INRODUÇÃO

Alô, alô, Confrades e Confreiras, minhas fraternas saudações!

A nossa ciranda mensal de novembro de 2015 será dedicada à SAUDAÇÃO. Isto, porque no dia 21 de novembro em aproximadamente 180 países comemora-se o Dia Mundial da Saudação (World Hello Day, em inglês).
Este dia tem como objetivo celebrar a importância de uma saudação na preservação da paz.
"O ato de saudar ou cumprimentar outra pessoa tem um forte significado e é capaz de apaziguar conflitos e criar ambientes saudáveis".
Foi criado em 1973, por Brian McCormack e Michael McCormack, originariamente como uma resposta ao conflito entre o Egito e Israel.
Ainda lisonjeado pelo convite de abrir esta ciranda, informo que o meu texto reforça a importância da saudação como fator que alavanca o início de um bom relacionamento entre as pessoas, e, ainda, lembra 02(duas) saudações muitíssimas conhecidas: Uma, a saudação de um anjo à Maria, indagando-lhe do projeto Divino de trazer ao nosso mundo um Deus em forma humana, onde, Ela, disse sim a isto, tornando-se conhecido como o sim de Maria.
Outra enaltece a singeleza e peculiaridade de saudação do povo do interior do nordeste brasileiro, onde se invoca a presença de Jesus Cristo como chave que abre e consolida um relacionamento saudável.
Se não consegui atender aos objetivos postos, peço antecipadamente desculpas. A época não é favorável devido ao acúmulo de atividades, e, também, estou ainda aprendendo com este novo e saudável convívio.
Por isso, mesmo, Confrades e Confreiras, viva a saudação, e, como, invoca-se nas igrejas cristãs do mundo inteiro, “saudemos uns aos outros”, neste período de tempo em que vivemos, onde esta atitude apresenta-se como um instrumento tão útil, necessário e eficaz na busca da tão sonhada paz. Sejamos capazes (aproveitando o trocadilho).

Paz e Bem!

Edvaldo Nunes da Silva Filho
Cabedelo/PB





PARTICIPANTES

01- Audelina de Jesus Macieira dos Santos (04)
02- Carlos Reinaldo de Souza (21)
03- Deomídio Macêdo (09)
04- Diná Fernandes (10 e 13)
05- Edvaldo da Silva Nunes (16)
06- Eliene Dantas de Miranda (24)
07- Eloísa Antunes Maciel (05)
08- Fátima Peixoto (01)
09- Fernando Alberto Salinas Couto (18)
10- Gerusa Guedes dos S. Marques (17)
11- Haydée S. Hostin Lima (22)
12- J. J. Oliveira Gonçalves (30)
13- Jacira Poetias (12)
14- José Pereira da Silva (19)
15- Josimar Oliveira Cardoso (26)
16- Joyce Lima Krischke (15 e 29)
17- Letícia da Rocha Silva (03)
18- Marcelo de Oliveira Souza (14)
19- Paola Rhoden (02)
20- Paulo Rodrigues (25)
21- Regina Kreft (28
22- Rosana Carneiro (27)
23- Roseleide Santana de Farias (06 e 07)
24- Sidney Santos (11)
25- Silvia Benedetti (23)
26- Soninha Dia Freitas (20)
27- Vera Passos (08)




PARTICIPAÇÕES

01.
O que custa...
Fátima Peixoto


O que custa ser gentil,
Educado,
Compreensivo,
Tolerante?

O que custa tratar bem,
Pessoas próximas,
Familiares,
Amigos e inimigos?

O que custa respeitar,
Religiões,
Crenças,
Raças?

O que custa,
Amar,
Cuidar,
Sem nada pedir em troca?

O que custa ser carinhoso,
Oferecer flores,
Fazer poemas,
Declarar seu amor?

Cabedelo - PB



02.
Sorriso e Gentileza
Paola Rhoden




Brasília/DF



03.
“Saudação na Preservação da Paz”
Letícia da Rocha Silva


Nas relações e interações sociais, os homens, cada um com a sua personalidade, exerce um comportamento pacífico, outras vezes conflituoso que deixa marcas de violência e perturbação dentro da sociedade. Uma sociedade justa tem como base o respeito, a atenção e a cordialidade entre os seus membros.

A sociabilidade humana requer comportamentos salutares, benévolos e boa convivência para que se crie a paz, a harmonia e a fraternidade social. Um dos traços marcantes que se instala dentro da sociedade é a gentileza.

Ser gentil é saber curvar a cabeça com um gesto de saudação e cumprimento, criando ambientes saudáveis para a construção de uma vida social melhor. Ser gentil é retratar através de um sorriso, de um abraço, de um aperto de mão, a cordialidade mesclada de paz e de bem estar. O cumprimento entre os membros de uma sociedade seja nos ambientes fechados ou nos logradouros públicos, mostra a educação e o estágio moral e espiritual de quem o pratica. Portanto, cumprimentar ou saudar as pessoas, é construir entre as mesmas, gestos fraternos que se consolidam através do amor.

Cumprimentar é a arte de interagir com o outro, atendendo aos princípios morais na construção de uma sociedade mais justa e na construção de um mundo melhor.

Guanambi/BA



04.
Saudações a Vida.
Audelina de J. Macieira dos Santos


Saudações àqueles que eminentemente
louvam a vida ao redor da vida, venho
retirar o peso das costas falidas.

O tempo deveras come depressa
a inércia das vossas vozes e rouca
Já não se entende fonema atroz.

Quem saúda, não é mais vivo
morto se estende em flores
coloridas no semi quadrado

Em luta designa a paz
que vai longe saudade
a saudar o tempo,
que não volta mais.

Novembro- 2015
Salvador/BA



05.
A Saudação na Prevenção da Paz...
Eloísa Antunes Maciel


A saudação real, sincera e pura,
Faz - se precioso elo entre os mortais:
Inspira simpatia, fé e ternura,
Recobre-se de encantos divinais...

O olhar, o gesto, pleno em gentileza,
E um sorriso, como saudação,
Transmitem na mais pura singeleza
Um cumprimento que se faz menção...

E esse gesto de beleza pura,
Expresso pela humana criatura,
Torna-se apelo que ao saudar se faz...

Tende a plasmar o vero entendimento
De um belo e verdadeiro sentimento,
Tendendo à prevenção da Eterna Paz...

São Martinho da Serra / RS



06.
“A Saudação na Preservação da Paz”
Roseleide Santana de Farias


A todos os momentos eu sempre quisera poder

Sentir no peito o doce conforto da paz e alegria,
Amar assim desta forma terna, serena, singela,
Unindo a beleza do céu e o mar em forte magia.
Dêmos as mãos uns aos outros, a fauna, a flora,
Aquecidos nesta misericórdia que traz inclusão.
Carinhos eu coloco aqui, pois eu preciso saudar
Aos fraternos cirandeiros da poesia, e preservar
Os sentimentos de ternura e amor no coração!...

No caminho que trilharmos é importante ter a Fé,
A Paz, o Bem a iluminar e melhor o mundo ficar!

Preservar amizades não é fácil, preciso exercitar.
Recursos nós temos, estão no íntimo do coração.
Em momentos de dor, ame, dê seu ombro amigo,
Sinta o perfume da fraternidade a afastar solidão.
Em tudo é preciso ser sereno, expandir o sorriso,
Repletos do bem querer no forte aperto de mãos.
Vai-se os anéis e ficam os dedos, assim falavam:
Aqui busco um sublime sentimento que aprimora
Corpo etéreo mente, alma, espírito que há de ir,
Além da terra, ao infinito céu, nas Graças do Pai,
Onde outros bens, ouro, terra, luxo, aqui ficarão!

Dádivas temos vindas do céu; o ar, água, a vida!
A natureza é tão pródiga e nos trazer benefícios.

Pacificai, pazeai, através de atos e comunicação!
Aqui no planeta terra, água, azul, ou nas estrelas,
Zelemos, cultivemos a Paz, Misericórdia, Perdão!


10/11/2015 – Cabedelo/PB



07.
Aos irmãos do distrito de Mariana e outros.
Roseleide Santana de Farias


Meu amado Pai Celeste e Senhor desta Vida,
Afaste as possíveis vaidades do meu coração.
Que através destes singelos versos eu possa,
Exaltar os nossos sentimentos de esperanças,
Fraternidade na dor e doce paz na inspiração.

Nossa empatia aos que sofrem e compreensão,
Ao ver a cruel tragédia atingir o distrito distante,
Mariana mineira, bela e serena entre os montes.
Hoje tristeza, lama, dor, aos brasileiros atingem,
Angustiados sofrem violências a todo instante!

Lágrimas são derramadas dos brasilis corações,
Diante das imagens que nos chegam tão vívidas,
Dolorosos e tristes lamentos aos filhos perdidos,
Os corações destroçados pelo cruel, vil tsunami,
As devastações que não podem ser esquecidas!

Mãezinha, vó, não chorem, pois aqui feliz estou!
Minha súplica não foi vã quando por Ele clamei.
A dor do mundo é passageira, Jesus me salvou.
Nos percursos da vida, depois eu te encontrarei.
Entre os céus, sol, mares, rios, serras, belo luar,
Sinto maravilhas do Amor e o fulgor das estrelas.

13/11/2015- Cabedelo/PB.



08.
Saúdo a Vida
Vera Passos


Fiz o trato com o tempo
Que viaja que nem vento
Ser feliz no caminho saudando até passarinho
Que não me ouve e me encanta
No quintal constrói seu ninho
Bom dia! à mata virgem, ao rio e ao mar
Bom dia! a estrada que me leva caminhar
Eu vejo a beleza do arco-íris
Vejo o céu e o luar
Boa tarde! ao irmão da praça
Ao amigo que nem sei de onde vem
É filho da Natureza é meu irmão também
Boa noite! as estrelas, a lua e a maresia
Aos que me ajudam a crescer
Aos que me enchem de energia
Que seus sonhos sejam belos
Carregados de alegria
Que o sol lhe desperte todo dia
Com amor pra viver
Bom dia! ao bem querer,
A fé e a liberdade,
Com votos de felicidade
Exalto a Humanidade.

Salvador/BA



09.
Saudação a Paz
Deomídio Macêdo


Meu olhar divisa no céu azul
a pomba que voa elegantemente.
Suas asas bailam.

Seus movimentos encantam.
Abro meus braços e imito seu bailar.
Danço entre as flores, como criança ao vento e grito.
Grito com a voz da consciência que existe em mim:

Preserve a Paz.
Abra o coração com a chave do amor,
e cultive essa energia benfazeja
para que ela possa abranger toda a humanidade.

"Gloria a Deus nas Alturas. Paz na Terra aos homens de boa vontade". (Lucas).

Salvador/BA



10.
21 de Novembro- Dia Mundial da Saudação
dinapoetisadapaz


Amigo, irmão ou vizinho
Todos merecem atenção
Quem encontro pelo caminho
Sempre estendo minha mão.

Um cumprimento é salutar,
Afaga alma e coração.
Uma amável saudação
Pode uma vida salvar

Se todos desejam Paz
É preciso dar as mãos
É com boa ação que se faz
A necessária transformação

Um coração rancoroso
É promotor da discordância
Enquanto o fervoroso
Tem a Paz como militância

Preservemos a Paz na família e no Mundo!

Cabedelo/PB



11.
Paz Por Inteiro
Sidney Santos


Paz é o acalanto no berço
Forte da mão amiga
O inteiro do terço
Um amor sem intriga

É o brilho dos olhos
Espelho do coração
Águas calmas nos abrolhos
Do recife proteção

Paz é firme caminho
Traçando felicidades
Arraial de largo carinho
Nos becos das grandes cidades

No berço, no amor, no mar.
Nos olhos, corações, cidades.
A paz não pode faltar
Paz em todas as idades!

Santos/SP



12.
Saudação para PAZ:
Jacira Poetisa


Vou fazer uma proposta
Para um grande bem alcançar
Para nunca esquecer
De um amigo cumprimentar,

Dê bom dia! Todo dia,
A todos que encontrar
Incentivando a Alegria
Para quem não acreditar.

Alegre um coração!
Com um sorriso em seu rosto,
Não cause nenhum desgosto
A quem lhe propiciou a vida.

Abrace a todos com alegria
E com bom entusiasmo
Pois não tem nada melhor
Que um abraço apertado.

Vou lançar uma corrente
A qualquer um que for capaz
A saudação entre todos e
A preservação da Paz.

Cabedelo/PB



13.
Comunicação em Prol da Preservação da Paz
dinapoetisadapaz


Doía em mim a solidão,
eu parecia insignificante
aos olhos dos passantes
que desfilavam sisudos,
abastecidos de mutismo.

Meus olhos baços
imploravam um “OI”,
mas, nem um olhar,
ou uma simples saudação
foi possível arrancar
daqueles olhos,
daquelas bocas,
daqueles corações
desprovidos de sensibilidade.

Educação está em extinção,
gentileza tornou-se raridade,
a indiferença está na moda,
há clamores pela “Paz”,
como promovê-la com essa ausência
de comunicação e solidariedade
se o começo de tudo,
procede dessas ações simples,
necessárias e eficazes?

É hora de mudar,
de usar a comunicação,
de sorrir, de cumprimentar,
de afagar, abraçar,
e esboçar um Oi, como vai você?
Pensemos todos na preservação
desses valores que nos irmana.

Paz e Bem para a Humanidade!

Cabedelo- PB



14.
Crônica
Marcelo de Oliveira Souza


Com a “evolução” da humanidade conseguimos sobrepujar os obstáculos mais difíceis que nem sonhávamos alcançar.

Descobrimos que a nossa imaginação criadora é a nossa maior “arma” que nos acompanha e nos ajuda, em que a comunicação em tempos de Internet ultrapassou a fronteira da solidão humana, onde basta um terminal de computador, para fazermos “amizades” pelo mundo, sem sair do conforto do seu lar, na segurança da sua casa. Em tempos que todos têm medo de todos...

As pessoas se tornam tão receosas e egoístas, que extrapolam o senso comum de educação, detestando viver com o semelhante, indo de encontro com a sua natureza, pois como somos seres sociáveis, somos “forçados” a viver com quem detestamos, para poder observar o vizinho e conviver bem; se ele for condescendente conosco ou mal se for parecido conosco, tornando um dilema que nunca será resolvido.

Como bom observador da nossa natureza, constatei que o simples cumprimento ao seu semelhante está oculto diversos sentimentos de caráter emocional, até hierárquico.

Sobre a questão emocional, as pessoas não se cumprimentam mais, desejando um bom dia, boa tarde ou boa noite, geralmente o fazem diretamente às pessoas que conhecem, achando que só essas pessoas têm que ser saudadas, mostrando uma falta de educação ímpar.

No convívio social só quem deseja “uma boa” tarde são pessoas que estão precisadas de um favor, de uma ajuda, de uma esmola, ou coisas similares.

Nas empresas, funcionários já abrem um sorriso largo, para desejar uma boa tarde ao chefe, que nem responde fingindo não escutar.

A partir de hoje observe essa “teoria do cumprimento” que está incutida na mente das pessoas deseducadas, que deixou de ser um desejo amigável para ser uma prova de subserviência.

Com toda nossa tecnologia conhecemos muito sobre as mais diversas ciências, mas estamos desaprendendo sobre nós mesmos, sobre o amor ao próximo.


Salvador/BA



15.
Abraço a CAPPAZ
Joyce Lima Krischke


Já abracei o mundo em prosa e em versos
Declamei meu poema em lugares diversos
Após doze anos, releitura se faz...
Je vous tiens, I hug you, te abrazo – CAPPAZ!

Abraço a CAPPAZ- hoje com sete anos
Semeando paz com crianças e decanos
Sejam unidos em cirandas mensais
Ou em livros - nas antologias anuais.

Firme na tempestade e na bonança
A CAPPAZ cresceu, não é mais uma criança
Cappazes pintam e escrevem em harmonia.

Levam ao mundo - paz, arte e poesia
À CAPPAZ: meu abraço com carinho
Nesta saudação, bem devagarinho...

Balneário Camboriú/SC, 07/11/2015



16.
Saudai-vos uns aos outros
Edvaldo da Silva Nunes


Ao que passa, ao que se aproxima, ao distante,
caminhante desconhecido,
Seja um antigo habitante de meu mundo,
Sai um gesto, mesmo que tímido,
Um aceno, ainda que inesperado,
Uma palavra, embora que disfarçada,
Tudo em bons créditos que lavam a alma,
Irrigando agora agradecidas veias,
Que felizes saltam aos olhos
E justificando o fato de ser humano,
Que tanto necessita destas ações,
Torneando pacíficos caminhos
Para o bem da humanidade.
Da mais significativa saudação:

“Ave cheia de Graças”

Que veio de um anjo do Senhor,
A uma menina-mulher,
Que de tão misteriosa, profunda e bela,
Mudou o mundo,
Àquela saudação corriqueira
Na casa humilde do homem do campo,
Onde, de fora, saúda o visitante:
“Louvado seja o nosso senhor Jesus Cristo”,
Dita de quem chega com o coração aberto,
Estando lançada, pois, a paz;
O que responde de dentro o morador:
“Para sempre seja louvado”,
É a resposta de acolhimento
Àquilo que bate a porta.

Não percamos a esperança,
Não percamos a oportunidade,
Saudemos uns aos outros.

João Pessoa/PB



17.
Saudando Momento de Paz
Gerusa Guedes dos S. Marques


Senhores e senhoras CAPPAZ
Nessa noite de amor e paz,
Formamos um corpo composto
De poetas de artistas e tudo mais

Saúdo os irmãos e seus ideais,
Plantas, rios, mares e animais.
Saúdo o sol a lua, estrelas,
O ar e o vento, que beleza.
Eu saúdo a mãe natureza

Numa corrente de oração
Pelo amor, pela paz e pela fé,
Pedimos ao nosso DEUS
Para nos manter de pé.

Firmando os ideais nessa conquista
Trazendo a CAPPAZ para Paraíba,
Unindo-nos ao nosso Brasil querido,
Orgulhamos-nos, fazendo essa rima.

Sediada na linda cidade modelo,
Essa celebridade, minha Cabedelo,
Somos CAPPAZ feliz em recebê-los,
Com amor, carinho e desvelo.

Cabedelo-PB



18.
Preservando a Paz
Fernando Alberto Salinas Couto


O melhor cartão de visita,
dizem ser um belo sorriso;
coisa sem qualquer custo..
Já uma cara amarrada irrita,
pois tudo que não é preciso
é mau humor ou um susto.

Então, por que não ter sonhos?
Por que não amenizar toda dor,
com uma agradável saudação,
para conhecidos ou estranhos,
oferecendo-lhes a paz e o amor
que já estão em nosso coração?

Não, não será nenhuma utopia,
conquistar a felicidade,
com a saudação que se faz,
usando boa vontade e cortesia
e impregnando a humanidade,
com o indestrutível vírus da paz.

Rio de Janeiro/RJ



19.
A Saudação na Preservação da Paz
José Pereira da Silva


Saudação á mãe natureza,
Fonte de energia e alimentação,
Morada de todo Ser,
Livro aberto para a educação.

Celeiro vivo de sementes,
Terra que brota ao molhar,
Preservação por ti eu rogo,
Vamos nos conscientizar.

Saudação aos irmãos, amigos,
Pais, mães, parentes queridos,
Eu saúdo em nome do amor.
Vem viver a paz comigo!

Por isso, meus irmãos,
Mudem os seus maus pensamentos.
Façam tudo com amor,
Para o Senhor abrandar o tempo!

Cabedelo-Paraíba



20.
A Saudação na Preservação da PAZ
Soninha Dias Freitas


Bem Aventurados, aos pobres de Espirito,
Bem aventurados a União dos homens de boa vontade.
Bem Aventurados aos homens e amigos,
Todas as Nações necessitam de paz.
Não importa a língua que se cumprimenta,
Na real, todas as saudações querem chegar há uma só palavra,
Saudar bom dia, feliz aniversário, paz no coração,
Um feliz Ano Novo, paz ao mundo,
Quando oferecemos amizade, amor, respeito,
Com certeza seremos bem tratados.
Como todos sabem toda ação, tem uma reação.
Praticando o bem, respeitando o direito de cada um,
O mundo fica mais harmonioso, e com certeza chegaremos à paz.
Termino dizendo, _ Que a paz esteja convosco.


Mato Grosso Sul / MS



21.
A Saudação e a Paz
Carlos Reinaldo de Souza


Olá meu jovem! eu digo;
Alá! mensagem de Paz!
A saudação ao amigo,
expressa a alma Cappaz!

Oi! diz o boy desatento;
Saravá! é a saudação
do preto velho, um alento.
Salve Jesus! é o cristão!

Bom dia! diz o estudante
ao professor, de manhã;
entra na sala, radiante,
e a todos diz: “bambambã”!

Alô, olá, oi amigo
tudo isso é louvação;
a Paz esteja contigo!
é a mais bela saudação.

Conselheiro Lafayttte– MG



22.
A Saudação e a Paz
Haydée S. Hostin Lima


Uma saudação aos que com poesia tentam fazer um mundo melhor.
A paz essa menina pequena como a violeta,
é azul, amanhecendo no vale,
enquanto bombas agitam-se nos arsenais.
A paz é rosa, tem perfume de rosa
e pezinhos de seda, enquanto não chegam
os torturadores com suas mãos em garras
para afogá-la no lixo da injúria.
A paz é de todas as cores e suas mãozinhas negras
tem perfumes de gardênias e tocam violinos,
enquanto não chegam violadores de sonhos,
nos obrigando pensar palavras sem poesia.
A paz, essa linda, espera sua vez
a reinar , dispersada a violência.
A paz, pálida açucena, nasce todas as manhãs.
Seu corpo, frágil bem- te -vi , é sopro ao incêndio do mal.

Santa Maria – RS



23.
Não custa caro!
Silvia Benedetti


Tantas vezes nas caminhadas do cotidiano encontramos pessoas abatidas pela dor. Pessoas que perderam familiares e amigos. Pessoas que perderam suas casas ou seu trabalho. Encontramos pessoas carentes nos mais diversos aspectos da vida, a quem por certo duas palavrinhas poderiam ajudar levando alguma alegria um lampejo se esperança ou até quem sabe Faria recrudescer a fé já tão abalada no semelhante...
Atualmente o tema das manchetes faz corar as faces do HOMEM de bem. Sentimos vergonha e revolta pelas falcatruas e escândalos que caracterizam o desamor ao nosso país. É triste vivenciar estes fatos principalmente quando eles se originam no meio daqueles em que mais deveríamos confiar.
As pessoas andam acabrunhadas. Perderam a fé e a confiança; não ousam imaginar o que poderá lhes acontecer nas próximas horas. ESTAO INSEGURAS eis a verdade.
Novamente vivenciamos o Natal e a lembrança de Jesus nos sensibiliza. As pessoas estão entristecidas e carentes de afeto - atenção. Quando nós cruzarmos pelas esquinas vamos saudá-las com as duas palavrinhas mágicas de acordo com o turno: Bom dia, Boa tarde, ou Boa noite. Não CUSTA CARO e poderá surtir um belo efeito. PESSOAS perceberão que não estão sozinhas e a nossa SAUDACAO poderá lhes proporcionar uma doce sensação de PAZ.


Porto Alegre - RS



24.
Cumprimentar
Eliene Dantas de Miranda


Alô! Bom dia. Como está você
Um pequeno sorriso e um aperto de mão
Fazem aquecer e ritmar o coração.

Alô! Boa tarde. Tudo bem?
Deixa o outro alegre e otimista
No seu vai -e -vem.

Alô! Boa Noite. Repouso e tranquilidade!
Fica um pouco de si com o amigo
E, com você, alívio e serenidade.

A saudação que brota do coração
Cria entre os envolvidos
Elo de amizade, carinho e atenção.

A todos: PAZ E BEM
Nunca se esqueçam
De dizer um oi, olá ou fique bem.

São Paulo – SP



25.
Saudemos as boas ações
Paulo Rodrigues


O mundo está caótico.
E as pessoas estão sofrendo
por causa da ganância sem limite,
ignorância,
intolerância
e desumanidade
de quem se acha soberano
e dono da verdade.
Então, em vez de disseminar
o mal e o ódio,
seja um semeador do bem.
Semeie bons pensamentos
e pequenas boas ações
no seu cotidiano.
Porque uma palavra de afeto
cura um coração ferido
e um “muito obrigado”
abre muitas portas!

Sorocaba/SP



26.
SAUDAÇÃO E PAZ
Josimar Oliveira Cardoso


Um bom dia eu desejo de todo o meu coração,
Um abraço apertado, recheado de emoção,
Para todos os amigos e familiares também,
São os meus votos fraternos como a boa educação nos convém.

Saudar um amigo é coisa que hoje quase não se faz mais,
Um abraço fraterno ao irmão, do filho para seus pais
São ações simples e indicadoras de Paz,
Que qualquer um de nós para tal, não é incapaz.

Um sorriso, um aperto de mão, um carinho e um afago,
Assim se deve a um grande amigo dar um forte abraço,
Desta forma seremos mais humanos, e de muitos aliviamos sua dor,
Assim combatemos a guerra e só cultivamos um mundo bem melhor

João Pessoa - PB



27.
Oi...
Rosana Carneiro


Vamos dizer um ''oi''
Um ''olá'' ou um '' como vai?''
Emoldurando o rosto
Com sorriso reparador
Encantando o amigo
Acabando com a dor?

Aperto de mãos, um abraço!
Como é bom interagir
Amizade definir
Um gesto, um carinho
Para alegrar nosso caminho!

São Paulo - SP



28.
Saudação à Paz!
Regina Kreft


Só a paz faz suscitar puros sentimentos.
Nos tempos idos a Paz era cultivada
Com pequenos gestos de delicadezas!
A verdadeira amizade era baseada no entendimento!

Nessa marcha da vida, tudo era simples e belo
Na rota das pessoas o sorriso sincero
O altruísmo sempre envolvente e próspero!
O amor sempre presente no coração singelo!

Em cada alma, existia o amor ao semelhante!
O respeito e o carinho para com os idosos era um exemplo de vida!
As criancinhas sempre bem educadas e com guarida!

O tempo passou, mas as lições de amizade
Deixaram um legado, cumprimentar era o sol da solidariedade!
Preocupar-se com os vizinhos, era doar-se com sensibilidade!

(Inédito)
Joinville/SC



29.
Paz e bem...
Joyce Lima Krischke




Balneário Camboriú/SC



30.
Saudação Franciscana!
J.J. Oliveira Gonçalves


Na Saudação que trago em minha pena
Na pena cor-de-sangue – de Poeta
Que seja o verso meu nívea falena
E seja Áurea a rima – d’Alma inquieta!

Numa canção de Paz e de Igualdade
Dedilho esta Lira Franciscana
Cantando o Bem-Maior: a Liberdade
A que derrota a mente mais insana!

Saúdo a Natureza e os animais
(Dos quais vejo a Beleza e escuto os ais!)
Pois somos todos filhos do Senhor!

N’Alma, soam Barrocas Catedrais
Onde Salmos eu ouço – de Louvor
Na Voz de um Anjo que se chama Amor!

Porto Alegre, 30 de novembro/2015. 11h
jjotapoesia@gmail.com – www.cappaz.com.br




ENCERRAMENTO E AGRADECIMENTOS
Fátima Peixoto


     Queridos confrades e confreiras, chegamos ao final de mais uma rica ciranda mensal, queremos agradecer a participação significativa de cada membro. Cada ciranda deixa uma boa oportunidade para que possamos refletir nossas práticas e o respeito que devemos ter por todos. É com pequenos gestos que começamos e conquistamos boas amizades, amizades duradouras, amizades que nos ajudam na caminhada da vida.

     Esses aconchegos carinhosos nos deixam leves, alimentam nossa alma, melhora o nosso humor, tudo fica mais bonito, nos sentimos amados, tudo sem custo, só com boa vontade e gentileza. São gestos simples como um Bom dia, um sorriso, que nos fazem presentes, nos faz gente.

     Deixo um abraço carinhoso cabedelense para toda confraria CAPPAZ com um pedido: vamos tentar pôr em prática o que sonhamos e o que desejamos, com a participação de todos teremos uma sociedade mais humanizada.


Novembro/2015

Cabedelo - PB




SELO DE PARTICIPAÇÃO






MÚSICA DE FUNDO

Bom Dia Amigo
Letra e voz: Abílio Manoel


Bom dia, amigo
Bom dia, irmão
Basta um sorriso
E ganhe esta canção.

As flores no campo
As nuvens no céu
As águas do rio
E eu num barco de papel.

Mas venha comigo
Estenda sua mão
Enfrente a maré
Cantando este refrão










|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||


Arte Joyce Lima Krischke
Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados