A MENINA E O POETA

 

Fernando Alberto Salinas Couto

 

E o poeta, com saudade,

em versos-fantasia levou.

no coração, toda bondade

da menina que poeta virou.

 

Como sabiá no canto diário,

aos seus devaneios entregue,

levou o sorriso do Balneário

para a sua cidade Alegre.

 

Alegre com sua gente bonita,

pondo o coração no que faz,

como a menina e o poeta,

juntos naquele reduto de paz.

 

SP – 18/10/10 



 



 





|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||

 


                    

 
 Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados

Esta página é melhor visualizada pelo Internet Explorer
com resolução 1024x768.