01.

Sonhos, Esperanças, Fantasias
Joyce Lima Krischke
(Para o poeta CAPPAZ Fernando Alberto Salinas Couto)
 
Ah, poeta dos sonhos possíveis
Poeta das fantasias impossíveis
Poeta das esperanças da vida
Poeta enfrenta ondas: vinda... ida
 
Sonhos: umas ondas... brancas espumas
Noite sem luar viaja nas brumas
Vê ao longe praia... enfrenta o agora
Deita âncoras.... chegou a hora!
 
Esperanças: um porto seguro!
Avistará o porto do amor puro
Viajando ao encontro de areia
 
Ama eternamente... SIM, creia!
Fantasias: um caminho pautado
Saudade de quem  amou no passado!
 
Ah! Sonhos, Esperanças, Fantasias
Poeta Fé, Esperança... Novos dias!
 
Porto Alegre, 20/10/2010- 22:15 

 

 

02.

A FELICIDADE DE SE TER AMIGOS

Amigos quem não tem...
Não sabe o que está perdendo...
O universo da amizade...
Faz uma pessoa nunca sentir-se sozinho...
Não tem fortuna... Nada paga o amor de um amigo...
A versão certa e profunda da palavra amigo é...
O meu desejo são os seus desejos realizados.
Está eu fiz para você Fernando...
Que é um verdadeiro amigo.

Soninha Poetisa

 

 

03.

FERNANDO ALBERTO SALINAS COUTO

 

N asceu sonhador, apostando na paz,
A mor entre todas as raças e religiões,
N ão viver a vida em vão, é incapaz,
D os povos, crê nas futuras gerações,
O essencial foi sempre sentir-se capaz.

P rofissional por ideal, sem fins de lucrar
A pesar de desprovido de bens materiais.
R ecentemente descobriu o sabor de criar,
A lma sensível, passou a escrever demais,
B elos textos com intenso dom de rimar
E xpõe vivência e inquietudes normais.
N ando, nesse mundo de melhor país
S ente-se acima de tudo muito Feliz.

Marly Feliciano Tamani

04.
Poeta é ...
... aquele que abre o coração e deixa que cada um se aposse de seus sentimentos.

Esta homenagem é bem merecida, Fernando é uma pessoa de grande carisma, sempre com palavras carinhosas, sábias, alimenta as amizades.Meu grande abraço Amigo Fernando, fico feliz quando aparece na minha página no recanto.

O Poeta
Quando os versos não combinam,
As palavras ficam sem nexo
Pra que rimar?
A vida não tem rima,
Muitas vezes incoerente...
Como a poesia,
A vida só tem sentido,
Quando as ações tocam a alma,
Viver é ter nos olhos o brilho
Que olhando a mesma imagem
O poeta ver e sente felicidade.

Fátima Peixoto

05.
Do Poeta e da Musa!

J.J. Oliveira Gonçalves

O poeta, ouve: é essa criatura
Um tanto estranha... Exótica - quem sabe?
As suas Dores rima com Ternura
E sempre um novo Amor ao peito cabe!

Às vezes, sem ter asas, ele voa
Para lugares ermos e distantes!
Ao céu, leda canção ele entoa
E as Estrelas chama Diamantes!

Neste 20 de Outubro - Dia do Poeta
Do coração o verso se projeta
Para saudar a Lira de Orpheu!

E a Musa - que é Divina e é Sensual
O poeta a faz Perfeita e Imortal
A Eleita-Maior do Sonho seu!

O Poeta é a mão que escreve o verso
A Musa é a Vésper no Universo!

Porto Alegre, 20 de Outubro - Dia do Poeta/2010. 18h
jjotapoeta@yahoo.com.br - jjotapoesia@gmail.com
http://transmutacoes.zip.net - www.cappaz.com.br

06.
Ao confrade Fernando Souto meus cumprimentos e votos de uma longa e plena vida...plena de poesia e muita paz.

Um abraço fraterno de
Eloisa Antunes Maciel

07.
Amigo Fernando
Eliene Dantas de Miranda Taveira

Para lhe homenagear
Poeta gostaria de ser
Um poema lindo fazer
e neste dia lhe oferecer.

Poeta de grande valor
Muita sensibilidade tem
Distribui carinho e amor
Com uma palavra de bem

Com garra e competência
Abraçou a Carreira de jurista
Que o exerce sem arrogância

Grande amigo que um dia
O encontrei em um sarau, e
conheci a excelência em poesia.

08.

Amado amigo confrade e Poeta Fernando Alberto Salinas Couto
Hoje venho através da Cappaz na Webradiosol te homenagear
Amigo especial que com pouco tempo de amizade me conquistou.
Seu olhar mostra o real valor do amar, brinda com sua sinceridade e luz.
Seu sorriso cativo causa encanto em dose de emoção.
Sempre cheio de determinação revelando vai a seus versos o seu belo coração.
Poeta, em seus textos de vida e amor em momentos de inspiração você mostra poesia viva.
Amigo muito feliz e com o coração vibrando, peço desculpas pelos meus rabiscos.
Mas deixo-te minha gratidão e minha amizade sincera.
Peço a Deus que te proteja para muitos poemas escrever.
Te desejo muita paz, amor e felicidade.

Um beijo carinhoso de amizade com perfume desta que ama, amar sempre.
kátia Pérola.

 





|| Página Inicial | Voltar | Livro de Visitas ||


 
Arte e Formatação Joyce Lima Krischke
Exclusivo para CAPPAZ - Confraria Artistas e Poetas pela Paz
Todos os direitos reservados