Vanda Ferreira

Nome: Vanda Ferreira
Cognome: Bugra Sarará
Data de nascimento: 04/02/1959
Naturalidade: Campo Grande – Mato Grosso do Sul
Residência atual: Fazenda Dom Fernando, Campo Grande/MS (por opção, há oito anos)
Vida pessoal: casada, quatro filhos, cinco netos.

Escolaridade: Superior incompleto
Profissão: Aposentada pelo Ministério da Justiça;

É escritora, produtora de artes visuais, ativista cultural e ambiental;
É Conselheira do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher;
Proprietária/gestora da Fazenda Cultural;
Coordenadora de Finanças 2005/2006/2007 : Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Campo Grande - BPW;
Coordenadora de Meio Ambiente 2007/2009: Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Campo Grande – BPW;
É membro-fundadora da Associação de Turismo Rural de Campo Grande - ACTUR, onde está de Diretora Social;
Atuou no processo de construção da agenda 21 no estado de Mato Grosso do Sul;

Projetos de sua autoria:

Programa Rede Família (combate a exploração sexual de crianças e adolescentes)
“Pé de Luxo”*
*rede social de mulheres para reduzir, reciclar, reutilizar, e destinar o lixo produzido pelo ser humano.
Entardecer Pantaneiro – Cultura Sul-mato-grossense
Fazenda Cultural, recanto rural para convivência com o ambiente natural onde atua como ativista ambiental e Cultural.
Roda de Prosa com a Bugra*
*cultura, arte, educação: Fazenda Dom Fernando
prosa, contação de história: Ussiter
Roda de Prosa Comunitária*
*adotado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher
Programa Noel no Ponto
Embarque Cultural
site Bugresia é Cultura
Realizou os eventos:
Entardecer Pantaneiro
Acampamento Nacional de Poesia
Acampamento Roots

Participou de cursos como:

Curso de Estratégias para Conservação da Natureza (UCDB - Fazenda Xaraés /Pantanal / MS);

Curso de Educação Ambiental (à distância / Universidade de Brasília)

Curso de Combate a Incêndios Florestais (Ribas do Rio Pardo / Corpo de Bombeiros de MS)

“Contação de Histórias I” (Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande MS)

“Contação de Histórias II” (Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande MS)

Arte Poética (Academia de Letra de MS); Oficina de Poesia I (Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande MS); Oficina de Poesia II (Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande MS); Oratória (SEBRAE e SENAC); Instrutora (Ministério da Justiça – Goiás); Turismo (SEBRAE); Iniciação a Canto (Escola Orlates Campo Grande – MS); Iniciação a Violão (Escola Orlates – Campo Grande-MS).

Autora de slogans para campanhas ambientais:

“A mãe-natureza está ferida, preservá-la é uma questão de vida”
“Humano no meio ambiente é SER consciente”
“Meio ambiente, uma questão de vida!”
“Queimada, um risco de morte!”

Realizou exposições individuais e participou de coletivas de artes plásticas.

Livros editados:

(produção independente):
Eu e Você: livrete de versos.
Bugra Sarará : Poemas
No Reino do Arco-íris: Pensamento, Poesia;
Amante da Poeira Vermelha: livrete versos
O Grito do Poeta: Livrete versos
Bugresia: Poemas
Matutações: Poemas (parcial apoio da FUNDAC)

Antologias:
Campo Grande Meu Amor - crônica
Mil Poetas Brasileiros - poesia
Dez Anos da Noite Nacional de Poesia – poesias premiadas em 1º lugar
E Os Poetas Falaram 1 - poesias
E Os Poetas Falaram 2 - poesias
Jornada Poética - poesias
Caminhos - poesias
Primavera dos Ipês poesias

Livros inéditos:

Olhos Bugrais – prosa poética (parcialmente publicado na internet)
Juju e a Semente de Laranja – conto infantil
O Laço da Vaquinha Mimosa – conto infantil
A Lenda do Peixe Dourado – conto infantil
A Menina do Espelho – conto infantil
O Testamento – romance (parcialmente publicado na internet)
Eu, Maria Joana Bitenncourt – memórias
Mitologia de uma Bugra – crônica (parcialmente publicado na internet)

Premiações:

1º lugar na VI noite Nacional de Poesia de Campo Grande / MS - 1991
1º lugar no Salão de Artes de Corumbá/MS - 1990
Medalha Grupo Brasília de Comunicações – 1992
Medalha do Instituto Internacional da Poesia – Porto Alegre-RS

Posta nos sites: Fala Brasil; Mural dos Escritores; Bugresia é Cultura; Clube Caiubi, entre outros.

Confreira Efetiva.






CISMA SERTANEJA
Vanda Ferreira

Sertanejo é um destino
Debruçado na madeira
Da velha porteira
Que abre
Que fecha
Esperando por ela
Cruzando a cancela
O peão valente
É menino inocente
Na lua crescente;
Com a passarada
Buscando alvorada,
Infinita estrada.
O sol não se tranca
Na pele queimada;
O amor soberano
Colhe todo ano.
Flor do coração.
Paz.