INTRODUÇÃO

Caríssimos Confrades e Confreiras, Saudações Fraternas!

Estamos lançando hoje a 95ª Ciranda da CAPPAZ, com o tema “Ano Novo – Mensageiro da PAZ e do BEM”.

Deixemos que nossos pensamentos positivos prevaleçam sobre o pessimismo e o desânimo, apesar da crise.

Deixemos que alvas pombas da PAZ façam evoluções em nossas mentes, trazendo-nos esperança de melhores dias.

Deixemos que cisnes elegantes deslizem em nossos corações, trazendo-nos o BEM, a tranquilidade e a bonança.

Deixemo-nos quedar ao lado dos nossos irmãos vinculados aos laços do sangue, valorizando a beleza da FAMÍLIA.

Deixemo-nos aproximar dos nossos irmãos vinculados aos laços da amizade, fazendo renascer a FRATERNIDADE.

Elevemos nossos pensamentos ao infinito, buscando inspiração para saudarmos o Mensageiro da PAZ e do BEM.

Que este Ano Novo seja repleto de conquistas e vitórias para todos(as) os(as) Cappazes, sob as bênçãos de DEUS!

Carlos Reinaldo de Souza
Presidente Nacional da CAPPAZ, em exercício.






PARTICIPANTES

01- Ac. De Paula (10)
02- Aila Maria Brito (06)
03- Carlos Reinaldo de Souza (02)
04- Deomídio Macêdo (07)
05- Dilson Poeta (12)
06- dinapoetisadapaz (03)
07- Eda Bridi (21)
08- Eloisa Antunes Maciel (18)
09- Fátima Peixoto (19)
10- Fernando Alberto Salinas Couto (11)
11- José Pereira da Silva (15)
12- Joyce Lima Krischke (22, 23 e 24)
13- Lucia Silva (20)
14- Marcelo de Oliveira Souza (01)
15- Marina Martinez (17)
16- Neneca Barbosa (16)
17- Odilon Machado de Lourenço (08)
18- Paulo Rodrigues (05)
19- Roseleide Santana de Farias (13 e 14)
20- Suely Sabino (Sys)(09)
21- Vera Passos (04)





PARTICIPAÇÕES

01.
Ano Novo?
Marcelo de Oliveira Souza


Fogos explodem no ar
As pessoas põem-se a sonhar
O passado, vão enterrar
Medo, angústia, tristeza
Tudo muda, na mudança.
Do calendário.

A esperança reina
A criança nasce
Com toda essa festança
Mais um ano aparece
Casais fazem juras
O amor nas alturas.

O ano começa forte
Mas as promessas ficam
E o sonho deixam para depois
Num estalo rápido
De quem sonhou e acordou.

Salvador/BA



02.
Saudação ao Ano Novo
Carlos Reinaldo de Souza


Sejas bem-vindo, Ano Novo!
trazes a Paz e o Bem,
és a esperança do povo,
bom mensageiro, também.

Trazes a fé que consola
e a todos dás a certeza,
que a vida não se controla,
existe o fausto e a pobreza.

O Novo Ano garante,
a Paz em teu coração,
para que seja constante,
deves amar teu irmão.

O Bem é um dom valioso,
que recebeste também,
mas tens que ser amoroso,
não desagrades ninguém.

Então, durante este ano,
celebra a Paz e a União,
afasta o mal, este insano,
faças da vida emoção!

Cons. Lafayette/MG



03.
Alimentando a Esperança
dinapoetisadapaz


Mudar de dentro pra fora
É revirar-se por inteiro
É preparar o ego, alma e coração
Para receber a Paz ansiada
Que caiam no ostracismo
Os repetidos erros,
Ira e mágoas.
E assim, sem o peso
Das mazelas inferiores,
Sem desejo de revides,
Com o solo do coração fertilizado,
Germinando bons fluidos,
Apto a cultuar novos hábitos,
Clamar por um ano pacífico e próspero.
Que, o que agora acontece
Nesse mundo conturbado
Não seja motivo para matar a Esperança
De restabelecimento da ansiada Paz.

Várzea/PB



04.
PAZ EM 2017
Vera Passos


Esvazie o leito corporal, no fundo ela está adormecida
Carente de saída, como planta na semente
Como perfume no campo, saudade esquecida
Não carece de ir longe, nem sair de casa sem guarida
Não se compra, nem se negocia
Está no seu quintal, na alma, escondida
Ela lhe espera no portal do amor
No bailar do beija flor
Na alameda colorida, na extensiva avenida
Na energia da luz solar, no romantismo do luar,
No abraço perdido, no sofrer do oprimido.
No aperto de mão, numa bela canção
No mar sereno, no canto de um pequeno
No rio sem veneno serpentear
No assobio do pássaro, na orquestra das andorinhas
Na velha árvore cantarolar, no regaço de um ninho
No botão de uma flor, no céu chapiscado de azul
No feto prontinho para nascer, no taramelar da criança
No carinho do bem querer, no despertar da esperança
No cais do coração, é só abrir o portão
Limpar o pó entronizado, tudo mais que for preciso
Escancarar o sorriso, arrancar a PAZ da escuridão
Conduzi-la a qualquer estação.
Levá-la de mão em mão até atingir o irmão.

Salvador/BA



05.
Festejando o Ano Novo
Paulo Rodrigues


Os fogos estouram no céu
de todos os corações!

Já estão estourando
numa bela chuva de alegria
e felicidade
para festejar um Novo Ano.

Um ano que surge no horizonte
saudando a todos carinhosamente,
anunciando novas oportunidades
de realizações de sonhos...

Oportunidades para abrir um sorriso
na face de alguém
e fazer alguém se sentir muito especial
com um abraço,
um aperto de mão
ou um doce beijo de amor.

Sorocaba/SP



06.
Ribombos no céu, anunciam:
Raiou o Novo Ano – surge uma esperança!
Aila Maria Brito


Que neste Novo Ano
Façamos florir a vida
Das mais significativas cores:
Amarela, verde,
Branca e vermelha.
[Que a amizade, seja destaque,
sendo o abraço, companheiro,
[Que a esperança não se limite...
e faça valer o palpite,
[da paz - num sonho concreto,
[E o amor, seja a canção,
dos sofridos corações,
a embalar sonhos de outrora...
Pois é chegada a hora,
de colorir a vida: de risos,
de flores, de esperanças e amores;
e sobre nós possa cair
uma chuva de PAZ e BEM..

Cocal/PI



07.
MENSAGEIRO DO AMOR
Deomídio Macêdo


Segue mensageiro, caminhando silencioso, com suas ideias poéticas, na estrada que o leva ao seu destino.
Observe as árvores com suas folhas, flores e frutos, bailando ao bel prazer do vento.
Sua bagagem está repleta de livros em contos, prosas e versos, transmitindo as ideias de cada poeta e poetisa que querem um mundo melhor.
Cumpra sua missão emissário do bem e envolva os corações que apreciam a arte que imita a vida.
E através de um belo enredo, surgem cenas de amores fraternais, de irmandade.
Qual a sua crença? “O Amor”!
Caminha semeador silencioso, com suas ideias poéticas dando boas vindas ao Ano Novo que se inicia com mensagens de Paz e Bem!

Salvador/BA



08.
Uma volta em torno do Sol
Odilon Machado de Lourenço


Nesse girar do planeta por entre o Cosmos sem fim
O Sol vem marcar solstícios na cor dos amanheceres
O tempo vai avançando sem voltar e sem ceder
As marés seguem seus rumos
Os pássaros as migrações
O poeta vai versando para a paz e para o bem
A terra segue girando ao final desse janeiro
Mais um ano, mais um ciclo buscando as fontes do amor
Nascendo a cada momento mais flores, novas estrelas,
outros céus, outros poréns...
Quem sabe nesse janeiro nossos dias sejam paz
E lá nos meses seguintes os abraços se eternizem
As frutas caiam nas bocas que se ocupam de ser bem
O tempo segue sua marcha como o sol que vai e vem
Feito um raio penetrante dando à luz que nos convém.

Maceió/AL



09.
Ano de Paz
Suely Sabino (Sys)


Abraço este ano com fé
Fé tenho em Deus
Deus ouvirá meu clamor
Clamor pedindo por paz,

Paz desejo a todos os poetas
Poetas que escrevem com amor
Amor que ecoamos em versos
Versos lidos como prece,

Prece são elos com Deus
Deus que é vencedor
Vencedor nos fará este ano
Ano de muitas decisões,

Decisões sabias quero
Quero estar junto dos fortes
Fortes em atitudes
Atitudes que abrace outros,

Outros nos seguiram pela fé
Fé em dias de benções
Benções somos quando temos paz
Paz transborda num abraço.

Cel. Fabriciano/MG



10.
ANO NOVO
Ac. De Paula


Ano novo, novos sonhos,
Novas ilusões e desafios
Colocar o trem nos trilhos
É a esperança de todos.

Ano novo, novo tudo
Mas porém não me iludo
Para que algo aconteça
É preciso compreender
Que saber fazer a hora
É fazer acontecer!

É sorrir sem ter motivo
É chorar sem ter vontade
Encarar a realidade
É a única saída!

Para quem sempre tem planos
Para a rota do futuro,
É meter o pé na estrada,
E enfrentar as consequências
Que aparecem com frequência
Sempre, a todo novo ano!

São Paulo/SP



11.
Mais um Ano
Fernando Alberto Salinas Couto


Acabou o foguetório...
Começa tudo de novo,
como logo se atina...
O trabalho obrigatório,
para a maioria do povo
que já vai cair na rotina.

É o domingão do Faustão.
Depois a condução lotada.
Tudo vai recomeçando...
Na praia vai ter arrastão.
Posto de saúde, tem nada.
Colarinho branco roubando.

Estado não presta serviço.
Do povo ema na o poder,
mas com o cidadão omisso,
nada de novo vai acontecer.

Rio Janeiro/RJ -11/01/17



12.
DOIS MIL E DEZESSETE!
Meia-noite do dia 31/12/2016.
DILSON POETA.


Meia-noite do dia 31/12/2016.
Os foguetões explodem no céu
misturando-se às explosões de
beijos e abraços das pessoas que
podem comemorar esse saudável
momento, nas milhares de festas
espalhadas pelo planeta terra.

É mais uma passagem de ano
tão cantada em prosa e verso.
Cada um com sua crença vai se
manifestando à sua maneira,
mas sempre desejando que o
novo ano seja feliz e próspero.
Cheio de amor, paz e esperança.

Quem pode, estoura champanha...
Bebe, come, canta, e se diverte.
Quem não pode, só bate palmas.
Ano novo! Vida nova! Sonhos...
Apenas confiar com confiança...
Haverá mudança? Não sabemos!
O futuro não nos pertence.

Então, que venha 2017!

NATAL/RN.



13.
O ANO NOVO
Roseleide Santana de Farias


O ano novo nos chega alegre e luminoso,

A trazer esperanças de uma vida melhor,
Nos traz a alegria que aquece o coração,
Onde a fé e a vida traz força e inspiração.

Novamente reagimos á buscar mudanças,
O poder necessário para aprimorar a vida,
Vencer nossas limitações e ter renovação,
O coração em misericórdia, paz e perdão.


Cabedelo/PB - 29/01/2017.



14.
FALAR DE ANO NOVO
Roseleide Santana de Farias


Falar de Ano Novo
É falar de paz, alegria e esperança,
Buscar se tornar o bem e transmiti-lo á terra,
Ser um alguém que tenha a alma de criança.

Falar de Ano Novo,
Também é aquecer a alma com ternura,
Pois para ter a felicidade na terra,
É preciso olhar o céu e viver com brandura.

Falar de Ano Novo
É olhar ao outro como á um irmão,
Esteja perto ou longe de nós,
Ter paciência, misericórdia, respeito,
E da justiça não se perder a noção.

Falar de Ano Novo
É respeitar e tentar viver feliz com todos,
É ter humildade e perdão no peito,
E da natureza receber as mais sábias lições.

Falar de Ano Novo, além das boas festas,
Eu encontro a suprema beleza que nos cerca,
E apesar de saber que tudo é passageiro,
Procuremos valorizar os momentos felizes
E nos aquecermos em nossos sonhos.

Falar de Ano Novo
É crer nos poderosos ciclos da vida,
No tempo que tudo muda
E as nossas dores cicatriza.

Portanto, neste Ano Novo que se inicia,
E assim como as eternas estações,
Respeitemos a sábia mãe que nos renova,
Trazendo a paz e harmonia á cada um dos corações.

Cabedelo/PB - 29/01/2017.



15.
ANO NOVO
José Pereira da Silva


Que esse Ano Novo seja para mim, para todos,
Repleto de amor, paz e muitas outras bênçãos.
Que Deus com suas santas mãos abençoadas,
Espalhe as sementes frutíferas do excelso bem
Para os mais carentes na sofrida humanidade.

Que as rosas e lírios desse meu querido jardim
Não espalhem os seus perfumes só para mim,
Mas para todos até onde o vento possa chegar.
Que a paz tão desejada aqueça a vida de todos
Permaneça em sua vida, seu coração e seu lar.

Se o amor perdoa, quem o recebe tem pra dar.
Um abraço de gratidão e uma mão para ajudar,
Que a sua vida seja repleta de muitas bênçãos
Nesse novo ano que todos estamos á receber
Buscar as dádivas que Deus tem para nos dar.

Cabedelo/PB



16.
MENSAGEM DE ESPERANÇA
Neneca Barbosa


A humanidade ainda carrega consigo o egoísmo e esquece que faz parte da Natureza, dádiva do Criador do Universo. A Terra Mãe nos ensina todos os dias, o amor, a brandura, a doação, a tolerância, o voar e cantar acima de todas as coisas pequenas. Mas, o ser humano, em sua pequenez espiritual, despreza, maltrata e destrói o seu próprio habitat

Um novo ano se inicia, mas ele só se tornará novo, se cada um tomar consciência que são preciso mudanças urgentes, tornando-nos pessoas melhores e mais humanas.

Vamos sair do primitivismo e pensar mais nos valores do Ser, do que nos valores do Ter. Estes últimos são efêmeros!

Reflitamos para que possamos acreditar que vale a pena tentar e que possamos fazer a diferença

Muita paz, justiça, esperança, solidariedade e amor em nossos corações!


João Pessoa/PB



17.
ANO NOVO – Mensageiro de Paz e Bem
Marina Martinez


Confesso minha dificuldade de escrever sobre esse tema. Minha vontade, por maior que seja, não consegue abstrair a realidade na qual vivemos, hoje, em qualquer parte do mundo. Há muito deixei de usar óculos com lentes cor de rosa. Se sou pessimista? Não me considero assim, mas não me sinto à vontade para considerar o Ano Novo – qualquer um – como mensageiro de algo. Mesmo que comemore, vejo-o apenas como continuidade de dias, com suas realidades, mesmo as mais desagradáveis. Considero o tema relevante e motivador, por que não, mas não me sinto cativada por ele. Acredito em mudanças, regenerações, acolhidas e, sempre que posso, manifesto isso, mas não consigo mais interpretar transições de datas como prenúncio dessas atitudes. Sinto em mim uma continuidade de tempo e entendo cada dia como chance de mudanças, possibilidades de melhoras – e de pioras-, de amor, paz e bem, tanto quanto de ódio, guerra e mal. Não nego beleza nem harmonia, mas distingo, também, o definhar de valores, o ruir de ideais, o declínio da decência. Perdoem-me se esperavam uma apoteose para o ano que inicia, a imponência da Paz e a Simetria do Bem. O máximo que posso ofertar, neste momento, são simples e comuns votos de paz interior e que o bem que pudermos fazer traga benefício a alguém, dia a dia, passo a passo, servindo de apoio, dentro das limitações e necessidades de cada um.


Porto Alegre/RS



18.
PRECE PELA PAZ UNIVERSAL...
Eloisa Antunes Maciel


Senhor!
Que neste novo ano, a paz e a esperança
Ao mundo se anunciem como precursoras
De um tempo eternizado na real bonança,
De ações que se revelem como redentoras...

Que esse “reino de paz” que no Amor reside
Contemple a plenitude da tranquilidade...
E que também contemple todo bem que incide
Sobre atitudes plenas de fraternidade...

Que nesse novo tempo a paz e a esperança,
Solenes se contemplem, sem impedimentos...
Que a paz fundamentada na real bonança
Promova o bem-estar e alente entendimentos...

E que essa paz sublime - sem os artifícios
Da fútil, mera e torpe ostentação mundana,
Se descortine plena sem os malefícios
Que impedem seu acesso à Criatura Humana...

São Martinho da Serra/RS, janeiro de 2017.



19.
Novo Ano/Nova Oportunidade
Fátima Peixoto


A vida é para ser vivida,
Saudade nos faz parar
Ficar relembrando, dói, aperta o coração,
O dia não volta o ano não volta
Quem usou a sabedoria viveu cada momento,
Transformou os momentos difíceis em aprendizagem

Agora um Novo Ano,
Você ainda pode rever,
O que deixou de fazer,
Resgatar o amor que perdeu,
O trabalho que não lutou pra ter,
O sonho que deixou adormecer,
A vida que deixou de viver.

Surge um ANO NOVO...
Nosso PAI,
Dá uma nova oportunidade,
Para que com nossa maturidade
Os dias sejam saboreados,
Com a prática da paz e do amor

Cabedelo/PB



20.
Saudação ao Ano Novo
Lucia Silva


Ano novo: novas atitudes, novos sonhos
A esperança de felicidade
Palpita nos corações risonhos
Dos que almejam fraternidade

Saúdo todos os dias deste ano
Rogando ao Criador
Que brilhe no coração humano
A luz renovadora da paz interior.

Neste embalo de saudação
Saúdo os poetas da CAPPAZ
Que este ano a fonte de inspiração
Seja abundante e jorre cada vez mais.

Cada dia seja um recomeçar
Um passo em busca da harmonia
Entre homens que vivem a guerrear
Sem crer no amor, sem alegria.

Que sejamos farol a apontar
o caminho da unidade
Que possamos brindar
A vida, a poesia e a amizade.

Currais Novos/RN



21.
SOMOS MENSAGEIROS DE PAZ E BEM
Eda Bridi


Que é amor, para que nos amemos, todos, como irmãos.
Que é paz, para que cessem as guerras entre os povos.
Nosso coração precisa de Deus,
Que é luz, para que nosso caminho seja iluminado.
Que é perdão, para que se dissipem as mágoas e dores.
Nosso coração precisa de Deus,
Que é harmonia, para que haja união nas famílias.
Que é bondade, para que não haja opressão.
Nosso coração precisa de Deus,
Que é o Salvador, para salvar a humanidade da injustiça.
Que é inspiração, para que vivamos cada dia do Novo Ano
Como mensageiros de PAZ e BEM.

Sobradinho/RS



22.
Ano Novo
Joyce Lima Krischke



Balneário Camboriú/SC



23.
Ano Novo
Joyce Lima Krischke



Balneário Camboriú/SC



24.
Ano Novo
Joyce Lima Krischke



Balneário Camboriú/SC





ENCERRAMENTO

Uma nova translação dá continuidade do girar da Terra em torno do Sol. Um novo ano se inicia. Serão outros trezentos e sessenta e cinco dias para a prática da vida. Viver, vivenciar, estar atento à luz do dia e às noites estreladas. Como uma canção que nos envolve, a rotação da Terra vai marcando a passagem do labor e do sorriso de hoje.
Logo, estender-se-á mais um ciclo abraçado pelo Cosmos. O Universo está em trânsito, assim como nós também estamos. Nós, os humanos que buscamos viver em paz consigo mesmo e com os outros. Nossa arte, nossa poesia pinta esse esforço de descobertas. A cada ciclo nos renovamos e seguimos mais fortes na caminhada de estar vivendo e realizando um mundo melhor. Que a paz seja a mensageira em todos os caminhos de nossa humanidade. Que a paz esteja em cada um de nós, refletindo o bem e o amor.

Odilon Machado de Lourenço
Confrade Efetivo de Maceió/AL






SELO DE PARTICIPAÇÃO







MÚSICA DE FUNDO

A Paz
Autor: Michael Jackson
Versão: Nando - Roupa Nova


Deve haver um lugar dentro do seu coração
Onde a paz brilhe mais que uma lembrança
Sem a luz que ela traz já nem se consegue mais
encontrar o caminho da esperança
Sinta, chega o tempo de enxugar o pranto dos homens
Se fazendo irmão e estendendo a mão

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a Terra inteira feliz

Se você for capaz de soltar a sua voz
Pelo ar, como prece de criança
Deve então começar outros vão te acompanhar
E cantar com harmonia e esperança

Deixe que esse canto lave o pranto do mundo
Pra trazer perdão e dividir o pão.

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a Terra inteira feliz

Quanta dor e sofrimento em volta a gente ainda tem,
pra manter a fé e o sonho dos que ainda vêm.
A lição pro futuro vem da alma e do coração,
pra buscar a paz, não olhar pra trás com amor.

Se você começar
outros vão te acompanhar
e cantar com harmonia e esperança
Deixe, que esse canto
lave o pranto do mundo
prá trazer perdão
e dividir o pão.

Só o amor, muda o que já se fez
E a força da paz junta todos outra vez
Venha, já é hora de acender a chama da vida
E fazer a Terra inteira feliz











|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||




Arte e Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados