meus compromissos perante a natureza – em especial ao meio-ambiente, a partir do meu entorno? Ou tenho apenas agido de modo superficial e irresponsável?...Essas e outras perguntas, se merecerem respostas “negativas”, deverão, inicialmente, desencadear um processo de retomada do sentido de uma vida verdadeiramente cristã, pautada por testemunhos dessa natureza... E, somente a partir da concretização desse processo, ainda que modesto e, talvez, circunstancial, poderíamos expressar nossos votos de Paz, Renovar esperanças e abraçar nosso próximo cientes de que esse gesto seria realmente fraterno e genuinamente cristão...  Assim, exercitaríamos a nossa religiosidade autêntica e estaríamos vivenciando (ao menos em parte) o sentido magnífico do Natal do Cristo – revivendo em nossos corações a verdadeira fé, virtude–capaz de remover as montanhas do nosso egoísmo e propiciar o alcance de nossa verdadeira condição de cristãos autênticos...
Meus votos de que você e, todos aqueles que venham a ler este modesto texto, não precisem “reformular” sua conduta cristã e, dessarte, estejam em plenas condições de expressar seus autênticos votos de um Feliz Natal aos seus semelhantes, e, em especial àqueles com quem convivem, confraternizam ou interagem em atividades voltadas ao bem – estar da Humanidade como um todo.
Votos especiais de um Iluminado Natal a todos os CAPAZES... E que a Estrela da Paz possa guiar suas meritórias realizações ao longo do ano que se avizinha!
 
São Martinho - RS




08.
Natal
Michelle Zanin
 
Eu sinto um clima diferente no ar,
algo estão prestes a acontecer.
Sinto que nessa noite todos darão as mãos
e deixarão o clima de Natal nos unir.
Quebraremos os tabus impostos e,
pelo menos hoje,
conseguiremos abraçar o próximo
sem fazer um prejulgamento.
À meia-noite o Salvador renascerá e,
com Ele, renascerão as esperanças
que moram em nossos corações.
Por alguns instantes alcançaremos o paraíso
e sentiremos paz.
Tudo o que nos aflige será esquecido,
a luz se tornará mais forte,
e lutar não mais será difícil.
Nessa noite especial,
iremos todos juntarmos nossas almas
para conseguirmos abraçar o Salvador.
É Natal, época em que tudo tende a melhorar.
É natal, a festa luz que consegue nos conectar a Deus
 
Araraquara-SP




09.
Poesia Natal
Michelle Zanin
 
Votos.
A estação chuvosa terminou.
A poça secou.
O verão ressurgiu.
O ipê esta para florir.
Tudo passa e novamente o ano acabou.
Ainda me lembro do começo deste.
Fiz planos, tracei metas, sonhei.
Ao longo dos meses vi o longínquo se tornar óbvio
e o óbvio se tornar longínquo.
Passei por muitas situações,
algumas boas, outras nem tanto.
Mas tenho a plena certeza de que elas moldaram minha história
Ao longo de doze meses amei , ri, chorei ,sorri,
odiei , senti medo, senti angustia, senti felicidade.
E através destes sentimentos consegui crescer.
Agora, com o nascimento de outro ano, o ciclo se reiniciará.
Não sei ao certo o que esperar do futuro.
Começo este ano com um friozinho na barriga
e com a esperança que ele seja melhor do que o ano anterior.
Agora posso contar somente com a ajuda do destino
que há muito tempo vem me impulsionando.
Mas o ciclo é antigo e nunca conseguirei quebrá-lo.
Tenho que me acostumar e dar graças por fazer parte dele.
Tenho que celebrar este ano que está nascendo,
pois é uma dádiva de Deus em minha vida.
Então estou preparada para o que vier,
conseguirei enfrentar este ano assim como enfrentei o anterior.
Certamente irei traçar novos planos,
inventar novas metas e criar novos sonhos.
Pois esta é a arte de viver. Isto é o que me impulsiona.
Isto é o que me faz viver.
Isto não é o fim, é somente a continuação do ontem.
Que 2015 venha para concretizar os sonhos
e que 2014 possa descansar na memória,
perdido ao meio de boas lembranças.
São os meus sinceros votos para a humanidade,
que embora muitas vezes ande por linhas tortas
é capaz de andar por linhas retas.
Que se inicie um novo ciclo,
que a beleza da vida possa ser vista por todos.
Estes são os votos de uma pessoa
que sempre acredita que o amor regenera.
Estes são os sinceros votos de quem não tem medo de viver.
 
Araraquara-SP.




10.
Manhã de Natal
Rosana Moreira Silva Paulo
 
Árvore de Natal apagada
manhã quente e iluminada
meninas  pequenas e sonolentas
papéis de presente rasgados:
duas sanfoninhas de brinquedo
e o  som de risadinhas
muito carinho
Papai Noel ainda vivia
riqueza era a família reunida
importante era o amor
painho, mainha e maninha
juntos na casa simples
felizes  sem complicação
Às vezes saía uma briga
coisa comum de criança
alguém chorava
mainha vinha depressa
e logo nos acalmava
Um velho Natal
com um novo siginificado
longe no tempo
mas  perto do coração
pois está vivo na  memória
faz parte da nossa história
não chore, não fique triste
Acredite! O Menino ainda existe
 
Salvador-BA




11.
Paz e Amor!
J.J. Oliveira Gonçalves
 
Ah, só quem Ama, eu sei, sente saudade
Que, ao peito, sempre dói a Dor da ausência!
Se um sorriso aflora é que a aparência
Maquia e disfarça a realidade!
 
Ah, verte o verso meu nesta veemência
Que de Emoção transborda – e a Alma invade!
Fico a filosofar sobre a Existência
A perscrutar da vida a ambigüidade!
 
E quando o fim do ano se anuncia
Quando o Natal nos traz Paz e Poesia
Tiramos do Baú velhas Lembranças!
 
Ó, meu Menino-Deus, que És o Caminho
Sê sempre de minh’Alma o Trigo e o Vinho
E a um Tempo me conduz... de Esperanças!
 
Já o Natal vem vindo... É o Salvador
Entre os homens pregando Paz e Amor!
 
Porto Alegre, 10 de dezembro/2014. 12h - HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br


 

12.
Ano Novo...
Joyce Lima Krischke
 
Ano novo fé e esperança
Recomeço de vida, começo de ano
Com coragem o forte avança
Esquecendo tristeza e desengano
 
Enfrentando curvas e incertezas
Ouvindo os fracos e os mal amados
Vendo o desmedido amor pelas riquezas
Sabendo das agressões e dos atentados...
 
Ano Novo, praticando a humildade
AH! Sem contendas entre os irmãos...
Sim, erguendo mãos juntas sem maldade!
 
Ano Novo, confiando na fraternidade
Ano Novo sem rivalidade pela glória
COM PAZ E BEM MUDARAREMOS A HITÓRIA!
 
Balneário Camboriú- Dezembro-2014



 
13.
Advento*
Fernanda Esteves

Antecipo-me à morte anunciada
Num advento omisso de natais
É só o reflexo da minha fé cansada
De blasfémias de tantos carnavais
 
É farto o perú de tantos recheios
Na consoada rica e enfeitada
Lá fora uns olhos comem cheiros
que exalam da chaminé dos telhados
 
E há muita fome enquanto reza a missa
E o galo canta as 24 badaladas
O olhar triste da freira clarissa
A contrastar com a igreja engalanada
 
Não há menino num berço de palha
Mas há meus senhores...
Muita pobreza envergonhada!
 
*Poema dedicado ao grande poeta, falecido, Júlio Saraiva

Porto- Portugal




14.
Natal 2014
José Otoniel Da Costa da Costa
OtDellaCosta - Poeta
 
Fraternidade Ressurge nos Corações:
É Natal!".
Tudo começou com a Anunciação
Do anjo Gabriel à Maria dizendo:
“O Senhor me enviou para avisar
a ti que irás ser mãe; o Messias,
prometido por Deus para redimir
a humanidade dos seus pecados
nascerá do teu ventre; e seu nome
será Jesus!”
 
Maria, virgem de Nazaré, casada com
José, um humilde carpinteiro de pronto
Pergunta como isso poderá acontecer?
O anjo disse-lhe: “Não te assustes, oh Maria
Foste escolhida pelo Pai e, o que vai ser
Ocorrerá por Obra e Graça do Divino
Espírito Santo”
 
Maria iluminada pela luz divina pronunciou:
“Eis me, oh meu Deus e Senhor, a tua escrava
Faça-se em mim a tua vontade! Aqui estou!”
Toda a Galiléia teve conhecimento do occorrido
Foi ela em seguida visitar Isabel sua prima
E seus parentes ao saber testemunharam o fato
Tendo-o como Bendito!
 
O NASCIMENTO: César, imperador de Roma
Para aquela província decreta seja feito o recenseamento
A cumprir tal ordem, Maria já estando em ponto
De dar a luz seguiu com José à cidade de Belém
Lá chegando as estalagens estavam todas ocupadas
Chegada a noite se abrigaram numa manjedoura
E num rústico alojamento Maria dá a luz áquele
Menino-Deus
 
Rodeado de animais com seus pastores O adoravam
Os anjos hinos de louvor cantavam; a Estrela no Céu indicava
o lugar e numa faixa luminosa lia-se: “Glória a Deus nas alturas
e Paz na terra aos homens de boa vontade!”
 
Jandira- SP




15.
Natal e Ano Novo
Gerusa Guedes
 
Esse natal  vai ser fantástico,
Conheci amigos virtuais,
Agora eu faço parte da Cappaz,
Estou escrevendo mais e amais.
 
A cada tema a mim concedido
Tiro das entranhas escondido,
Palavras  em forma de poesias,
Despejo num papel e  as envio
 
Nessa fraternidade universal,
Em que todos se irmanam,
Eu procuro fazer a minha parte,
Colocando a mercê a minha arte.
 
Feliz Natal irmãos e amigos,
Feliz Ano  Novo assim digo
É bom e  é  bom demais
Fazer parte da CAPPAZ.
 
Cabedelo-Paraíba




16.
Natal chegando...
Diná Fernandes -dinapoetisadapaz
 
Cidades lindamente decoradas e o clima é contagiante, o cenário nas grandes lojas de departamentos quebra a monotonia do dia a dia, o colorido das luzes de neon, Papai Noel em
seu trono e o encantamento da criançada é notável.
Fico horas sentada degustando alguma guloseima pelos corredores do Shopping, ou folheando um livro, inevitável ouvir as conversas de quem ocupa o lugar ao meu lado, são tantos os temas discutidos; o que vão vestir na noite de Natal, qual o melhor vinho para servir aos convidados, o melhor espumante, e por ai vai...
Algo me deixa intrigada: uma festa de cunho religioso onde o tema principal tem tudo a ver com o dono da festa, falam sobre luxo e esbanjamento, em momento algum ouvi de tantas
pessoas, sequer uma citação sobre o aniversariante da noite, e então me pergunto , é esse o Natal dessa gente que desconhece a simplicidade da manjedoura, o sofrimento de Jesus, a partilha do pão e vinho, a miséria das crianças desamparadas e famintas, por onde anda o sentimento de amor ao próximo e a verdadeira tradição de se comemorar o nascimento do Deus Menino?
E então encontro a razão da minha tristeza por ocasião do Natal, todos os anos a mesma coisa, nada muda, só piora, o discurso é sempre bonito, mas na prática o que presenciamos
é muita palavra perdida, dita e não cumprida, é a falta de Amor no coração, é o descaso imperando e a revolta dominando. caminho
É preciso refletir profundamente, colocar o discurso em prática , evocar o Amor para que a EQUIDADE se faça presente nos corações , assim teremos a possibilidade de um mundo
mais humano.
Natal é Renascimento, é alegria, é momento de avaliar o que fizemos e o que deixamos de fazer, abrir o coração para aceitar as mudanças necessárias, nossas ações refletem no nosso amanhã e devolvem o saldo positivo ou negativo que em nossas  almas depositamos.
Que o Deus Menino nessa noite gloriosa e bela, toque  nos corações empedernidos, há caminhos novos precisando de exploração, alguém precisa carpir, somos nós, sim; somos nós!!
 
FELIZ NATAL, FELIZ 2015 , Confrades, Confreiras  e Equipe e familiares. Parabéns "CAPPAZES"!!
 
Desejo toda Paz e Prosperidade à família CAPPAZ

Cabedelo- PB




17.
SOMOS [C-A-P-P-A-Z-E-S] DE DISTRIBUIR PAZ
Acróstico Nº 5.666 por Sílvia Araújo Motta

P-Primeira Passagem pelo CABO BOJADOR,
A-Atribuída ao português Gil Eanes, em 1434,
S-Sinaliza a mensagem de extrema coragem,
S-Sabedoria para enfrentar mitos medievais,
A-Assoberbados de LENDAS sobrenaturais
G-Guardadas,  com monstros submarinos!
E-Evitando a útil ultrapassagem, além da dor,
M-Muitos deixaram de sonhar, só por MEDO!

D-Da tripulação de 15 navegadores portugueses,
O-O mastro de uma vela obteve reveses da sorte!

C-Com planejamento estratégico e suporte,
A-A navegação avançou, com fé e esperança!
B-BRAÇOS, não cruzaram! Todos venceram!
O-O BOJADOR é símbolo dos nossos ideais!

B-Bem-aventurados os que serão consolados,
O-Os que trabalham pelas CAUSAS IMORTAIS.
J-Jamais passará, quem busca o entendimento!
A-A natureza tem ritmo, na realização do sonho
D-De quem é capaz de lutar com razão e conhecimento !
O-Os homens mansos, nem sempre são covardes:
R-Revelam-se GRANDES LUTADORES pela PAZ!
 
--- SOMOS [C-A-P-P-A-Z-E-S] DE DISTRIBUIR PAZ!---
 
FELIZ NATAL! ANO NOVO PLENO DE AÇÕES DE PAZ!
{Valeu a pena? Tudo vale a pena/se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador/tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,/mas nele é que espelhou o céu.}
In MAR SALGADO.Fernando Pessoa/Lisboa/Portugal
 
Belo Horizonte - MG




18.

Natal do Menino Deus e Rei
Soneto nº 1658-Clássico decassílabo-sáfico-heróico
Sílvia Araújo Motta
 
Pode dizer-me então, o que é NATAL?
Se continua a fome... morte existe!
Está dormindo agora, o grande ideal?
A violência cresce e a dor persiste.
 
Se vale a pena, segue em frente, insiste!
Revolução já fazem contra o mal!
Quem tem amor e fé, luta e resiste!
Perdão espanta a guerra que é fatal.
 
Muitas razões, reflito em paz, comigo:
Se a humanidade for capaz de amar,
sempre dará ao pobre, paz e abrigo.
 
Natal é luz, bondade e VIDA NOVA!
Entre as nações cantamos a louvar
ao Rei Menino-Deus que a Luz renova!
 
FELIZ NATAL E UM ANO NOVO PARA DAR  E RECEBER PAZ
 
Belo Horizonte- MG




19.
Quando o NATAL chegar...
Vera Passos
 
Encherei o cesto de alegria
Semearei pelas ruas vazias
Quem sabe colherei um dia
Sorrisos e abraços perfumados
Embrulhados em papel “machê”
Distribuirei buquês coloridos
A quem no caminho encontrar.
Quando o NATAL despontar
Lá na Praça de Belém
Quero ver quem vem visitar
O BEBÊ, na favela, na estrebaria...?
Quem trará a mirra?
Quem trará a PAZ?
Quem dividirá o pão?
Quem estenderá a mão?
Quem aportará no cais do coração?
Quem fará um NATAL FELIZ,
A qualquer irmão?
 
Salvador-BA




20.
NATAL PARTICULAR
(BRita BRazil)
 
O Natal era de Cristo,
Mas alguém resolveu também nascer
Em Belém, dia 24 de dezembro a meia noite.

É ele, meu Cristo Particular.
Meu Mestre, meu Sábio, meu Pássaro
Que passou sua vida no ar.

Pilotando na Amazônia
o moleque de 16 anos dirigia, sem carteira
bimotores que montava, criava e funcionava!

Então enquanto todos comemoram
O nascimento de um Cristo estrangeiro
Eu comemoro o nascimento do meu Cristo brasileiro.

Caráter, honra, amor, honestidade,
Paciência, respeito, força, integridade,
Coragem, humildade e simplicidade,
foram poucos de seus ensinamentos
que ecoam em minha voz, eternamente

Na Terra, em MARTE, e por todo firmamento.
Feliz aniversário, meu Pai, o BRitinho de Belém!!!!
E pro outro, querido, também!
 
Rio-RJ






21.
Natal e Ano Novo
Gerusa Guedes
 
Participar da Cappaz é um privilégio,
Fico muito feliz e escrevo  meus versos,
Os envio  com muita satisfação,
Faço valer a minha intuição.
 
Amigos poetas feliz natal,
Feliz Ano Novo. Que Tal!
Unir as nossas forças,
Mandando bom sinal.
 
Agradecendo ao nosso DEUS
Por ter enviado o seu filho,
O nosso senhor Jesus Cristo,
Para as nossas almas salvar
do perigo.
Peçamos com muito fé
Pelo ano que vem vindo,
Amando e sendo amado,
É isto que eu preciso,
E você meu querido amigo?
 
Fraternidade, Lealdade,
Justiça e bondade,
Somando a caridade,
Faz feliz de verdade!

Cabedelo- PB




22.
Conto de Natal
J.R.Cônsoli

Do alto da colina avistava-se a aldeia, lá embaixo casinhas cobertas de neve iluminavam-se, uma após outra, com a chegada da noite. Uma brisa leve e gelada soprava do leste, inquietando os ramos dos arvoredos. Estrelas lembravam luminosas pedrinhas de gelo  espalhadas pelo firmamento.
Noite fria, mas límpida e brilhante. As luzes do povoado pareciam piscar devido à oscilação dos ramos, e davam um toque mágico à cena, como se as árvores estivessem enfeitando-se com estrelinhas de luz para aquela noite.
Filetes de fumaça subiam das pequenas chaminés contorcendo-se no ar, revelando o preparo festivo das comemorações.
Uma imensa onda de paz e harmonia invadiu-me os sentidos, proporcionando-me uma indescritível sensação de felicidade, que eu sabia compartilhada com muitos. Parecia que o acesso à consciência universal estava franqueado, que uma sintonia íntima com o cosmos se manifestava.
Percebi o brilho de uma estrela incomum que dardejava raios coloridos sobre a Terra, e pude constatar que toda aquela plenitude de felicidade provinha dela, de sua luz cintilante e magnética.
O que estaria acontecendo? Seria eu vítima de um problema orgânico qualquer, uma complicação cardíaca, ou somente momentos de alucinação provocados pela magnitude da cena?
A sensação intensificava-se... Podia, com facilidade, divisar nitidamente na tela interna do meu entendimento, as ocorrências passadas, vivenciar os acontecimentos presentes e fazer uma precisa projeção dos fatos que aconteceriam no futuro.
Tudo se me apresentava de uma maneira unificada, passado, presente e futuro num único bloco... Claro, transparente, diáfano.
Viajei por mundos fabulosos, percorri galáxias num piscar de olhos, antevi o futuro da humanidade: seres irmanados por uma consciência universal, vivendo na mais perfeita paz... Plenos de alegria e felicidade.
Pude ver que finalmente a boa vontade reinava entre os povos, uma grande alegria aninhou-se em meu coração! A estrela do Natal realmente existia, uma Força Superior tomava conta de todas as coisas.
Acordei!... Os primeiros raios do sol entravam pela fresta da janela, sons harmoniosos dos sinos da igrejinha se faziam ouvir, e meu cachorro, balançando alegremente a cauda, veio correndo dar-me o bom-dia da sua lambida, nessa inesquecível manhã de Natal.

Nova Lima - MG




23.
Sentido Natalino
Neneca Barbosa

Natal, época do ano que se comemora o nascimento do Mestre Jesus, entre os cristãos. Há mais de dois mil anos que sua mensagem ecoa no ar em forma de magnetismo divino, e a
humanidade ainda não absorveu. Vi uma frase: “Natal é época de que mesmo? Ah, tempo de vender mais”. Infelizmente o materialismo demonstra como estamos longe dos valores da
fraternidade preconizados pela mensagem cristã. Nem todos aproveitam, esse período, para fazer uma reflexão espiritual propondo-se às mudanças interiores.
As lições do Mestre, contidas no Evangelho, são como roteiro de bênçãos que nos guia e nos orienta durante toda a nossa existência, convidando-nos ao equilíbrio, a serenidade, ao esforço permanente de renovação e o trabalho no Bem. Essa renovação conseguiremos através da fé, na certeza de que somos amparados e que, apesar das dificuldades, colheremos
os frutos da nossa sementeira de lutas.
Alegramos em saber que muitas pessoas, umas até no anonimato, trazem em sua alma o verdadeiro sentido do espírito natalino, por serem sensíveis às necessidades alheias.
Natal, significa nascimento do Meigo Rabi da Galiléia em nossos corações, nascimento da esperança a cada alvorecer. Sentir que Ele está ao nosso lado, representado no cuidado
que dispensamos à nossa família, na criança desamparada que estende os seus braços para nós, nos aflitos da mendicância e em tantas outras possibilidades que temos de auxiliar
o nosso próximo. Muita paz, luz e amor em nossos corações!
 
João Pessoa, 17/ 12/2014




24.
O que é o Natal?
Regina Kreft
 
É olhar para dentro do teu coração
E dividir com o teu próximo, amor
carinho, palavras de esperança, doação!
Partilhando a verdadeira união!
Sentimento de amor que a todos fortalece,
Luz espiritual que dá força ao desprotegido.
Deus quando criou o mundo, trouxe seu filho regido
Pelo sentimento de salvação dos pecadores!
Natal! Confraternização entre todos os homens
Abastados, os pobres, os aflitos, os desesperançados.
Jesus veio através dos séculos, deixar suas bênçãos!
Sigamos os caminhos de Jesus, através da luz celestial!
Façamos uma oração pela paz mundial!
Cantemos a canção do amor universal!
 
Joinville – SC




25.
Natal!
Regina Kreft
 
N asceu o menino Jesus, o mundo emudeceu...
A mor Divino enviado por Deus na forma humana!
T razendo paz, amor e muitas esperanças...
A lmas benditas se abrem em festa para comemorar!
L uzes iluminam a face da terra: Jesus está aqui!
 
Joinville – SC




26.
BLIM ...BLÃO...BLIM...BLÃO!
(Deomídio Macêdo)
 
Deixe que o sino do Natal
tine em seu coração
todos os dias de sua vida.
E que esta música energética, Natalina,
envolva a todos que estão em seu caminho.
Compreenda, inclua, perdoe, ame, abrace todos indistintamente.
Que nossa mensagem natalina saia do papel, literalmente, em busca do próximo.
E que possamos vivenciá-la vinte quatro horas por dia.
Desta forma, o menino Jesus percebendo a nossa disposição
para trabalhar em benefício daqueles que estão à margem do caminho,
estará feliz, pois sua mensagem foi compreendida por nós.
Que esta música de amor, badale em nosso ser
diariamente, semanalmente, mensalmente, nos inspirando a amar.
BLIM...BLÃO...BLIM...BLÃO.
                                         
Salvador- Bahia




27.
Natal & Ano Novo
Fernando Alberto Salinas Couto
 
Que este esperado Natal
seja indício de mudanças
só para beneficiar o povo.
Que o bem vença o mal,
pelo futuro das crianças
e que um feliz Ano Novo
receba, de Deus, o aval.
 
Desejo ver muitos Natais,
centelhas de fraternidade,
refletindo como os cristais,
novos tempos de igualdade
e anunciando belos dias,
iluminados como poesias,
para tornar possível a paz,
e o homem mais CAPPAZ.

RJ – 18/12/14




28.
PAPAI NOEL DE ONTEM E DE HOJE
Acróstico natalino nº 5441
Por Silvia Araújo Motta/BH/MG/Brasil

P-Posso afirmar que na infância
A-Acreditei que o velhinho Noel
P-Podia me dar alegria que solicitei,
A-Assinando a cartinha de esperança;
I-Inesquecível espaço desenhado

N-Naquela folha de papel timbrado,
O-Onde mamãe, papai e irmãos
E-Escreviam meus pedidos humanistas;
L-Logo, eu punha minha mãozinha

D-Dentro de uma vasilha com tinta...
E-Eu mesma, ASSINAVA minha marca!

O-O papel ainda molhado, posto ao sol...
N-Na Noite de Natal era colocado,
T-Todo dobrado, no meu sapatinho
E-E colocado no presépio e à meia-noite, na janela...
M-Memória do que se foi, faz-me lacrimejar!

E-E agora? Colaboro com Cartas do Correio Postal:

D-Dentro da caixa-resposta, eu gosto de enviar
E-Exatamente, aquele pedido que me veio!

H-Hoje, renas estão na imaginação! Faço a doação!
O-Os meus filhos cresceram! Netos chegaram!
J-Já encontrei a FELICIDADE que soube pedir
E-E que posso dividir entre Nações, mãos e coração!

FELIZ NATAL!
Que o Menino Jesus, possa renascer durante o ano inteiro!
Que as luzes da Fé e Esperança possam transformar
seu NATAL nos gestos de solidariedade e amor!
Que seus dias sejam ricamente abençoados
por Deus, com saúde, felicidade, paz e alegrias!
BOAS FESTAS!
FELIZ ANO NOVO !




29.
Desejo de Felicidades aos  Habitantes do Espaço Sideral
Rosana Carneiro

Desejo de felicidade aos habitantes do espaço sideral
Onde todos somos donos da Lua, das estrelas, dos cometas, do Sol
Da água, da terra, do gelo, da chuva, do arco íris, da mata
Do ouro, da prata, do petróleo e do sal
Desejo felicidades pra todos nós, responsáveis pela felicidade um do outro
Pelo cuidado com os mais velhos
Com o cuidado com os mais novos
Regando sempre com amor
As sementinhas que germinarão no nosso futuro
Lutando pela paz entre os seres vivos
Zelando pela distribuição consciente de alimento
Servindo para sermos servidos
Cantando para sermos ouvidos
Amando para sermos amados
Alimentando com amor os que não sabem amar
Levando alegria a quem só sabe chorar
Deixando a luz acesa pra quem tem medo do escuro
E cuidando daqueles que tem medo de cair
Desejo que nunca desistamos dos nossos sonhos
Que o amor reine sempre
Que não haja dor nem mágoa
Que haja só felicidade e carinho
Desejo que se houver solidão,  que ela desapareça
Que a companhia esteja presente
Desejo tudo de bom à todos e
Que nossa estadia aqui, seja bem proveitosa.
E que Deus cuide de todos nós
 
Lindo Natal
Maravilhoso ano novo!
 
​São Paulo – SP




30.
Natal e Ano Novo
Eliene Dantas de Miranda
 
Uma Estrela no Oriente brilhou
Trazendo à humanidade o Salvador que
Pregou com tanta sabedoria
A conciliação, o perdão e o amor
 
Portador de humildade e fraternidade
Jesus, da manjedoura ao madeiro
Provou que nenhum outro Mestre
Ensinou tanto, ao mundo inteiro
 
Neste Natal deixe que o Mestre Jesus
Despeje sobre nós da CAPPAZ
E seus familiares a luz bendita
Para curar nossas  feridas
 
Despertar em todos a fé divina
Refletida a cada dia do Ano Novo
Através das conquistas e prosperidade.
 
Feliz Natal e um Ano Novo de muitas alegrias.
 
São Paulo - SP




31.
Boas festas, muito desejos ...
Regina Sant’Anna
 
Desejo de natal e ano vindouro
O amor brilhando forte
Os bons ventos da sorte
O Tempo de paz duradouro
 
Desejo mulheres sorrindo
E crianças com direito a um destino
Sem medo do algoz ferino
Do ceifador sorrateiro vindo
 
Desejo a vida sem qualquer “ismo”
E desculpas para tantos desatinos
Água pura bem vinda do céu
Terra cuidada brotando mel
 
Desejo um natal de oração
Para transformar o espírito
Um ano novo de reflexão
Para evitar um mundo finito
 
Desejo dons de sabedoria para a humanidade
Construindo a esperança de uma vida com dignidade
 
Tantos desejos brotando em flores
De laços feitos eternos por infinitos tipos de amores...
 
Rio de Janeiro-RJ
20/12/2014




32.
Mensagem de Natal
Fernanda Esteves



Porto- Portugal




33.
NASCEU  JESUS
Sônia Rêgo
 
Felizes  contemplam a manjedoura;
esplêndido rebento abençoado,
luz para o nosso mundo
incerto e conturbado...
Zelosa, segue Maria...
Na condução de mãe do amor,
ante a verdadeira missão...
Trazer a paz para todos,
ajudando o povo cristão.
Louvando o nome de seu filho amado.
 
Ele é Jesus o cordeiro de Deus!
 
Preservando na sua fé,
rodou o mundo a mostrar
o que poderemos fazer,
seguindo a sua lição de amor,
preservando no evangelho a caridade,
em nossos corações a sabedoria;
rogando a Deus, todos os dias,
o amor e a misericórdia.
Agora que estamos em festa,
no mês do seu nascimento,
oremos por toda humanidade.
 
Novamente agradecendo
o amor de Jesus Nazareno,
voltados para o Seu coração...
Obrigado nosso Senhor!
 
RJ – 19/12/14




34.
Confraternizando o Natal
Odilon Machado de Lourenço
 
Mais uma vez se renasce
Se abrem olhos do afeto
Um diz meu nome é esperança
Outros falam de alegrias...
Harmonias de um começo...
Novo tempo, calmarias...
Vão se erigindo poemas...
Vão se tornando cirandas...
Em cada verso ou estrofe
Se libertam, se incorporam
Na paz do ser que é poesia
Quem sabe das outras tintas
Pincela a cor natureza
Sonhos, flores, maresias...
Em cada som, movimento
Está-se parindo o dito
Mais um ano Confraria.
 
Balneário Camboriú-SC
15-12-2014.



 
35.
Comunhão
Odilon Machado de Lourenço
 
Com essa mesa bem posta se comemora o Natal
Mais irmanadas as vozes no simples folhear da vida
Vão cantando, humanizando, compartilhando o Natal
Abraçam-se os que têm família
Amigos, vizinhos, filhos...
O Natal é mão singela levando ternura e paz
Cousa assim para ter poesia nesse mundo universal
Tantas gentes, tantos astros nesse céu que se ilumina
Uma beleza de vida plantada para o Natal.

Balneário Camboriú-SC
16-12-2014.




36.
Feliz Natal, CAPPAZ!
PRESÉPIO DE METAL
Judite Krischke Sebastiany



Porto Alegre-RS




37.
Rei dos Reis
Daniel Brasil
 
Nasceu numa manjedoura
Vinte e cinco foi o dia
Dezembro era o mês
Que o Menino nascia
Os magos foram guiados
Pela linda estrela guia
Conheceram quem temos fé
O filho de São José
E da grande Mãe Maria
 
Cristo é palavra grega
Luz é o significado
É o mesmo que ungido
Que é igual iluminado
Jesus é palavra hebraica
Assim foi denominado
A salvação de nossos dias
Eis o Profeta Messias
O Homem santificado
 
Ele é o Rei dos reis
Disto nós sabemos bem
O Homem de Nazaré
Nascido lá em Belém
Iluminou minha mente
Estou pedindo também
Peço-lhe com humildade
És a paz da humanidade
Nosso Mestre do Além
 
Esta palavra abençoada
Tem um valor tão profundo
De esperança e amor
É um manancial fecundo
E das Glórias de Deus
o Senhor é oriundo
Agora vou encerrar
Tu quem podes nos salvar
Das impurezas do mundo
 
Porto Alegre - RS




38.
Feliz Natal
Ana Maria Cardoso
 
F estas
E aniversário de Jesus
L uzes cintilantes anunciam
I magens Jesus na manjedoura
Z em dizemos, feliz aniversário
 
N atal de alegria
A ansiedade, Euforia
T antas crianças felizes
A limentando a esperança
L ogo ali passar o papai Noel.
 
Desejo á CAPPAZ e a todos os membros da mesma
um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de muitas alegrias,
saúde, paz e amor...
Abraceijos com carinho.
 
São Paulo-SP



         
39.
Natal - 2014
Para a CAPPAZ
Zíngaro



Viamão-RS




40.
Tânia Maria de Souza



Balneário Camboriú/SC




41.
Cumprimentos
João Kleis. 
 
Para a Família Cappaz estou desejando um Natal
com muita alegria, paz e inspiração.
Um ano que chega ao fim, porém,
que nos uniu e nos proporcionou momentos felizes.
Que o futuro seja para todos de muita esperança.
Para a nossa Confraria desejo que seja de união,
admiração e muita paz para todos. Cordialmente João Kleis.
 
Balneário Camboriú- SC



 
42.
Tempo de Natal
Joyce Lima Krischke
 
Tempo de Natal, quando é tempo de amor...
Tempo de Natal, quando falamos: Jesus
Tempo de Natal, quando esquecemos tristeza, rancor...
Tempo de Natal, quando na Terra tudo reluz!
 
Tempo de Natal, relembranças: Jesus no mundo,
Tempo de Natal, volta Jesus - menino num repente
Tempo de Natal, Ele nos mostra amor profundo
Tempo de Natal, nossa generosidade ao carente...
 
Tempo de Natal, felicidade e poesia...
Tempo de Natal, palavra de Jesus no pensamento
Tempo de Natal, antes do carnaval: fantasia!?
Tempo de Natal, vemos Papai Noel a cada momento!
 
Tempo de Natal, esquecemos o mal e a guerra
Tempo de Natal, homens vivendo bondade...
Tempo de Natal, fraternidade envolve a Terra
Tempo de Natal, bom seria se Paz fosse realidade!
 
Balneário Camboriú/SC, 21/12/2014- 19h04min



 
43.
Que Soem as Trombetas!
J.J. Oliveira Gonçalves
 
Hosana nas Alturas, meu Jesus,
Tu que És a Luz do Mundo e o Caminho!
No Chão Verde-e-Amarelo, Tua Luz
Esparge a nos livrar do descaminho!
 
Tu És o Amor Excelso – o que seduz
A Mão que acalma o Mar – em torvelinho!
Venceste em Teu Calvário a Dor da Cruz
Cordeiro: Pão do corpo e d’Alma o Vinho!
 
Que soem as Trombetas da Alegria
No coração dos homens – filhos Teus
Anunciando Jesus – Filho de Deus!
 
Jesus, na Rima Doce da poesia,
Saúdo o Pai José e a Mãe Maria
Na singeleza, Vê: dos versos meus!
 
Porto Alegre, 23 de dezembro/2014. 09h44min – HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br




44.
O Natal
Roseleide Santana de Farias

O ano de 2014 passou veloz,

Natal novamente chegando,
Acendam as luzes coloridas,
Tem festa antiga em meu lar!
Amigos, parentes, estrelas, luz,
Lenitivos da vida, verão a chegar.

Está o céu tão bonito, cheio de sol,
Sinto o sopro do vento a me afagar.
Tem nuvens branquinhas, céu azul,
À noite eu anseio por um belo luar.

Chegam os dias, vejo belos alvorecer,
Hoje é dezembro, quero rir, comemorar,
Estar a amar, ter paz na vida com você.
Glorificar a Deus e com alegria saudar
A liberdade, poesias, canções do povo,
Nas praias e praças vejo o verde, flores,
Dádivas dos feriados, saúde, esperança,
O Natal é Fé, União, Família, Ano Novo!
 
Com votos de BOAS FESTAS, um NATAL DE PAZ,
FELIZ 2015, aos nobres poetas da CAPPAZ.
 
Cabedelo- PB



 
45.
O Amor Sempre Será a Regra  da Esperança!
Benny Franklin (Benjamin da Costa Franklin)
 
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor.
Porém o maior desses é o amor." (1 Cor. 13:13)

 
Feliz Natal !...
Feliz Ano Novo...
 
Desde que não faltem alimentos
nas mesas vizinhas!
Desde que não existam crianças
vivendo na lama!
Desde que as Auroras abraçadas
pululem sobre todas as vinhas!
Desde que o perdão não seja a bola da vez!
 
Feliz Natal !...
Feliz Ano Novo!...
 
Desde que a mansidão dos fracos
não se molda à petulância dos fortes!
Desde que a ilusão dos ricos
não seja a desesperança dos pobres!
Desde que a compaixão humana
seja capaz de destruir a infame iniquidade!
Desde que o hoje ideal
não seja o super-amanhã irreal
de todos os ritos!
 
Feliz Natal !...
Feliz Ano Novo!...
 
Desde que o grão da vida
não se apaixone pela fome desdita!
Desde que os dias,
as tarde e as noites
não se envergonhem
das rosas dos charcos!
Desde que as orquídeas selvagens
transcendam as fronteiras da maldade!
Desde que o pão da Justiça
não seja o pão da discórdia,
razão pela qual alguns homens se matam,
roubam, violentam!
 
Feliz Natal !...
Feliz Ano Novo!...
 
Desde que o sol de dezembro
seja mais intenso que todas as tristezas!
Desde que o céu de Belém
seja mais claro que todas as incertezas!
Desde que a impureza do olhar
seja eliminada pelas noites de abraços!
Desde que os espinhos das roseiras
sejam mais admiráveis
que os amores em pedaços!
 
Feliz Natal !...
Feliz Ano Novo!...
 
Melhor do que todos os presentes
é a certeza de que
O AMOR SEMPRE SERÁ A REGRA DA ESPERANÇA!

Belem- PA




46.
Meu Sonho de Natal!
J.J. Oliveira Gonçalves
 
Meu Sonho de Natal envelheceu
E a Lua o debruou de Fantasia!
Virou conto-de-fada... Poesia
Da cor do meu cabelo: encaneceu!
 
Meu Sonho de Natal tem esta idade:
A mesma  que carrego – a da Invernia!
Lembrança dos Natais – da euforia...
Papai Noel, de ti, quanta Saudade!
 
Felicidade, em mim, virou Lembrança
E ao lembrar, de então, eis-me criança:
Alegre a esperar Papai Noel!
 
Meu chinelinho eu vejo – na janela
Na Noite de Jesus – silente e bela...
E o meu pedido, a lápis, num papel!
 
Natal – Sonho Inocente – que Ilusão
Tão vivo em meu menino-coração!
 
Porto Alegre, 25 de dezembro/2014. 18h28min – HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br




47.
Ah, Meu Bom Velhinho...
J.J. Oliveira Gonçalves
 
Ah... meu Bom Velhinho de Outrora
Dos chinelos meus (adormecidos!)
Junto à cama teu presente a esperar...
 
Passou-se o tempo e no mundo deste agora
O próprio Tempo levou-me o tempo do brincar...
 
Vê: a mesma Lua que me clareou Natais
Encaneceu-me os Sonhos coloridos...
 
Olha os brinquedos: são folhas outonais
Sonhos de então... pelo chão... esmaecidos!
 
Meu Bom Velhinho – da cândida lembrança
Hoje, um presente somente me seduz:
 
Faze de conta que ainda sou criança
Traze-me a Paz dos olhos de Jesus!
 
(1º lugar – Concurso “Natal e Ano Novo” – Grêmio Literário “Castro Alves”
– Dezembro/2004 - Porto Alegre/RS)





48.
Enfim é Natal!
Edvaldo Rosa
 
Enfim é Natal, enfim a criança em mim dá os ares da graça!
As meninas de meus olhos, sonham novamente!
Fica a data gravada novamente nas memórias de minha mente...
Pela graça de estar vivo, entre gentes que ensinaram-me a amar!
Novamente menino... Enfim é Natal!
Umas lágrimas embaçam minhas retinas,
E á esperança, doce companheira, rogo entre murmúrios:
De mãos dadas contigo, que ela também te faça companhia!

Aqui vai a minha mensagem de Natal para todos os amigos CAPPAZ!
 
São Paulo-SP



 
49.
Natal do Menino Jesus
(Kátia Pérola - Poetisa)
 
Foi em Belém que nasceu JESUS
Para o nosso bem!
Maria, casada com José
Um humilde carpinteiro
Da cidade de Nazaré
Recebe o anúncio do Anjo
Dizendo ter sido ela escolhida
Pelo DEUS Pai
Para ser a mãe do nosso Salvador
 
Após este aviso, Maria pergunta
Como seria possível isso acontecer?
O Anjo responde-lhe: "Não te assustes
Oh, Maria!
Porque tudo aquilo  haveria de ser
Por Vontade do Deus Pai
E obra do Divino Espírito Santo
Ela aceita, dizendo: Eis-me aqui!
Senhor, seja feita a Vossa Vontade
E não a minha!"
 
Maria e José, cumprindo a ordem
do Imperador de Roma, Augusto César
Deslocaram-se até a cidade de Belém
Que achava-se com todas as suas estalagens
Ocupadas por ali estarem muitos viajantes
Para realizarem o Recenseamento
Abrigaram-se então num estábulo
E nessas precárias condições Maria deu
 
A Luz ao Messias para salvar a todo o gênero
Humano, de então e de geração vindoura
No Oriente surge a Estrela indicando
O lugar onde houvera dito acontecimento
Ao redor achavam-se os pastores
Com seus animais, que O adoravam
Os anjos cantavam hinos de louvores
Numa Faixa luminosa lia-se:
"Glória a Deus nas Alturas!
E Paz na terra aos Homens de Boa Vontade!"
 
Ourinhos-SP, em 23 de DEZ/2014




50.
Papai Noel Campeiro!
J.J. Oliveira Gonçalves
 
Papai Noel, na Pampa, anda a cavalo
Entre varzedo... ermo... pradaria!
Quis pintá-lo nativo – na poesia
Em seu tordilho branco – cor da Lua!
 
Galopa pelas Terras de Sepé
Sem rédeas – pois galopa a Liberdade!
Nas Terras Fronteiriças de Ibajé
Lembra de um curumim: sente Saudade!
 
Nesta Metamorfose que componho
Num lúdico absurdo – e igual risonho
Escrevo o que sussurra o coração!
 
Ah, é ainda Natal no altar do peito
E a Alma – comovida deste jeito
Entoa – de Natal – velha canção!
 
Papai Noel no sem-fim da Sesmaria
Na garupa: José, Jesus, Maria!
 
Porto Alegre, 26 de dezembro/2014. 11h18min – HA
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br




51.
CIRANDA DE NATAL
Carlos Reinaldo de Souza
 
Nesta Ciranda Cappaz,
felicidade antevejo,
um sentimento de PAZ,
é o que mais eu desejo.
 
Lá no infinito eu vejo,
Jesus, seus Pais e os Anjos,
todos cantando em cortejo,
juntos com Deus e os Arcanjos.
 
Neste Natal meus abraços,
a todos vou enviar,
vou reforçar belos laços,
duma amizade sem par.
 
Os companheiros Cappazes,
juntos em longa jornada,
irão cumprir todas fases,
desta importante cruzada.
 
Aceitem esta mensagem,
que parte do coração,
preservem nossa imagem,
sentindo muita emoção.
 
Pois minha fala é sincera,
meu sentimento também,
este amigo espera,
que todos digam Amém!
 
Conselheiro Lafaiete-MG



 
52.
Adversidade Criadora
Saturnino de la Torre



BARCELONA-ESPANHA




53.
O Natal chegou
Fátima Maria do Nascimento Peixoto
 
O  ano 2014  terminando,
Quero  encontrar Papai Noel.
Para entregar minha lista de presentes,
Papai Noel será que Sr. pode trazer?
 
Um saco com paciência,
 
Quero  distribuir com os impacientes,
Que se irritam por qualquer coisa,
Para os  que não sabem esperar ...
 
Um saco de sensibilidade,
 
Para os que se acham donos do mundo,
E que acham que  o dinheiro compra até o amor.
 
Um saco de afeto,
 
Para que as pessoas possam se amar mais
Para que se sintam acolhidas, amadas.
 
Um saco de verdade,
 
Para os que têm medo de enfrentar a vida,
E vivem escondidos na mentira,
Valorizem  a sinceridade
 
Um saco de bondade
 
Para que os arrogantes
Para que saibam que precisamos semear o bem,
 
Um saco de amizade
 
Para podermos olhar para o nosso irmão com carinho,
Sem discriminação
 
Um saco de alegria,
 
Para os que têm a alma triste,
Possam encontrar um sentido para alegrar a vida,
 
Um saco de justiça,
 
Para que os que são  injustos
Reconheçam que erraram
E peçam desculpas
 
Um saco de paz,
 
Para que os povos de todos os países  se unam.
Em prol de mundo melhor.
 
Um saco bem grande de Amor
 
Para que cada um receba um pouquinho,
E multiplique com todos,
Assim teremos um 2015,
Bem melhor que 2014,
Papai Noel, perdão pelo tamanho da lista.
Vou confessar, vou ficar com um pouquinho de cada saco,
Sou um ser humano que procura melhorar cada dia.


 
Cabedelo-PB




54.
MENSAGEM J.J. OLIVEIRA GONÇALVES

Estimadas Pessoas Minhas:
Boa Noite!
 
Eis que já é quase Natal!
A Estrela de Belém nos move os Sentidos para a Manjedoura, onde José e Maria esperam Jesus Pequenino.
E é entre aromas de Incenso e a Luminosidade do Natal, que lhes escrevo esta pequenina e singela mensagem, desejando-lhes um Natal de Paz e Bem, de Fé e de Amor!
Recebam todos o Menino-Deus, no coração, e que Ele lhes apascente a Alma e lhes pastoreie o Espírito!
Não esqueçam de abrir a Porta das Lembranças para que Papai Noel abrace sua Criança-Interior: essa Criança que devemos, sempre, mantê-la bem viva, alegre e mimada - dentro de nós!

 
Com o abraço sempre Franciscano
deste homem-comum e poeta,
 
João José Oliveira Gonçalves/JJotaPoet@!
 
Porto Alegre, 24 de dezembro/2014. 21h40min - HA



 
55.
NATAL
José Maria de Jesus Raimundo Silva
 
Todos os dias é natal...
Deus nasce em nossos corações.
No amanhecer...
No por do sol...
Nas caladas das noites...
Nas estrelas cadentes.
Natal é sinonimo de paz...
É amor,
É fraternidade,
É igualdade,
Natal é dizer não as guerras,
Preconceitos...
Injustiças.
Natal é sermos irmãos,
É preservarmos a natureza.
Hoje e sempre,
É viver como Jesus, Maria e José.

Feliz Natal a todos e um Ano cheio de graça.

Varginha- MG



 
56.
MENSAGEM
Maria Julia Guerra
 
Um Ótimo Natal  e um Novo Ano de Paz,
Alegrias, Amor, Saúde e Prosperidade!
 
Afetuosamente, Maria Julia e Família
 
Salvador-BA




57.
Natal
Élio Candido de Oliveira

Oh, fogos enfeites, uma parafernália!
Um grito de alegria!
Masmorra então aos que nos leitos de hospitais,
Martirizam-se, e gritam por cura, quantos jamais...
 
Oh, uma criança que corre um brinquedo a mão!
Nossa! Agonia, do seu lado um no brinquedo só visão.
Viagem que se faz esperança do amanha tornar.
Possíveis tudo se conseguir, então se divertir.
 
Oh, quantos lares banquetes a se fartar!
Noutros a fome, o carinho nunca presente estar.
Nem a prece deles irá sair.
Pois, a angustia não os deixa, até mesmo sorrir!
 
Senhor!
Na data que se comemora Seu nascimento.
A eles um alento, que criem só, mas só belos sentimentos.
Mas, no entanto, é quem sabe merecimento.
Aos pequeninos pobres não fazem esse discernimento.
 
Ibiá - MG



 
58.
"Natal e Ano Novo”
Roseleide Santana de Farias
 
Natal, período de maior reflexão, símbolo de renascimento
Aos que procuram algo mais essencial ao seu viver humano.
Tempo em que os corações se voltam para a ternura do Lar,
Aos trabalhos de cooperação, assistência á todos os irmãos,
Lenitivo á valores perdidos, vergonha do país na corrupção!

Esperanças tenham em Deus e Nele busquemos a proteção.

Ao Altíssimo ergo o olhar, peço misericórdia, justiça, perdão.
Na manjedoura vejo JESUS Criança, chora ao ver seus irmãos
Onde há carência de afeto, amor, moradia, segurança e pão!

Novamente ocorre em TI, em nós, o calvário da terrível Cruz.
Os mistérios da vida quero entender, a maldade semeia dor,
Vil miséria a ferir as Graças recebidas do céu, nos deixa nus!
O tempo urge a redefinir ações nas mãos com poderosa Luz.

Roseleide Santana de Farias - 25 de Dezembro de 2014.
 
A todos desejamos Boas Festas e um ótimo Ano Novo,
em especial aos que integram a Confraria de Artistas e
Poetas pela Paz-CAPPAZ. Que esta digna instituição
continue a semear o Bem e a Paz,  através da essência
poética que aprimora a mente, espírito, o coração.


 
Cabedelo-PB.



 
59.
Nascimento de Jesus
Kátia Claudino Caetano Pereira
(Kátia Pérola - Poetisa)

Segundo consta no Evangelho escrito
Pelos evangelistas nas Sagradas Escrituras
Em Belém nasceu JESUS, do ventre da Virgem
Maria, casada sob votos em comum
De castidade com José, seu legítimo esposo
Ambos habitantes da cidade de Nazaré
Província do Império Romano
 
Foi Maria anunciada pelo anjo Gabriel
De que seria mãe do Messias que haveria
De nascer, sob a Vontade do Pai Eterno
E obra do divino Espírito Santo
Para redimir toda a humanidade
Dos seus pecados
Augusto César baixou um Decreto
Determinando que naquela região
Houvesse o Recenseamento
 
Em cumprimento deste, deslocaram-se
Todos dali habitantes
Alojando-se em todas a estalagens
Quando José e Maria chegaram, estando ela
Nos dias de dar a Luz ao Menino
Tiveram que se abrigarem num estábulo.
Então, Maria trouxe ao mundo Jesus
 
No oriente surge a Estrela indicando
Aos Reis Magos, o lugar aonde deviam
O visitar
Os anjos entoavam hinos e os pastores
Juntos aos seus animais O adoravam
Inicia-se naquele momento o conhecimeto
Daquele divino acontecimento
 
Até os dias de hoje, todos ainda comemoramos
Aquela magna data festejando com muita alegria
E louvor a DEUS!
As cidades são todas enfeitadas
Nas igrejas ouvem-se as badaladas
Dos sinos
Lembrando ser o momento de nos reconciliarmos
Adorando o Festivo Presépio com as imagens
Da Família Sagrada
Nas praças vemos a Árvore
Comemorativa ao Natal, toda iluminada!

Feliz Natal e Próspero Ano Novo
em 2015
Faço votos de plenas felicidades
a todos Confrades  e Confreiras
da CAPPAZ
E seus queridos familiares!
na magna data de comemoração
do nascimento de Jesus (O Natal).
 
E que o Ano 2015 traga o máximo
Em realizações dos seus sonhos!
 
Ourinhos-SP, 23 de Dez/2014.




60.
Mensagem
Silvia Benedetti
 
Feliz Natal e venturoso
Ano novo para todos os nossos familiares e amigos.


 
Porto Alegre-RS




61.
FELIZ NAVIDAD Y UN VENTUROSO
AÑO NUEVO 2015
Gloria D'Avilla Espinoza


 
Huanuco- PERÚ




62.
Mensagem Natalina
Estela Braud
 
Que haja energia de amor pairando à sua volta nesta data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo, nosso Mestre. Muito carinho e harmonia na reunião com seus familiares.
Abraços.


 
Balneário Camboriú-SC



 
63.
Então, é NATAL!
Nena Sarti
 
Nasceris, natus sum – NATAL! Pratica do século III dos celtas pagãos.
Possessivamente promulgado pelos papas católicos a data de 25 de dezembro para nascimento de Jesus, enquanto adoravam o sol.
Sim, sei, o sol não deixa de ser calor, vida, renovo da terra.
Se não acredito em Jesus Cristo? Não! Pelo amor de Deus! Ele é meu tudo é o meu Deus por quem vivo e procuro praticar o bem. Ele que me dá o ar que respiro, a mente que me traz pensamentos, o impulso para dizer: “ olá como vai?” “Eu vou bem!” – mas não me culpem por observar que a figura de Deus está longe de existir nos corações da humanidade em qualquer época.
O consumismo nos consome e na noite que era para adorar só se come...
As luzes são convite para a alegria, para o esplendor, para esquecer-se da dor, da fome da miséria.
Perdão a água fria, mas é impossível não entender que quem manda é a Coca-Cola, esmola doce para quem chora...
E o meu país? O que se diz? Sem repetir, por favor, sem repetir...
NATAL: nasceris, natus sum para a esperança, não o esperar, mas a esperança do verbo esperançar!
 
Campo Grande -MS




64.
Aos amigos da CAPPAZ
Maria de Lourdes Ramos de Holanda (Lurdes Ramos)

*F  é*

*E  moção*

*L  uminosa*

*I  maginação*

*Z  iguezagueando*

*N  aturalmente*no*ar*

*A  dvento*da*esperança*

*T  udo*conspira*para*o *amor*

*A  inda*podemos*acreditar *na *vida*

*L  embrando*de*Jesus,* o* nosso*Salvador*

*Feliz*

*Feliz*

*Feliz *Natal*!*

*FELIZ *2014/2015*!

Niteroi- RJ




65.
Que não se apague a Luz de Natal!
Eda Bridi
 
Mensalmente, recebo da Fundação de Assistência à Criança pedido de contribuição para auxiliar no tratamento de crianças contra o câncer. Este mês, o motivo tocou-me ainda mais fundo. Trata-se da Campanha de Natal para compra de perucas para melhorar a autoestima das meninas.
O pedido veio acompanhado da pergunta: Qual presente você acha que faria feliz uma criança que está sofrendo numa cama de hospital? Seguida da resposta: Sua ajuda será o presente de Natal de muitas crianças, pois vai trazer de volta para elas a alegria de sair na rua, brincar com seus amiguinhos e até retornar à escola.
Essa realidade, às vésperas do Natal, leva-nos a muitas reflexões.
Se conseguirmos colocar um sorriso no rosto dessas crianças, e se todos os doentes tiverem atendimento médico...
Se atendermos às cartinhas endereçadas por crianças ao Papai Noel, e depositadas na casa dele, na Praça “3 de Dezembro”, proporcionando-lhes alegria...
Se nos lares houver harmonia, compreensão, diálogo, respeito mútuo, fortes vínculos, perdão e amor entre pais e filhos...
Se todos os cidadãos tiverem oportunidade de trabalho e de estudo, conquistando sua realização pessoal...
Se as drogas, que vitimam tantos jovens, forem banidas, dando lugar à prática dos valores que conduzem à verdadeira felicidade...
Se a violência e os conflitos forem eliminados do planeta, e preponderarem a verdade, a justiça, o bem e a paz...
Se cultivarmos a esperança de uma sociedade mais solidária, humana e igualitária, e cada um fizer a sua parte...
Então, é Natal.
Que todas as nossas ações, pequenos ou grandes gestos de fraternidade na busca do bem-comum, constituam- se peças importantes para a construção da árvore de natal em nosso interior, com muita luz! E que não se apague após as festas! Lembremos que é preciso, sempre, mantê-la acesa.
Que aquela criança, que existe dentro de cada um de nós, perdure pelo tempo, para nos dirigirmos ao Presépio com a mesma simplicidade, ternura, alegria, fé e devoção a adorar o Menino Jesus, acolhendo-o no coração!
Que a Estrela de Natal ilumine a nossa jornada no decorrer de 2015!
 
Sobradinho - RS



 
66.
Renascer
Renata Rimet
 
É tempo de renascer
Recomeçar, seguir em frente
Que a semente plantada floresça, enfeitando o jardim de nossas vidas
De sonhos, esperanças e realizações que perfumam e encantam
 
É Natal!
 
Que este sentimento se espalhe ao vento
Que nos faça sorrir a cada amanhecer, que ao repousar no final de cada dia, tenhamos  certeza de que o amor prevaleceu em cada gesto, em cada ação e pensamento
 
É Natal hoje, amanhã e sempre
 
Que a data seja apenas simbólica, que os ensinamentos nos façam irmãos, unidos na esperança de construir dias melhores, de luzes que encantem e direcionem mais que apenas enfeites em dia de festa...
 
Feliz Natal!
 
Salvador – Bahia




67.
O NATAL
José Pereira da Silva

Chegou o Natal...
Nasce o SALVADOR
Trazendo com Ele
A Promessa verdadeira
De Paz, Salvação, Amor!

È Natal das crianças,
Do homem e da mulher,
Da família sagrada,
De Jesus, Maria e José.

O amor que leva a paz,
O Natal que traz alegria,
A Fé que nos dá salvação
Ao espírito nos últimos dias.

É Natal de fraternidade,
Das partilhas e gratidão,
De perdoar e nos unir,
Dividir com os irmãos.

autoria: José Pereira da Silva
27/12/2014

Cabedelo- PB



 
68.
PAZ...
BRita BRazil



Rio de  Janeiro-RJ




69.
MENSAGEM
Joyce Lima Krischke



Dezembro- 2014
Balneário Camboriú/SC




70.
MENSAGEM
VIDA...
Sandro Nicodemo


             
São Paulo-SP




71.
O que é o Natal
Judite Krischke Sebastiany

Se fosse o aniversário
De Jesus de Nazaré
Haveria um grande bolo
Com 2014 velinhas acesas.
Então, um homem idoso,
Ao assoprá-las pediria:
“Paz na Terra aos homens
Por Deus amados."

Mas não é aniversário.
É o próprio nascimento
Revisitado, reeditado.
O Nenê, o próprio presente

Ontem, hoje e sempre,
Jesus, o Cristo, o Messias
É o presente de Deus
Para nós filhos seus

Ele é Emanuel- Deus conosco
Presença de amor.
Promessa de Paz

Porto Alegre- Natal- 2014




72.
FELIZ ANO NOVO- CAPPAZ!
Ana Maria Cardoso



São Paulo-SP




73.
Presentes de Natal ...
Judite  Krishke  Sebatiany

Perfumes e sabonetes
Biscoitos decorados
Roupas e sapatos

...Joias e bijuterias
Livros e CDs
DVDs e games

Abracos e beijos
Afagos e carinhos
Recordacoes e planos
Propositos e promessas.

Telefonemas e mensagens
Torpedos e e-mails
Palavras e imagens
Tecnologia para o bem.

Presente inesperado:
Uma bencao sacerdotal
Por telefone- pessoal
Presença real de Deus.
Amem.

Porto Alegre-RS




74.
Mensagem-Presentes de NATAL(excertos)
Judite Lima  Krischke



Porto Alegre-RS




75.
NATAL CHEGOU...(excertos)
Rosana Carneiro
 
Amigos, o Natal chegou.
Sim, chegou o Natal e o Menino Jesus completaria mais um ano.
Ele deixou tanto ensinamento, tanta coisa boa para fazermos, para refletirmos e mudarmos o nosso comportamento, nossos pensamentos.
Conforme os ensinamentos de Jesus, vou agradecer por nossa amizade, mesmo que também virtual.
Agradeço a nossa saúde, mesmo que muitos não estejam com ela excelente, porém estamos respirando e lutando para que fique tudo perfeito....
Agradeço o nosso progresso como ser humano, pois a reflexão sobre a vida já é um grande avanço.
Então, pra você meu grande amigo, minha grande amiga, desejo um feliz natal e que todos os dias do ano novo seja abençoado por Deus.
Joyce Lima, Deus te abençoe pela força de vontade, pela luz que você irradia.
...
Nossa Senhora de Lourdes, rogai por todos nós.
Um abraço de fé para todos.
 
São Paulo-SP




76.
Mensagem de NATAL
Sede campestre CAPPAZ
Judite Krischke Sebastiany



Porto Alegre-RS



 
77.
Natal!!
Regina Kreft



Joinville-SC




78.
Joyce Lima Krischke



Balneário Camburiu-SC



 
79.
MENSAGEM DA PRESIDENTE FUNDADORA JOYCE LIMA KRISCHKE
GRAVAÇÃO NA VOZ DA CONFREIRA DIRETORA SOCIAL- ELIENE DANTAS DE MIRANDA

http://www.4shared.com/mp3/WZC6pdoLba/CAPPAZ_-_GRAVAO_MENSAGEM_JOYCE.html







SELO DE PARTICIPAÇÃO









Letra música plano de fundo

So this is Christmas/Então é Natal
Autoria: John Lennon/Yoko Ono
Versão: Claudio Rabelo


So this is Christmas
And what have you done
Another year over
And a new one just begun
And so this is Christmas
I hope you have fun
The near and the dear ones
The old and the young

A very merry Christmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Christmas
For weak and for strong
For rich and the poor ones
The war is so long

And so happy Christmas
For black and for white
For yellow and red ones
Let's stop all the fight

A very merry Christmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Christmas
And what have we done
Another year over
And a new one just begun
And so happy Christmas
I hope you have fun
The near and the dear ones
The old and the young

A very merry Christmas
And a happy New Year
Let's hope it's a good one
Without any fear

And so this is Christmas
And what have we done
Another year over
And a new one just begun
Então é Natal
E o que você Fez?
O ano termina
E nasce outra vez

Então é Natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo

Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

E então é Natal
Pro enfermo e pro são
Pro rico e pro pobre
Num só coração

Então, bom Natal
Pro branco e pro negro
Amarelo e vermelho
Pra paz, afinal
Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

Então é Natal
E o que a gente fez?
O ano termina
E começa outra vez

Então é Natal
A festa cristã
Do velho e do novo
Do amor como um todo
Então, bom Natal
E um Ano Novo também
Que seja feliz quem
Souber o que é o bem

Hare rama a quem ama
Hare rama já!

Hiroshima...
Nagasaki...
Mururoa
















|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||



Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados