MATA NATIVA
(Autoria:Maria Olímpia Gonçalves/Silvia Benedetti/Daniel  Brasil/Antonio Carlos Zígaro/Judite Krischke Sebastiany/J.J.Oliveira Gonçalves/Joyce L.Krischke)

 

Mata nativa- A natureza canta

Na perfumada brisa do arvoredo ( Silvia)

E, a cascata linda e branda

Vem descendo do rochedo. (Daniel)

 

Nesta manhã de outono

O verde das árvores me faz reviver

A infância... tempos de guri.(Zíngaro)

A luz do sol e o seu calor

Completam o cenário encantador

Enchendo-nos de paz, amizade e amor. (Judite)

 

É a voz da mata

Refletindo a Paz reinante

Nos sons da passarada esfuziante. (Silvia)

É esta sinfonia tão perfeita

Uníssona, vibrante, deslumbrante

Que faz meu coração bater feliz

Transbordante da mais pura poesia. (Zíngaro)

Pelas matas lanço o olhar

Que se perde na distância

Deixo a alma viajar

Pelos folguedos da infância... (JJotaPoeta)

 

 

A CAPPAZ agradece a ciranda escrita aqui

Saudando a todos com  VIVA O LAMI!!( Joyce)

 

Porto Alegre/Lami, 13 de abril de 2013( Poema escrito na sede campestre da CAPPAZ)

 

Maria Olímpia- apoiadora CAPPAZ - preparando com carinho o legítimo e delicioso arroz carreteiro saboreado na reunião- almoço.

- Encontro Festivo-5 Anos de Fundação da CAPPAZ, na sede campestre da CAPPAZ em Porto Alegre.

 
 

        
Fotografia da Sede Campestre CAPPAZ em Porto Alegre.
****
Fotografia  arte/top- Karina,Maria Olímpia/JJota/Joyce/Judite












|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||




 

Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados

Esta página é melhor visualizada pelo Internet Explorer
com resolução 1600x900.