Palavras de Paz

Casa da Criança d Brasil

Balneário Camboriú/SC

31/10/2009











Assista a declamação do texto abaixo pelo menino Rafael, clicando no link a seguir:

Filme 1

O Canto do Barreirinho!
J.J. Oliveira Gonçalves

Canta alegre o barreirinho
Quando está para chover!
Pois para erguer o ranchinho
Tem que o barro amolecer!

É nativo operário
Exímio na construção!
Trabalha sem ter salário
Com pessoal satisfação!

Gosto de ouvi-lo, contente,
Construir sua morada!
Seu canto sei: é repente
A galantear sua Amada!

Quando está pronto o ranchito
Traz pra dentro o seu Amor!
Obra- prima e assim bonito
Singular e acolhedor!

Esse nativo artesão
Tão frágil, tão dedicado,
É do Pai da Criação
Maravilhoso Legado!

Quem dera, ah, irmãozinho,
Eu fosse, na Natureza,
Laborioso barreirinho
Alegre, assim... sem Tristeza!

João- de- Barro, deixo, aqui,
Nas rimas que a ti componho
Inocências de guri...
Só, assim, vê: ainda Sonho!

Porto Alegre, 20 de Setembro - Data Farroupilha - 2009. 17h



SARAU INFANTO-JUVENIL - PALAVRAS DE PAZ
ENTREGA DOS POEMAS ESCRITOS PELOS INTEGRANTES DA CAPPAZ
DIA 31/10/2009












TEXTO DECLAMADO - JOGRAL
Para assistir, clique no link a seguir:

Filme 2

Sabiá do Mato...
J.J. Oliveira Gonçalves

Sou sabiá do mato e aqui eu canto
Escondidinho... (O coração na mão!)
Quanto maninho meu por belo o canto
Ganhou (pra sempre!) as grades da prisão!

Ah, o Criador aos pássaros nos deu
Asinhas pra brincar entre os Alvores!
E Sábio que Ele é não se esqueceu
De as plumas nos tingir das tantas cores!

O homem - que quis Deus fosse o patrono
Da Criação - não a deixando ao abandono
Da Inocência nossa fez-se algoz!

Coroou-se rei... E de seu pseudo-trono
Desalmado, arrogante e igual feroz
É diuturna ameaça a todos nós!

Por isso, pela mata a Alma escondida
Louvando ao Criador Celebro a Vida!


Porto Alegre, 25 de agosto/2009. 16h29min




Ester-Cachinho no Sarau


Fernanda, Joyce e Leonardo.



Eliene e Karina.



Fernanda declamando.




TEXTO DECLAMADO - Dueto Maria Eduarda e Leonardo
Assista clicando no link a seguir:

Filme 3

Anjos-Cantores!
J.J. Oliveira Gonçalves

É densa a escuridão da madrugada
A noite envolve em trevas ainda o dia!
E em Opus já se faz a passarada
E regem os sabiás a Sinfonia!

Transforma-se o Silêncio em Cantoria
Bem-te-vis, carochinhas e pardais...
Alegres barreirinhos... Há Harmonia
Aquela que habita as Catedrais!

E mesmo uns papagaios, sei, fujões
Do homem que baniu as Emoções
No alto jacarandá: verdes tenores!

Deitado em minha cama eu agradeço
Que o Bem que faz à Alma não tem preço
A esses manos meus: Anjos-Cantores!

Quem dera o bicho-homem... petulante
Sentisse a Paz que emana desse instante!

Porto Alegre, 18 de setembro/2009. 13h47min




Joyce declamando.



Eliene declamando.





Dra. Retijane.


SARAU INFANTO-JUVENIL
Parceria CAPPAZ e Biblioteca
-CASA DA CRIANÇA-
Balneário Camboriú/SC

- PALAVRAS DE PAZ-
APRESENTAÇÃO TEATRAL
CINDERELA(Adaptação)

Coordenação Geral



Karina Buratto



Iliete Buratto



Grupo de atores e atrizes da Casa da Criança.




Cenas da peça teatral.










Momentos da Assistência








Assista a um trecho da peça, clicando no link a seguir:

Filme 4











|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||

Arte e Formatação Rosângela Coelho
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados

Esta página é melhor visualizada pelo Internet Explorer
com resolução 1600x900.