PROFESSORA... sempre professora!

Joyce L. Krischke

 

Sim, sou professora!

Sempre serei professora.

Sou aquela que muito usou o giz.

Professora que da vida é aprendiz.

 

Professora do b, a, ba... Do um mais um,

Professora que estudou aluno... um a um.

Professora que viu seu aluno prefeito,

Embora seu estudo não tenha sido perfeito.

 

Professora da professora do seu filho

Cuja missão é dar luzes e não brilho.

Professora que da escola até o chão lavou

E de muitos alunos as suas feridas tratou.

 

Professora da ciranda, cirandinha...

Professora da menina em desalinho.

Professora que muito segredo guarda.

Professora... Ouviu muito e ficou calada.

 

Professora da primavera e do verão

Professora sempre em qualquer estação

Professora da criança... Escolinha do interior

Professora do jovem universitário “enfrentador.”

 

Professora da diretora e da supervisora

Sim, sou professora... Já fui até inspetora!

Vivenciei todos os papeis no magistério,

Descobrindo da vida algum mistério.

 

Professora... Ser professora sempre eu quis.

Professora do lápis, da borracha e do giz,

Professora da caneta, da prova vestibular,

Conjugando dia após dia o verbo pazear...

 

Direitos autorais reservados

ISBN 978-85-903148-4-4

 

-Dia do Professor-

 

 

 

 



 







|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||

Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados

Esta página é melhor visualizada pelo Internet Explorer
com resolução 1024x768.