Mensagem de Natal de JJotaPoeta

Daqui a pouco, é Natal. Menino-Deus vem chegando. A Estrela de Belém já retoca seus Brilhos para, nestes tempos bicudos - de materialismos e Violências - refulgir, mais uma vez, anunciando o nascimento do pequenino Jesus.
Nesse Simbolismo todo que nos encanta a Alma e emociona o coração, seria Utopia se, dentro desse mesmo coração, Jesus nascesse, de fato - embora na Eteriedade e no Perfume desse Amor Incondicional e Puro? Qual coração "agüentaria" a humildade do Estábulo, da Manjedoura que Lhe serviu de Berço, dos irmãos animais que, em sua bondade e inocência, aqueceram Jesus envolto em pequenos e alvos trapinhos? Qual coração, hoje, receberia a Majestade Humilde dos Três Reis Magos que, em seu Poder terreno, reconheceram o Poder Superior, Absoluto, Divino, daquele que seria o Rei dos Reis? Repito: que coração??
Foi tecendo essas doidas e vãs filosofias que mandei esse cachorrinho
para o palco: para o Palco dual e misterioso da Existência. Aliás, foi minha criança-interior quem o mandou. Aliás, (de novo!): esse cãozinho é minha própria criança-interior... Sabem por quê? Porque minha criança-interior, ainda que todos os meus pecados e todos os meus defeitos, continua inocente - inocente como o são nossos maninhos animais. Nessa cena tão leve de Paz e Bem, há refletores, há Luz, há Magia: a Doce e insuperável Magia do Amor!
Ah, e essa música ao fundo, então? Eu a escolhi para ninar o Deus-Menino... Linda - não é mesmo? Ao mesmo tempo, quero que ela nine os corações de vocês e lhes embale a Alma em suave acalanto... Com certeza, emocionado, essa delicada melodia me embala o triste coração e me aquieta a Alma... Sabiam? Sou um perfeccionista para lá de imperfeito. Tendo em meus olhos-de-espera, a imagem enluarada do Fraterno Pássaro Fernão, sei que a Perfeição está do Lado de Lá... Enquanto o Dia não chega, continuo peregrinando em busca da Perfeição - empreitada extremamente difícil, apesar de minha confirmada e efetiva Crença Franciscana... E, por ser assim e assim acreditar, escolhi esta formatação - com todo o Simbolismo Esotérico que ela me passou... E escolhi essa música maravilhosa para escrever para todos vocês que recebem meus textos e me lêem, (e até me vêem através dos meus Sentimentos nessa telinha!), esta pequena e sincera mensagem de Natal!
Creiam: sempre aumenta meu grau de enternecimento e mais aflora minha criança-interior quando ouço "Lulluby" - sensíveis e amorosas notas musicais de Brahms, com esse "toque" de Infância, Infinito e Nostalgia... Aqui, sob cristalinos sinos de Natal e versos e timbres harmoniosamente Amorosos - cantados e declamados para todos nós, que, independentemente de idade, acarinhamos e não deixamos morrer nossa criança-interior... (Ah, não foi Jesus quem afirmou que temos que de novo ser crianças, para podermos entrar no Céu?)
Vem chegando o Natal... Abramos as Janelas da Alma e as Portas do Coração para vermos e acolhermos Jesus-Menino! E deixemos que nossas Crianças-Interiores façam, com Ele, uma Ciranda de Paz - com harmoniosas Canções de Esperança, Fé e Alegria!


Feliz Aniversário, JESUS!!!

Feliz Natal, Amigos e Amigas!!!
Sejam Felizes!!!

Com poético e franciscano abraço,
J.J. Oliveira Gonçalves/JJotaPoet@
Porto Alegre, 23 de dezembro/2010. 14h04min - ha

Marina Martinez

Amigos, colegas, família, parceiros de jornada!!

Quando se aproxima o final do ano, começamos em nossas reflexões e avaliações em retrospectiva em relação a tudo que passamos, que fizemos, que hesitamos, que comemoramos, que sofremos, que ganhamos e que perdemos. E apesar de todas as decepções, problemas e percalços o saldo pode ser considerado positivo, porque no final das contas o que fica é a lição. O ensinamento para fazermos mais e melhor no futuro, para não tomarmos os mesmos rumos errados do passado, não cometermos os mesmos erros insensatos. Fica o aprendizado de que precisamos ter mais atitude e menos discurso, mais dignidade e menos dinheiro, mais humanidade e menos egoísmo... Enfim, são muitas as lições!!

Mas aprender é sinal de progresso, de evolução, pessoal, moral e espiritual. Somos capazes de crescimento a partir da compreensão de nossas falhas e limitações, somos capazes de nos reinventarmos, de sermos melhores, de nos adaptarmos e de nos tornarmos mais humanos. Nessa longa jornada, ainda precisamos muito aprender sobre o respeito ao próximo e à natureza, uma vez que todos juntos compartilhamos uma mesma morada e é preciso tratá-la com carinho e usufruir seus recursos com moderação e inteligência. Precisamos, ainda, aprender a respeito da verdadeira felicidade que está infinitamente mais próxima de nossos corações quando somos capazes de aquecer os corações alheios, que sofrem, que minguam de tudo, inclusive, de amor. Ainda não compreendemos verdadeiramente que “fazer o bem sem ver a quem” é muito mais que um simples ditado popular, uma vez que a felicidade e realização plenas são única e exclusivamente alcançadas quando somos capazes de proporcionar felicidade e bem-estar a um outro alguém, a um homem que carece de pão, a um animal que carece de abrigo, a uma vida que carece de salvação.

Fiquemos em nossos corações com a lição maior de nosso irmão mais fraterno, Jesus Cristo, ensinando-nos o mistério da vida através da nobreza da humildade, da doação fraternal e do amor incondicional. Pensemos no quanto pode ser fácil fazer alguém feliz, em proporcionar-lhe um sorriso, um momento de alegria, através de pequenos gestos que muitas vezes não nos custam absolutamente nada. Reflitamos que não é possível alcançar-se a felicidade ao mesmo tempo em que assistimos a miséria, a degradação e o sofrimento daqueles que nos cercam. A felicidade é um processo de busca e fruição coletiva, jamais podendo ser conquistada e gozada individualmente.

Agradeço a todos e a cada um de vocês pelas lições que me proporcionaram neste ano que está indo embora. Agradeço aos amigos de longe e aqueles que vejo todos os dias; aos amigos de longa data e aqueles que entraram em minha vida recentemente; ao amigo-marido, amigo-irmã, amigo-pai e amigo-mãe; aos amigos que conheço pessoalmente e aos amigos virtuais; aos amigos que permaneceram mesmo depois das ‘tempestades’ da vida e aqueles que já partiram; a todos vocês sem exceção, o meu mais sincero agradecimento!!

Desejo que este Natal seja mensageiro de boas novas e que 2011 seja repleto de muitas mudanças e transformações em busca de uma realidade melhor. E que cada um de nós possa ser uma mola propulsora dessas mudanças, que a indignação por ver tantas injustiças, tristezas e sofrimentos nos coloquem em movimento constante para fazer o que precisa ser feito, para atingir esse propósito, e que o Criador nos dê coragem e ousadia para buscarmos o que muitos acreditam não ser mais possível: um mundo melhor, mais igual, mais fraterno e mais digno para todos!!

Um abraço carinhoso!!

Karina Salerno.


Aos amados Confrades e Confreiras um Natal cheio de muita PAZ!
Que as bênçãos do Deus Menino recaiam sobre os lares de cada um.
Um abraço FRATERNO!

Stella Souza

MOMENTO DE PAZ

Em oração desejo que este natal seja diferente,
Traga além do momento de paz,
Alegria, canção, festa e bonança.
Seja também um momento de recomeço,
Onde iremos celebrá-lo diariamente.
Peço ao Criador que se faça presente,
Dando-nos dia a dia nova esperança,
Para que possamos sentir sua presença,
Caminhando novos passos com segurança,
Sem medos ou receios,
Enfrentando os desafios que surgem a todo o momento,
Descobrindo a verdadeira felicidade,
Que vem em mínimos pedaços,
E que possamos unificá-los,
Transformando e espalhando este sentimento,
Em todas as direções,
Vamos juntos em oração,
Clamar ao Criador,
Paz, perdão, felicidade e muito amor.

Feliz Natal

Marco Amado 24/12/2010

Cara amiga, Rosângela,

Um ótimo natal pra você e sua família e a família CAPPAZ. Que 2011 seja um ano cheio de otimismo e realizações. Paz, amor, harmonia, saúde, música, poesia... Enfim, um mundão de coisas boas invada suas vidas.

Dido Oliveira

AOS MEUS AMIGOS DEIXO AQUI
A MINHA MENSAGEM DE NATAL

O natal, como todos sabem, é a mais importante efeméride do mundo cristão, pois nela se comemora o nascimento do Cristo – o cordeiro de Deus – que se fez homem para, através dos sofrimentos físicos, possibilitar à Humanidade a remissão dos pecados, desde que obedecidas as sábias recomendações por Ele preconizadas.

Trata-se, portanto, de uma data ímpar, em que desce sobre a terra aquela aura de amor fraterno, de cordialidade, de harmonia e de entendimento recíproco entre todo os homens, sejam ou não adeptos do cristianismo.

Com efeito, não é sem motivo que a simples aproximação da data coloca na fisionomia de cada um de nós aquela predisposição natural para o sorriso, numa tendência quase inata de procurarmos servir ao próximo da maneira mais cortês e delicada possível.

Parece, mesmo, que cada criatura pressente aflorarem, em si, sentimentos de delicadeza e amabilidade que fogem ao trivial nos demais dias do ano e que nos predispõem a receber e a prodigalizar gentilezas ao menor pretexto, como se algo sobrenatural nos incentivasse a tais atitudes de sadia fraternidade.

Até a cidade parece esconder os seus aspectos desgastantes para apresentar aos nossos olhos aquela roupagem de alegria expressa nos enfeites de cada vitrine e nos belos arabescos dos anúncios luminosos. O vendedor de cada loja se transforma, de mero interessado em comissões, num gentil servidor, não só de sorrisos, mas de desejos sinceros em nos exibir e oferecer o melhor produto; o condutor do veículo que trafega ao lado, ou à retaguarda do nosso não titubeia em nos ceder a passagem; e até o motorista do ônibus ignora as regras da empresa e estaciona fora do ponto regulamentar para facilitar o desembarque de um idoso, de um enfermo ou de uma senhora em cujo colo dormita uma criança.

Ora, se tais demonstrações de carinho repetem-se a cada passo no árduo e estressante burburinho das ruas e das praças, fácil se torna imaginar o quanto elas se multiplicam quando transportadas para o aconchego de nossos lares nos minutos que antecedem aquele momento de rara beleza do advento do Natal!

São os parentes e amigos chegando, a sobraçar pacotes multicoloridos; são mulheres a a envergar as mais requintadas vestimentas, portando nas mãos a alegria e o aroma das flores mais diversas; é cada um trazendo ao ambiente não o melhor prato de um domingo comum, mas a iguaria condimentada pelo esmero da alma e temperada pelo carinho do coração; é, enfim, o chilreio do sorriso tagarela estampado no rosto das crianças, a aguardarem, prenhes de ansiosa expectativa, a chegada do Papai Noel.

Felizes daqueles que podem, como nós, congregar a família e os amigos para uma reunião como esta, numa demonstração insofismável da indelével amizade que nos une e do desejo que nutrimos por conservar vivas as tradições natalinas herdadas de nossos pais.

Esta é, portanto, a noite da reafirmação, entre nós, de todos os sentimentos de fraternidade cristã; da comunhão de todos com o meigo Cristo – único caminho de nossa redenção moral - da manifestação recíproca de tudo aquilo de bom que temos de mais precioso dento de nossas almas, como sejam a estima mútua, a solidariedade descompromissada, o carinho e a certeza inabalável de que nunca haverá adversidade capaz de desatar os laços de família que nos unem.

Ao ensejo da passagem da data magna da cristandade, desejamos exteriorizar, a todos Os nossos companheiros diários da Internet, independentemente dos credos ou doutrinas que professem, os mais sinceros e efusivos augúrios de um Natal pleno de alegrias, farto de paz e pródigo de felicidade.


Carinhosamente,

Humberto Rodrigues Neto
24-12-2010.


Mensagem de Natal de José Augusto Silvério (Zito)

Para ouvir a mensagem, clique para parar a música e use o comando abaixo.

 




Feliz Natal e um 2011 pleno em realizações!
Beijos .
Sidney Santos



Amigos Confrades e Confreiras CAPPAZ

Que as bênçãos do Santo Natal cubram vocês no ano vindouro.
Abraços
PAZ e BEM

Eliene Dantas de Miranda Taveira
Diretora Social, Eventos e Projetos e
Presidente Regional de São Paulo - CAPPAZ



Querida amiga e confreira ELIENE,

somente hoje li sua mensagem de NATAL; sofri um acidente e ainda me encontro em recuperação no hospital. Que DEUS a recompense por tudo que você vem fazendo pela CAPPAZ e por todos nós, inclusive sua família e as pessoas que lhe são caras. Como não possuo os E-mails de todos, peço-lhe o favor de repassar esta mensagem fraterna aos confrades e confreiras rogando, também. que JESUS, na sua infinita misericórdia, os(as) contemple com bênçãos de AMOR, SAÚDE e PAZ no AN0 NOVO.

Carlos Reinaldo de Souza
Presidente da SECCIONAL LAFAIETE/MG
02 DE JANEIRO DE 2011














|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||


Esta página é melhor visualizada pelo Internet Explorer
com resolução 1024x768.